Lastro (economia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Lastro, em Economia, é a garantia implícita de um ativo. O conceito de lastro é utilizado para determinar o valor real das moedas,[1] no sentido de que o lastro é equivalente às riquezas de um país, cuja moeda pretende representar.[2]

Um país só poderá imprimir mais moeda (dinheiro), se houver um lastro, ou seja, a produção de riquezas, equivalente ao dinheiro impresso. Caso o governo produza uma certa quantidade de moeda sem uma garantia de que terá o retorno, a moeda acaba perdendo o valor e a impressão de dinheiro, acaba não tendo efeito nenhum, com o surgimento de um cenário de hiperinflação.[2] Bolhas de crédito são geradas na impressão de dinheiro sem lastro, causando graves distorções no mercado e nos preços.

Referências

  1. Infomoney (22 de fevereiro de 2014). «A verdade sobre o lastro do Bitcoin». Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  2. a b Paulo Silvestre (19 Novembro 2010). «O que garante o valor da moeda no Brasil?». Consultado em 8 de dezembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.