Le Chef-d'œuvre inconnu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Le Chef-d'œuvre inconnu
A obra-prima desconhecida (BR)
Ilustração de Pierre Vidal
Autor(es) Honoré de Balzac
Idioma Francês
País  França
Género Estudo filosófico
Série Études philosophiques
Linha temporal 1612
Localização espacial Paris
Ilustrador Pierre Vidal
Editora L'Artiste
Lançamento 1831
Edição brasileira
Tradução Osvaldo Fontes Filho e Leila de Aguiar Costa
Editora Fap-Unifesp: Escuta
Lançamento 2012
Páginas 188
ISBN 9788561673437
Cronologia
Melmoth réconcilié
Gambara

Le Chef-d'œuvre inconnu (em português, A Obra-Prima Ignorada) é um conto escrito em 1831 pelo autor francês Honoré de Balzac. Publicado primeiramente no jornal L'Artiste, foi integrado à sua La Comédie humaine em 1846 e faz uma reflexão sobre a arte literária.

Neste conto a acção passa-se no século XVII e que, portanto, não tem ligação com o restante d'A Comédia Humana. Estamos aqui no terreno das artes plásticas, que Balzac tanto prezava. Mestre Frenhofer pinta sua tela, mas nunca se satisfaz com o resultado e põe-se a refazê-la obsessivamente, pois seu desejo é chegar à essência da arte. Contudo, essa sede de perfeição porá tudo a perder, inclusive sua sanidade. É o conceito de que "o pensamento mata o pensador", presente em diversas obras dos Estudos Filosóficos, além desta, como La Recherche de l'absolu e La Peau de chagrin. Há suspeitas de que as ideias sobre pintura expostas na história são, na verdade, de Delacroix, grande amigo do autor.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.