Leandrinho (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leandrinho
Informações pessoais
Nome completo Leandro Cordeiro de Lima Silva
Data de nasc. 25 de setembro de 1993 (26 anos)
Local de nasc. Espinosa (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,78 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Vitória de Setúbal
Número 25
Posição Volante
Clubes de juventude
2004–2013 Santos
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2012–2016
2016–2019
2019–
Santos
Rio Ave
Vitória de Setúbal
0064 0000(1)
0028 0000(0)
0009 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 8 de dezembro de 2019.

Leandro Cordeiro de Lima Silva, mais conhecido como Leandrinho (Espinosa, 25 de setembro de 1993), é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente joga no Vitória de Setúbal.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Santos[editar | editar código-fonte]

Um dos destaques da categoria de base do Santos, Leandrinho foi promovido ao time principal em 2012, porém ainda atuava pelo time sub-20 durante 2012 e 2013. Em 2013 foi campeão Copa São Paulo e ganhou espaço na equipe principal. Logo após a queda do técnico Muricy Ramalho e a entrada de Claudinei Oliveira à equipe, Leandrinho foi titular da equipe durante as primeiras partidas do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, onde marcou seu primeiro gol no empate de 1 a 1 contra o CRAC.

Rio Ave[editar | editar código-fonte]

No dia 8 de julho de 2016. o volante foi vendido para o Rio Ave, de Portugal.[1]

Vitória de Setúbal[editar | editar código-fonte]

Após três temporadas no Rio Ave, foi confirmado como novo reforço do Vitória de Setúbal no dia 2 de setembro de 2019.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Categoria de base[editar | editar código-fonte]

Santos

Profissional[editar | editar código-fonte]

Santos

Referências

  1. «Santos negocia saída de Leandrinho para o futebol português». Consultado em 9 de julho de 2016 
  2. «Defesa Jubal e médio Leandrinho reforçam V. Setúbal». Jornal Record. 2 de setembro de 2019. Consultado em 15 de dezembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]