Laurence des Cars

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Laurence des Cars
Nome completo Laurence Élisabeth de Pérusse des Cars
Nascimento 13 de junho de 1966 (55 anos)
Antony
Nacionalidade França
Alma mater École du Louvre

Laurence des Cars, nascida Laurence Élisabeth de Pérusse des Cars, (Antony, 13 de junho de 1966) é uma curadora geral francesa do patrimônio e historiadora da arte, atual diretora do Musée d'Orsay e do Musée de l'Orangerie.[1] Ela foi nomeada para assumir o cargo de diretora do Museu do Louvre a partir de 1.º de setembro de 2021.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Laurence des Cars nasceu em Antony, França. Ela é filha do jornalista e escritor Jean des Cars e neta do romancista Guy des Cars (ele mesmo o segundo filho de François de Pérusse des Cars, 5.º Duque de Cars).[1] Ela estudou história da arte na Universidade Paris-Sorbonne e na École du Louvre, depois ingressou no Instituto do Patrimônio Nacional e assumiu seu primeiro cargo como curadora no Musée d'Orsay em 1994.[3]

Ela é especialista em arte do século XIX e início do século XX. Como professora na École du Louvre, ela organizou muitas exposições para vários museus, como: 'L'Origine du monde, em torno de uma obra-prima de Courbet' (Musée d'Orsay, 1996); 'Jean-Paul Laurens, pintor de história' (Musée d'Orsay, Musée des Augustins, 1997–1998); 'Edward Burne-Jones' (Museu Metropolitano de Arte, Museu de Birmingham, Musée d'Orsay, 1998–1999);[4] 'Courbet et la Commune' (Musée d'Orsay, 2000); 'Thomas Eakins, an American Realist' (Museu de Arte da Filadélfia, Musée d'Orsay, Museu Metropolitano de Arte, 2001–2002); 'Édouard Vuillard' (Galeria Nacional de Arte, Museu de Belas Artes de Montreal, Galerias Nacionais do Grand Palais, Royal Academy of Arts, 2003–2004); 'Gustave Courbet' (Galerias Nacionais do Grand Palais, Museu Metropolitano de Arte, Musée Fabre, 2007–2008); 'Jean-Léon Gérôme' (Museu Getty, Musée d'Orsay, Museu Thyssen-Bornemisza, 2010-2011);[3] 'Louvre Abu Dhabi, Nascimento de um museu' (Museu Manarat Al Saadiyat, Musée du Louvre, 2013 - 2014); 'Atacando o Sol: Homenagem ao Marquês de Sade' (Musée d'Orsay, 2014–2015); 'Apollinaire, o olhar do poeta' (Musée de l'Orangerie, 2016); 'Pintura americana dos anos 1930' (Musée de l'Orangerie, 2016–2017).

É autora de vários ensaios ilustrados, incluindo um livro sobre pré-rafaelitas para a coleção 'Découvertes Gallimard', Les Préraphaélites: Un modernisme à l'anglaise (1999); L'art français : Le XIXᵉ siècle (Flammarion, 2008); Le petit dictionnaire Vallotton en 21 obsessions (RMN Grand Palais, 2013), e assim por diante.

Laurence des Cars foi nomeada diretora científica da Agence France-Muséums em julho de 2007, operadora francesa responsável pelo desenvolvimento do Louvre Abu Dhabi. Ela também foi promovida a curadora geral do patrimônio em 2011 e foi nomeada diretora do Musée de l'Orangerie em janeiro de 2014, pela Ministra da Cultura, Aurélie Filippetti.[5][6][7][8] Em 27 de fevereiro de 2017, ela foi oficialmente nomeada diretora do Musée d'Orsay pelo então presidente francês François Hollande.[1][9]

Ela foi nomeada para assumir o cargo de diretora do Museu do Louvre a partir de 1º de setembro de 2021, tornando-se a primeira mulher a ocupar o cargo nos 228 anos de história do estabelecimento.[2]

Honras[editar | editar código-fonte]

Laurence des Cars tem o grau de cavaleiro da Legião de Honra e da Ordem Nacional do Mérito, oficial de Artes e Letras.[10]

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Muñoz-Alonso, Lorena (28 de fevereiro de 2017). «Laurence des Cars Is the New Director of Paris's Musée d'Orsay». Artnet News. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  2. a b «Louvre museum will be headed by woman for first time in its 228-year history». France 24 (em inglês). 26 de maio de 2021. Consultado em 26 de maio de 2021 
  3. a b «Aurélie Filippetti, ministre de la Culture et de la Communication a nommé Laurence des Cars au poste de Directrice du musée de l'Orangerie». Ministry of Culture of France (em francês). 21 de janeiro de 2014. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  4. Des Cars, Laurence (2000). The Pre-Raphaelites: Romance and Realism. Col: 'New Horizons' series. Traduzido por Garvie, Francisca. London: Thames & Hudson. p. 128. ISBN 978-0-500-30100-5. About the author 
  5. Greenberger, Alex (28 de fevereiro de 2017). «Musée d'Orsay Appoints Laurence des Cars as Director». Artnet News. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  6. «Arrêté du 1er janvier 2014 portant nomination de la directrice du musée national de l'Orangerie des Tuileries». Légifrance (em francês). 16 de janeiro de 2014. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  7. Bietry-Rivierre, Eric (4 de março de 2014). «Laurence des Cars, la patronne de l'Orangerie». Le Figaro (em francês). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  8. Noce, Vincent (12 de julho de 2013). «LAURENCE DES CARS PRESSENTIE À L'ORANGERIE». Libération (em francês). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  9. Rykner, Didier (28 de fevereiro de 2017). «Nomination de Laurence des Cars à la tête du Musée d'Orsay». La Tribune de l'art (em francês). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  10. «Légion d'honneur : une femme chevalier pour défendre le patrimoine». fr (em francês). 27 de março de 2016. Consultado em 31 de janeiro de 2018