Lavínio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde maio de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Lavínio , em latim Lavinium, é o nome de uma cidade lendária que teria sido edificada por Eneias em honra de Lavínia, sua nova esposa. Segundo a mitologia romana, os versos de Ovídio e outros escritos, Eneias teria fugido de Troia, durante sua destruição pelos gregos. A cidade teria sido fundada pelo ano 1200 a.C. (Idade do Bronze).

A lenda sobre a fundação[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Eneias

Eneias, príncipe troiano refugiado da Guerra de Troia navegou pelo mar Egeu e pelo mar Mediterrâneo até chegar à região do Lácio. Ao chegar, casou-se com a princesa Lavínia, filha do rei Latino e fundou uma cidade em homenagem à esposa. Os habitantes que passaram a residir na cidade se denominavam latinos.

A linhagem de Eneias perdurou pelo povo latino, com a fundação da cidade de Alba Longa por Iulo, filho de Eneias. Dessa linhagem mais tarde surgiriam Rômulo e Remo, fundadores de Roma.

Restos arqueológicos[editar | editar código-fonte]

Os restos arqueológicos de Lavínio (Antica Lavinium) situam-se no distrito de Pratica di Mare, comuna de Pomezia, no Lácio, Itália, onde existe o Museo Civico Archeologico Lavinium.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Città di Pomezia» (em italiano). Consultado em 05 de maio de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia romana é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.