Lavash

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lavash: preparação, significado e aspeto do pão tradicional, como expressão cultural na Arménia
Pan armenio en el mercado de Yerevan.JPG
Variedades de lavash
País(es)  Armênia
Domínios Artes cénicas
Conhecimentos e usos relacionados com a natureza e o universo
Técnicas artesanais tradicionais
Tradições e expressões orais
Usos sociais, rituais e atos festivos
Referência 00985
Região Europa e Ásia
Inscrição 2014 (9.ª sessão)
Lista Lista Representativa
Unesco Cultural Heritage logo.svg UNESCO-ICH-blue.svg
Tradição cultural de fabricar e partilhar o pão achatado denominado lavash, katyrma, jupka ou yufka
Fladenbrot-1.jpg
Yufka como pão achatado turco usado na elaboraçção do dürüm.
País(es)  Azerbaijão
Cazaquistão
 Irão
 Quirguistão
 Turquia
Domínios Conhecimentos e usos relacionados com a natureza e o universo
Tradições e expressões orais
Usos sociais, rituais e atos festivos
Referência 01181
Região Europa e Ásia
Inscrição 2016 (11.ª sessão)
Lista Lista Representativa
Unesco Cultural Heritage logo.svg UNESCO-ICH-blue.svg

Lavash (em língua turca, lavaş; língua azeri, lavaş; língua arménia, լավաշ; também grafado “lahvash”) [1], ou pão-folha, é o pão típico da Arménia e mais tarde adotado em vários países da Ásia Central e Menor.[carece de fontes?] É um pão feito com farinha de trigo, sem levedura, o que permite obter uma apa bem fina. Estas apas ficam secas em pouco tempo e podem ser armazenadas durante vários meses; para as consumir, basta salpicar com água, envolver num pano de cozinha e em meia hora, o lavash está pronto para ser usado; pode então ser aquecido para acompanhar uma refeição, ou recheado. [2]

Tradicionalmente, depois de estendidos, os lavash são ajustados às paredes do forno onde vão cozer; na Arménia, este forno é chamado “tonir”, no Irão, “tanur” e “tanduri” na Turquia. Uma questão cultural importante é que este pão é usado também nas cerimónias eucarísticas da Igreja Apostólica Arménia. [1]

Existe uma versão do Médio Oriente (sem indicação do país) em que se faz “lavash” com levedura, para obter retângulos de massa, que podem ser usadas para enrolar recheios. [3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Matnakash, pão de origem arménio
  • Yufka, uma variante mais delgada de lavash, de origem turca
  • Matzá

Referências