Larva migrans ocular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Larva migrans ocular
Classificação e recursos externos
DiseasesDB 29738
MedlinePlus 000633
Star of life caution.svg Aviso médico

A larva migrans ocular é uma doença do olho humano causada pela invasão deste órgão por larvas de várias espécies de nematodos. As principais espécies que causam este problema são Toxocara canis e Toxocara cati.[1] Em casos mais graves pode provocar cegueira. Geralmente provoca enoftalmia crônica, além de outras lesões oculares.[2]

Grande parte dos pesquisadores acredita que isto acontece no caso de infecções por um pequeno número de ovos, algo girando em torno de até 100. Grandes infecções provocam resposta imune, o que deixa a infecção restrita a pulmão e fígado.[2]

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento desta enfermidade não pode ser realizado com uso de anti-helmínticos, pois estes medicamentos não possuem propriedade de atingir o globo ocular. Assim, o tratamento consiste na aplicação de corticóides e fotocoagulação.[2]

Notas e referências