Lauren Weisberger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade.
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lauren Weisberger
Lauren Weisberger (2013)
Nascimento 28 de março de 1977 (40 anos)
Scranton,  Pensilvânia,  Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Ocupação Escritora
Gênero literário Comédia

Lauren Weisberger (Scranton, 28 de março de 1977) é uma escritora norte-americana, autora do best-seller O Diabo Veste Prada, de 2003.

Obras[editar | editar código-fonte]

O Diabo Veste Prada[editar | editar código-fonte]

O Diabo Veste Prada, primeiro livro de Weisberger, passou seis meses na lista do Best Seller do New York Times. Em julho de 2006 foi o livro de capa molde mais vendido do mercado entre as melhores do país. Há muita especulação sobre se a personagem de Miranda Priestly é baseada em Anna Wintour, editora-chefe da Vogue. É dito que a editora fictícia Elias-Clark foi modelada à Condé Nast.

Neste irresistível romance, o leitor irá conhecer Andrea Sachs, uma jovem recém-formada que conquista um emprego que deveria deixar roxas de inveja milhares de garotas: o de assistente de Miranda Priestly, reverenciada editora da revista Runway Magazine, a mais bem-sucedida revista de moda do momento. Logo ela percebe, porém, que o emprego pelo qual um milhão de meninas dariam a vida para ter pode simplesmente acabar com a dela.

Todo Mundo Que Vale a Pena Conhecer[editar | editar código-fonte]

Segundo romance de Weisberger, Todo Mundo Que Vale a Pena Conhecer, foi publicado em 2005, e baseia-se nos ensaios e atribulações do mundo das relações públicas da Cidade de Nova Iorque. Ele recebeu diversas criticas desfavoráveis. The New York Times Book Review o descreveu como “estúpido e desajeitado.” EUA Today chamou-o de “imitação medíocre”. Apesar de estrear na lista de Best Sellers do New York Times em décimo lugar, caiu em duas semanas e foi anotado para suas vendas decepcionantes. A editora pagou Weisberger $ 1 milhão pelo romance e o áudio livro foi lido pela atriz Eliza Dushku.

À Caça de Harry Winston (título no Brasil) ou Procura-se diamante para relacionamento sério (título em Portugal)[editar | editar código-fonte]

À Caça de Harry Winston (título no Brasil) ou Procura-se diamante para relacionamento sério (título em Portugal) é o terceiro romance de Weisberger, que foi lançado em 2008. Nele Emmy, Leigh e a brasileira Adriana estão enfrentando o horror de completar 30 anos. Emmy estava a dois passos do casamento perfeito quando seu namorado a trocou pela personal trainer. Leigh é considerada o novo talento na editora onde trabalha, mas sua vida amorosa não anda tão bem quanto pensava. A bela brasileira Adriana tenta deixar para trás seu velho estilo de vida como filhinha de papai que vive dormindo fora a fim de conseguir um Harry Winston em seu dedo antes que as primeiras rugas comecem a aparecer. As três amigas decidem fazer um grande pacto: mudar radicalmente suas vidas em um ano. O livro foi duramente atacado pela critica e foi eleito o pior livro do ano de 2008 pela revista Entertainment Weekly.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • O Diabo veste Prada - no original The Devil Wears Prada (2003)
  • Sexo, intrigas e glamour - no original Everyone Worth Knowing (2005)
  • À Caça de Harry Winston (título no Brasil) ou Procura-se diamante para relacionamento sério (título em Portugal) - no original Chasing Harry Winston (2008)
  • A Última Noite no Chateau Marmont - no original Last Night at Chateau Marmont (2010)[1]
  • A vingança veste Prada: o diabo está de volta - no original Revenge Wears Prada (2013)
  • The Singles Game (2016)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (August 11, 2010). Book Review, Entertainment Weekly