Lago Salton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.
Lago Salton visto do espaço.

Mar de Salton ou Lago Salton (em inglês, Salton Sea), é um lago salgado, formado a partir de uma fissura endorreica, localizado ao sul da Califórnia, mais precisamente na Falha de San Andreas[1].

O lago ocupa as mais baixas elevações da Depressão de Salton no Deserto do Colorado, área dos condados ImperiaL e Riverside no sul da Califórnia. Sua superfície é 234,0 pés (71,3 m) abaixo do nível do mar. O ponto mais profundo do mar é de 5 pés (1,5 m) acima do ponto mais baixo do Vale da Morte. O mar é alimentado pelos rios New, Whitewater e Alamo, bem como o escoamento agrícola, sistemas de drenagem e riachos.

História[editar | editar código-fonte]

O lago foi criado por uma grande cheia do Rio Colorado ocorrida em 1905, devido a um erro de cálculo de um obra de engenharia. Pouco depois da escavação de uma canal a partir do Rio Colorado para irrigar as ricas terras de cultivo do Vale Imperial, o rio transbordou em consequência de uma seria de inundações e mudou seu curso. A água inundou canais de menor elevação durante vários meses em Salton. Durante mais de dois anos o canal desviou quase a totalidade do enorme volume de água do Rio Colorado para a a Depressão de Salton.

Encontra-se em um ambiente árido e desértico, ao norte do Vale Imperial. Com 974 km² e largura que varia de 24 a 56 km, é o maior lado da Califórnia. Entretanto, sua superfície muda de acordo com o abastecimento de água que depende da água usada para a agricultura, da evaporação, das precipitações e enchentes. Abarca os condados de Riverside e Imperial. Recebe água de três rios, Rio Novo, Whitewater e Álamo. O lago se encontra em uma depressão entre a Falha de San Andreas, a Falha de San Jacinto e a zona da Falha de Imperial.

Lago Salton

O Lago Salton que já foi considerado um cartão postal, com praias de areia e milhares de aves migratórias, agora está muito degradado, saturado de sais e pesticidas[2]. O lago já era naturalmente salobre, os terrenos que o rodeiam contém sais depositados por um antigo mar que desapareceu a milênios, no entanto mais sais foram eliminados no lago por agricultores do Vale Imperial para tornar as terras da proximidade cultiváveis. Estes dejetos minerais se acumularam no lago e ele se tornou mais salgado que o oceano pacífico[3].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Revista Veja, Salton Sea: o lago morto da Califórnia, 10 janeiro 2016.
  2. González,Jaime (25 de outubro de 2014). «Salton Sea: el paisaje apocalíptico del "mar muerto" de California». Consultado em 12 de janeiro de 2016 
  3. Editorial (08 de julho de 2015). «Salton Sea: Um lago que deixa problemas de saúde enquanto desaparece». Consultado em 12 de janeiro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)