Latte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Latte
Uma xícara de caffè latte decorada com um guardanapo: uma apresentação tipicamente italiana
Categoria Bebida quente e fria, café com leite
País Itália
Ingrediente(s)
principal(is)
Espresso, leite vaporizado
Variações Caffè mocha
Receitas: Latte   Multimédia: Latte

Caffè latte (Italiano: [kafˌfɛ lˈlatte][1][2]), muitas vezes abreviado para apenas latte,[3][4] é uma bebida de café de origem italiana feita com café expresso e leite vaporizado com uma quantidade generosa de espuma de leite no topo. As variantes incluem o mocha com sabor de chocolate ou a substituição do café por outra base de bebida, como masala chai (chá indiano temperado), mate, matcha, açafrão ou rooibos; alternativas ao leite, como leite de soja ou leite de amêndoa, também são usadas.

O termo vem do italiano caffellatte[5] ou caffè latte, de caffè e latte, literalmente "café e leite".

Origem e história[editar | editar código-fonte]

O café e o leite fazem parte da cozinha europeia desde o século XVII. Caffè e latte, Milchkaffee, Milchkaffee, café au lait, and café con leche são termos domésticos de formas tradicionais de beber café, geralmente como parte do café da manhã em casa. Cafés públicos na Europa e nos EUA parecem não ter menção aos termos até o século XX, embora Kapuziner seja mencionado nos cafés austríacos em Viena e Trieste na segunda metade de 1700 como "café com creme, especiarias e açúcar" (sendo a origem do cappuccino italiano).

Latte é simplesmente "leite" em italiano. Em países de língua inglesa, refere-se normalmente a um dos vários tipos de bebidas de café preparadas com leite. Em Itália, é conhecido como caffè latte [kafˈfɛ ˈlatte], caffelatte ou latte macchiato. No Brasil, também é conhecido como "café", e em Portugal como "galão".

Uso atual[editar | editar código-fonte]

Na Itália, é quase sempre preparado em casa, apenas para o café da manhã. Esta bebida de café é preparada com um bule de moka no fogão e despejada em uma xícara contendo leite aquecido. Ao contrário da bebida com leite "internacional", geralmente, o leite no original italiano não é espumado e o açúcar é adicionado pelo bebedor, se for o caso.

Fora da Itália, normalmente um caffè latte é preparado em um copo de 240 mL (8 US fl oz) ou uma xícara com uma dose padrão de café expresso (simples, 30 mL (1 US fl oz), ou duplo, 60 mL (2 US fl oz)) e preenchido com leite vaporizado, com uma camada de espuma de leite de aproximadamente 12 mm (0.47 in) de espessura no topo. Nos EUA, um latte é frequentemente adoçado com 3% de açúcar (ou até mais).[6] Ao querer pedir esta bebida na Itália, deve-se pedir um latte macchiato.

Uma xícara de café com leite, servido em Merewether Beach, Austrália

Estilos de veiculação[editar | editar código-fonte]

Uma xícara de café com leite feito com matcha, chamado chá verde com leite, é uma variação popular de café com leite encontrada nos países do leste asiático.
  • Em alguns estabelecimentos, os lattes são servidos em um copo sobre um pires com um guardanapo para segurar o copo (às vezes quente).
  • Às vezes, um latte é servido em uma tigela; na Europa, particularmente na Escandinávia, isso é chamado de café com leite.
  • Cada vez mais comum nos Estados Unidos e na Europa, a latte art levou à estilização da fabricação de café, cuja criação é agora uma forma de arte popular. Criado ao derramar leite fumegante e principalmente espumado no café, esse líquido é introduzido na bebida de tal forma que os padrões são distinguíveis na parte superior do café. Padrões populares podem incluir corações, flores, árvores e outras formas de representações simplistas de imagens e objetos.
  • Muitas vezes, o latte gelado é servido sem mexer, de modo que o café parece "flutuar" em cima do leite branco em um copo de vidro.
  • Uma variação do iced latte, conhecido como "bootleg latte", "ghetto latte" ou "poor man's latte",[7] é um expresso gelado pedido em uma xícara maior que o normal que será preenchida com leite grátis de a estação de condimentos.[8] A bebida gerou debate em cafeterias onde um expresso gelado é consideravelmente mais barato do que um latte gelado.[9][10][11]
  • No sul da Ásia, leste da Ásia e América do Norte, variantes locais de chás foram combinadas com leite vaporizado ou espumado para criar "chá com leite". As lojas de café e chá agora oferecem versões quentes ou geladas de masala chai, matcha e Royal Milk Tea. Um Earl Grey latte é conhecido como um "nevoeiro de Londres".
  • Outros aromatizantes podem ser adicionados ao latte para se adequar ao gosto do bebedor. Baunilha, chocolate e caramelo são variantes populares.
  • Na África do Sul, um latte vermelho é feito com chá de rooibos e é conhecido como uma alternativa sem cafeína ao tradicional chá ou latte à base de café.[12]
  • Uma versão alternativa de latte pode ser preparada com leite de soja ou leite de aveia, pois ambos têm a capacidade de espumar da mesma forma que o leite de vaca, sendo as versões de leite de soja mais prevalentes. Tais alternativas são populares entre pessoas com intolerância à lactose e veganos.
  • O Sea Salt Latte, uma variação famosa do latte estilo tradicional feito com uma espuma de leite salgada sobre um café expresso, foi inventado e popularizado pela cadeia internacional de cafés taiwanesa 85C Bakery Cafe.[13][14]
Latte de leite de soja com arte latte

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Caffè». Dizionario d'ortografia e di pronunzia 
  2. «Caffè». dipionline.it 
  3. «Latte – Definition of latte by Merriam-Webster». merriam-webster.com 
  4. «latte – definition of latte in English from the Oxford dictionary». oxforddictionaries.com 
  5. «caffellatte in Vocabolario». Treccani 
  6. «Caffè Latte». starbucks.com 
  7. Charles Leroux. 2006. The bootleg latte: Would you make one? October 5. Chicago Tribune.
  8. Ohrt, Andreas (22 de novembro de 2006). «Send the Savings to the Poor Dehydrated Children of the World Who Don't Live Within a Half a Block of a Coffee Shop». Boise Weekly. Consultado em 26 de janeiro de 2010. Arquivado do original em 23 de agosto de 2018 
  9. Allison, Melissa (12 de setembro de 2006). «Baristas Having a Cow Over Dairy 'Thefts'». The Seattle Times. Consultado em 16 de junho de 2010 
  10. Glaister, Dan (18 de setembro de 2006). «Ghetto-lattes have baristas in a froth». The Guardian. Consultado em 29 de junho de 2009 
  11. Leroux, Charles (5 de outubro de 2006). «The bootleg latte: Would you make one?». Chicago Tribune. Consultado em 18 de julho de 2008 
  12. Brown, Mary Jane (13 de novembro de 2018). «5 Health Benefits of Rooibos Tea (Plus Side Effects)». healthline.com. Consultado em 22 de maio de 2020 
  13. Booth, Robert (8 de agosto de 2010). «Taiwan launches 'gastro-diplomacy' drive». The Guardian. Consultado em 1 de abril de 2020 
  14. Ulaby, Neda. «Sea Salt Latte: Is 85C The Next Coffee Craze?». www.npr.org. NPR. Consultado em 1 de abril de 2020