Lancia LC2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lancia LC2
Lancia LC2.jpg
Visão Geral
Fabricante Lancia
Ferrari
Dallara
Modelo
Designer Gian Paollo Dallara
Ficha técnica
Motor Ferrari 308C 2599 cc/3014 cc V8.
Transmissão Hewland 5-velocidades manual
Layout RMR layout

Lancia LC2 (às vezes referido como um Lancia-Ferrari) foi uma série de carros de corrida construído pela fabricante de automóveis italiana Lancia e movidos por motores construídos por sua empresa irmã, a Ferrari. Eles foram parte do esforço oficial da Lancia na WSC de 1983-1986, embora continuassem a ser utilizado por equipes privadas até 1991. Também foi o primeiro protótipo a respeitar as ultimas regulamentações do Group C, antes do mesmo ter sido estinguido.

Mais poderoso do que seu concorrente principal, o Porsche 956, o LC2 foram capazes de assegurar vários pole positions durante suas três temporadas e meia com a equipa de fábrica Martini Racing. Entretanto, a confiabilidade e nomeadamente o consumo de combustível prejudicou os esforços do LC2 para vencer corridad contra Porsche. O LC2 ganhou três vitórias consecutivas sobre sua vida nas mãos de pilotos italianos Teo Fabi, Riccardo Patrese, Alessandro Nannini, e Mauro Baldi, assim como o alemão Hans Heyer e o francês Bob Wollek.

O protótipo teve uma humilde participação nas 24 Horas de Le Mans onde obteve um melhor resultado com a 6º colocação nas 24 Horas de Le Mans 1985.