Lago Eib

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eib
Vista do Lago Eib do Zugspitze
Localização
Coordenadas 47° 27' 28" N 10° 58' 23" E
Região geográfica Europa
País  Alemanha
Estado Baviera
Localidades mais próximas Garmisch-Partenkirchen, Munique
Características
Tipo Lago
Altitude 973,28 m
Área * 17,74 km²
Comprimento máximo 3,15 km
Largura máxima 0,56 km
Perímetro * 8,06 km
Profundidade média 12.2 m
Profundidade máxima 35.4 m
Volume * 0,02161 km³
Ilhas 8 (Almbichl, Ludwigsinsel, Scheibeninsel, Maximiliansinsel, Schönbichl, Braxeninsel, Sasseninsel, Steinbichl)
Eib está localizado em: Alemanha
Eib
Localização do Eib na Alemanha
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

Eib (em alemão: Eibsee)[a] é um lago localizado no estado da Baviera, na Alemanha, Localizado a 9km a sudoeste de Garmisch-Partenkirchen, e a cerca de 100 km a sudoeste de Munique. A uma altitude de 973,28 m, sua área é de 177,4 hectares. Eib Localiza-se na base do Zugspitze (2950 metros acima do nível do mar), que é a montanha mais alta da Alemanha.

A partir de maio de 2010, os trens de Munique a Garmisch-Partenkirchen saem cerca de uma hora e a viagem leva cerca de uma hora e meia.[1] Os ônibus viajam regularmente da estação de trem em Garmisch-Partenkirchen para Eib.[2] Uma passagem de trem válida pode ser usada para andar de ônibus.[3]

Notas[editar | editar código-fonte]

[a] ^ O termo see, quando não utilizado em hidrônimos der see, significado lago.[4]

Referências

  1. eCommerce, Deutsche Bahn AG, Unternehmensbereich Personenverkehr, Marketing. «bahn.de - Ihr Mobilitätsportal für Reisen, Bahn, Urlaub, Hotels, Städtereisen und Mietwagen». www.bahn.de. Consultado em 15 de Junho de 2017 
  2. de:Verkehrsgemeinschaft Garmisch-Partenkirchen
  3. "Discover the region with the Bayern-Ticket" Bahn.de
  4. Uttmann 1967, p. 337.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Uttmann, Stephen (1967). Semântica: uma introdução à ciência de significado, Tradução de J.A. Osório Mateus. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências