Lee De Forest

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lee De Forest
Tríodo
Nascimento 26 de agosto de 1873
Council Bluffs, Iowa, Estados Unidos
Morte 30 de junho de 1961 (87 anos)
Hollywood, Califórnia, Estados Unidos
Sepultamento Cemitério San Fernando Mission
Nacionalidade Estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Progenitores
  • Rev. Henry Swift de Forest
  • Anna Margaret Robbins
Cônjuge Nora Stanton Barney, Marie Mosquini, Lucille Sheardown
Alma mater
  • Universidade Yale
  • Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas de Yale
  • Northfield Mount Hermon School
Ocupação físico, inventor, engenheiro, diretor de cinema, engenheiro elétrico, produtor cinematográfico
Prêmios Medalha de Honra IEEE (1922), Medalha Elliott Cresson (1923)[1], National Inventors Hall of Fame (1977)
Empregador Instituto de Tecnologia de Illinois
Campo(s) Física, invenção
Obras destacadas tríodo
Página oficial
http://www.leedeforest.org/

Lee De Forest (Council Bluffs, 26 de agosto de 1873Hollywood, 30 de junho de 1961) foi um físico e inventor estadunidense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Forest foi um físico que pesquisou componentes e aparelhos dedicados para a gravação e reprodução de sons, assim como instrumentos de aplicação nos campos da eletromedicina e da telefonia.

Desenvolveu centelhadores com circuitos sintonizados que seriam futuramente utilizados em bisturis eletrônicos, embora este feito não lhe seja atribuído oficialmente.

Sua vida acadêmica no campo da física iniciou em 1893 quando entrou na Universidade de Yale, doutorando-se em física em 1899.

Trabalhou em pesquisas sobre eletricidade e propagação de ondas eletromagnéticas. Compôs uma tese sobre reflexão de ondas hertzianas. Este trabalho teórico, é considerado um dos primeiros reconhecidos que tratam sistematicamente sobre o fenômeno da radiotransmissão e radiorecepção.

Em 1907 De Forest patenteou a válvula tríodo e desenvolveu um detector eletrolítico para ondas de rádio. No mesmo ano transmitiu programas musicais experimentalmente para a cidade de Nova York, sendo uma das primeiras transmissões comerciais conhecidas, e reconhecidamente com audiência, embora acadêmica.

Em 1908 transmitiu sinais radiofônicos do alto da torre Eiffel, em Paris. Esta transmissão experimental foi captada pelos postos militares da região, comprovando desta forma a possibilidade do rádio para fins bélicos.

Patentes[editar | editar código-fonte]

Imagens de patentes em formato TIFF:

  • Patente E.U.A. 748 597 "Wireless Signaling Device" (antena direcional), depositada em dezembro de 1902, emitida em janeiro de 1904;
  • Patente E.U.A. 824 637 "Dispositivo responsivo à oscilação" (diodo detector de tubo de vácuo), depositada em janeiro de 1906, emitida em junho de 1906;
  • Patente E.U.A. 827 523 "Wireless Telegraph System" (antenas separadas de transmissão e recepção), depositada em dezembro de 1905, emitida em julho de 1906;
  • Patente E.U.A. 827 524 Wireless Telegraph System", depositada em janeiro de 1906 e emitida em julho de 1906;
  • Patente E.U.A. 836 070 "Dispositivo responsivo à oscilação" (detector de tubo de vácuo – sem grade), depositada em maio de 1906, emitida em novembro de 1906;
  • Patente E.U.A. 841 386 "Wireless Telegraphy" (detector de tubo de vácuo ajustável – sem grade), depositada em agosto de 1906, emitida em janeiro de 1907;
  • Patente E.U.A. 841 387 "Dispositivo para amplificar correntes elétricas fracas" (...), depositada em agosto de 1906, emitida em janeiro de 1907;
  • Patente E.U.A. 876 165 "Wireless Telegraph Transmitting System" (acoplador de antena), depositada em maio de 1904, emitida em janeiro de 1908;
  • Patente E.U.A. 879 532 "Telegrafia Espacial" (detector de sensibilidade aumentada - mostra claramente a grade), depositada em janeiro de 1907, emitida em 18 de fevereiro de 1908;
  • Patente E.U.A. 926 933 "Telegrafia sem fio";
  • Patente E.U.A. 926 934 "Dispositivo de sintonia de telégrafo sem fio";
  • Patente E.U.A. 926 935 "Transmissor de telégrafo sem fio", depositada em fevereiro de 1906, emitida em julho de 1909;
  • Patente E.U.A. 926 936 "Telegrafia Espacial";
  • Patente E.U.A. 926 937 "Telefonia Espacial";
  • Patente E.U.A. 979 275 "Dispositivo responsivo à oscilação" (placas paralelas em chama de Bunsen) depositada em fevereiro de 1905, emitida em dezembro de 1910;
  • Patente E.U.A. 1 025 908 "Transmissão de Música por Ondas Eletromagnéticas";
  • Patente E.U.A. 1 101 533 "Telegrafia sem fio" (antena direcional/localizador de direção), depositada em junho de 1906, emitida em junho de 1914;
  • Patente E.U.A. 1 214 283 "Telegrafia sem fio".

Referências

  1. «Laureates» (pdf) (em inglês). The Franklin Institute. Consultado em 1 de julho de 2015. Cópia arquivada em 1 de julho de 2015 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Lee De Forest

Precedido por
Reginald Fessenden
Medalha de Honra IEEE
1922
Sucedido por
John Stone Stone