Lago Manicouagan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lago Manicouagan
Manicouagan Panorama.jpg
Geografia
País
Subdivisões administrativas
Rivière-aux-Outardes (en), Rivière-Mouchalagane (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Coordenadas
Altitude
359 m, 346 mVisualizar e editar dados no Wikidata
Superfície
1 942 km2Visualizar e editar dados no Wikidata
Profundidade
350 m, 85 mVisualizar e editar dados no Wikidata
Geologia
Tipo
Reservatório (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
O lago visto do espaço.

O Lago Manicouagan (ou Reservatório Manicouagan) é um lago anular no centro de Quebec, Canadá, cobrindo uma área de 1,942 km². A ilha do lago em seu centro é conhecida como Ilha René-Levasseur, e seu ponto mais alto é o Monte Babel.

Acredita-se que a estrutura tenha sido criada há 214 (± 1) milhões de anos pelo impacto de um meteoro de 5 km de diâmetro. O lago e a ilha são claramente vistos do espaço e às vezes são chamados de "olho de Quebec". O lago tem um volume de 35,2 km³.[1][2]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O reservatório está localizado no Município Regional do Condado de Manicouagan na região Côte-Nord de Quebec, Canadá, a cerca de 300 km ao norte da cidade de Baie-Comeau, embora sua parte mais ao norte esteja localizada em Caniapiscau. Quebec Route 389 passa pela margem leste do lago.

A cratera é uma estrutura de anéis múltiplos com cerca de 100 km (60 mi) de diâmetro, sendo o reservatório em seu anel interno de 70 km (40 km) de diâmetro sua característica mais proeminente. Ele envolve um planalto interior chamado Ilha René-Levasseur. O Monte Babel é o pico mais alto da ilha, a 952 m (3.123 m) acima do nível do mar e a 590 m (1.936 pés) acima do nível do reservatório. A Reserva Ecológica Louis-Babel é a parte central da ilha.

Cratera de impacto[editar | editar código-fonte]

O Lago Manicouagan encontra-se dentro do remanescente de uma antiga cratera de impacto. A cratera foi formada após o impacto de um asteroide com um diâmetro de 5 km, que escavou uma cratera com cerca de 100 km de largura, embora a erosão e a deposição de sedimentos tenham reduzido o diâmetro visível a cerca de 72 km. É a sexta maior cratera de impacto confirmada da Terra, de acordo com o diâmetro.[3] O Monte Babel é interpretado como o pico central da cratera, formado pela elevação pós-impacto.

É uma das mais antigas crateras de impacto conhecidas. Pesquisas mostraram que o derretimento do impacto dentro da cratera tem uma idade de 214 ± 1 milhão de anos. Como isso é 12 ± 2 milhões de anos antes do fim do Triássico, o impacto que produziu a cratera não pode ter sido a causa do evento de extinção Triássico-Jurássico.[4][5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Hydro-Québec - Cinq principaux réservoirs d'Hydro-Québec
  2. Briney, Amanda. «The World's Top Ten Largest Reservoirs by Volume». About.com. Consultado em 19 de agosto de 2010 
  3. «Impact Structures listed by Diameter (Increasing)». PASSC. Consultado em 6 de julho de 2012 
  4. Hodych, J.P.; G.R.Dunning (1992). «Did the Manicouagan impact trigger end-of-Triassic mass extinction?». Geology. 20. 51.54 páginas. Bibcode:1992Geo....20...51H. doi:10.1130/0091-7613(1992)020<0051:DTMITE>2.3.CO;2 
  5. Ramezani, J., S. A. Bowring, M. S. Pringle, F. D. Winslow, III, and E. T. Rasbury (2005). "The Manicouagan impact melt rock: a proposed standard for intercalibration of U-Pb and 40Ar/39Ar isotopic systems". 15th V.M. Goldsmidt Conference Abstract Volume, p. A321.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Lago Manicouagan
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Canadá é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.