Le sceptre d'Ottokar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Le sceptre d'Ottokar
8º Álbum da série regular
Imagem ilustrativa padrão; esse artigo não possui imagem.
País de origem  Bélgica
Língua de origem Francês
Editora(s) Casterman
Colecção Les Aventures de Tintin
Primeira edição 1939 (p&b)
1947 (cor)
Número de páginas 108 (p&b)
62 (cor)
Primeira publicação Le Petit Vingtième de 4 de agosto de 1938 a 10 de agosto de 1939
Género(s) Aventura
Autor(es) Hergé
Colorista(s) Studios Hergé
Personagens principais Tintim
Milu
Dupond e Dupont
Local da acção Bélgica
Sildávia
Título(s) em português O Ceptro de Ottokar
Colecção As Aventuras de Tintim
Outros títulos O Cetro de Otokar
Títulos da série regular
L'Île Noire
Le Crabe aux pinces d'or

O Ceptro de Ottokar ou O Cetro de Otokar (Le Sceptre d'Ottokar, no original em francês) é um álbum de história em quadrinhos da série As Aventuras de Tintim, produzida pelo belga Hergé. é o oitavo álbum da série de banda desenhada franco-belga As Aventuras de Tintim, produzida pelo belga Hergé. Encomendado pelo jornal belga Le Vingtième Siècle para o seu suplemento juvenil Le Petit Vingtième, foi editado semanalmente entre 4 de agosto de 1938 a 10 de agosto de 1939 e republicado no formato álbum pela Casterman em 1939. Hergé pretendia a história como uma crítica satírica das políticas expansionistas da Alemanha nazista, em particular a anexação da Áustria em março de 1938 (o Anschluss). A história mostra o jovem jornalista belga Tintim e o seu cão Miluq ue viajam para a fictícia nação balcânica de Sildávia, onde combatem um complô para derrubar a monarquia do rei Muskar XII.

A história[editar | editar código-fonte]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Tintim chega em um pequeno país do leste europeu chamado Sildávia, acompanhando um velho professor. Descobre que a Bordúria quer apoderar-se do controle do reino, roubando o Ceptro de Otokar, o ceptro é venerado pelo povo e o rei deve usá-lo no desfile de São Vladimir, festa nacional de Sildávia, caso contrário perderá o direito ao trono. Tintim descobre isto e tenta avisar o rei, mas é impedido de entrar no residência do rei, o palácio de Kropow, que está fortemente protegido por tropas reais. Apesar disso, o espião de Bordúria, Mustler, consegue roubar o ceptro e tenta fugir do reino. Tintim consegue recuperar o ceptro e retorna ao palácio, mesmo antes do começo do desfile. Assim a Sildávia mantém sua independência.


Adaptações[editar | editar código-fonte]

Le Sceptre d'Ottokar é uma das aventuras de Tintin que foram adaptadas para a primeira série animada de Tintin, Les aventures de Tintin, d'après Hergé pelo estúdio belga Belvision em 1957, dirigido por Ray Goossens e escrito por Michel Greg, ele mesmo um cartunista conhecido que em anos posteriores se tornaria editor-chefe da revista Tintim. L'oreille cassée foi dividido em 6 episódio em coloridos de 5 minutos que desviaram da trama original de Hergé de várias formas.[1]

L'Île Noire foi adaptado para um episódio da série de televisão As Aventuras de Tintim, do estúdio francês Ellipse Animation e o canadense Nelvana. Dirigido por Stéphane Bernasconi, o personagem de Tintin teve a voz de Thierry Wermuth.[2]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde fevereiro de 2012).

Referências

  1. Lofficier, Jean-Marc; Lofficier, Randy (2002). The Pocket Essential Tintin. Harpenden, Hertfordshire: Pocket Essentials. pp. 87-88 ISBN 978-1-904048-17-6.
  2. Lofficier, Jean-Marc; Lofficier, Randy (2002). The Pocket Essential Tintin. Harpenden, Hertfordshire: Pocket Essentials. p. 90 ISBN 978-1-904048-17-6.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.