Latitude e clima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A latitude é a medida em graus entre dois paralelos.

Paralelos são linhas imaginárias que cortam a Terra em fatias horizontais paralelas à Linha do Equador. Os paralelos mais conhecidos são o Trópico de Capricórnio, Trópico de Câncer, Círculo Polar Ártico, Círculo Polar Antártico, e a própria Linha do Equador.

O que determina o local da Terra por onde passam essas linhas é a medida do ângulo de incidência dos raios de sol na superfície. Assim, quando o raio de sol incidir na superfície da Terra em seu maior ângulo de inclinação teremos a marca de um trópico.

O nome do trópico será o da constelação que estiver atrás do Sol naquela época (Câncer ou Capricórnio).

O raio de sol é energia em forma luminosa. Assim, um raio que incida em ângulo reto (90 graus) terá uma área de incidência pequena, ou seja, a dispersão dessa energia no solo será mais concentrada. Já o raio de sol que incide na superfície da Terra em um ângulo menor (aproximadamente 23 graus, que é a mesma medida dos Trópicos), ou seja, incide meio que deitado terá uma área de incidência muito maior para distribuir sua energia, e por este motivo transfere menos calor por centímetro quadrado de solo.

Desta forma, no Equador, onde o raio de sol chega ao solo mais concentrado, o clima é mais quente. Nos trópicos, onde o raio de sol chega ao solo mais espalhado, o clima é menos quente. Nos pólos, onde o raio de sol chega muito mais espalhado, o o clima é muito menos quente.

No entanto, os pontos mais frios da superfície terrestre não são os pólos, mas a estação científica sobre o Lago Vostok, na Antárctida, e a aldeia de Oymyakon, na Sibéria (à latitude de 63º 15')

Ver também[editar | editar código-fonte]