Latrodectus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaLatrodectus
Viúva negra americana.

Viúva negra americana.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Arachnida
Ordem: Araneae
Família: Theridiidae
Género: Latrodectus
Walckenaer, 1805
Espécies
Aprox. 31, ver texto

Latrodectus, conhecido pelo nome comum de aranhas-pretas ou viúvas-negras, é um género de aranhas pertencente à família Theridiidae, que inclui 32 espécies confirmadas. O nome comum viúva negra deriva da maioria das espécies deste género praticar o canibalismo sexual, sendo que a fêmea devora o macho após a cópula.[1]

Latrodectismo[editar | editar código-fonte]

Cerca de 75% das picadas em adultos injetam pouco veneno e causam apenas dor e desconforto local.[2]

Quando há envenenamento significativo de lactrotoxina 15 a 30 minutos depois da picada aparece dor irradiante, calafrios e muito suor no local. Uma hora depois começam tremores, contraturas, rigidez e câimbras dolorosas, como um tetanismo. Pode haver também febre, salivação, sede, náuseas, vômitos, hipertensão e excitação psicomotora. Possíveis complicações incluem taquicardia, hipertensão, arritmia cardíaca, choque cardiogênico, anúria e priapismo.[3]

O tratamento é feito com neostigmina, um parassimpaticomimético, para bloquear os efeitos adrenérgicos do veneno e gluconato de cálcio para reduzir a dor e os espasmos musculares. Um analgésico, relaxante muscular e/ou ansiolítico também podem ser usados para aliviar os outros sintomas. Os sintomas podem demorar de 2 a 6 dias para melhorar completamente.[4]

Espécies[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Breene, R. G. and M. H. Sweet (1985). «Evidence of insemination of multiple females by the male Black Widow Spider, Latrodectus mactans (Araneae, Theridiidae)». The Journal of Arachnology [S.l.: s.n.] 13 (3): 331–335. PDF
  2. Vetter, Richard S., and Geoffrey K. Isbister. "Medical aspects of spider bites." Annual Review of Entomology 53 (2008): 409-429.
  3. SOUZA, Alcidéa R. B. de; BUHRNHEIM, Paulo F. and LIMA, Cinira S. C.. Relato de um caso de latrodectismo ocorrido em Manaus, Amazonas, Brasil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [online]. 1998, vol.31, n.1 [cited 2016-02-27], pp. 95-98 . Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86821998000100012&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1678-9849. http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821998000100012.
  4. Jorge MT, Von Eickstedt VRD, Knysak I, Fisman LFZ, Ribeiro LA. Curso sobre acidentes com animais peçonhentos; 5ª aula - Acidentes por picada de aranha. Arquivos Brasileiros de Medicina 65:457-468, 1991.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Latrodectus
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Latrodectus