Lee Kerslake

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lee Kerslake em 1973.

Lee Kerslake (nascido em 16 de abril de 1947 em Winton, Bournemouth, Dorset, Inglaterra) é um músico inglês, mais conhecido como baterista de longa data e vocalista de apoio da banda Uriah Heep, e por seu trabalho com Ozzy Osbourne no início dos anos 80.

No final dos anos 1960 e início da década de 1970, Kerslake tocou com uma banda chamada The Gods, lançando três álbuns. Ele então se juntou ao Uriah Heep em novembro de 1971, e deixou a banda em outubro de 1979, após o álbum Fallen Angel. Retornou a banda em abril de 1982, no clássico Abominog. Ele também tocou nos álbuns solo de David Byron e Ken Hensley, entre outros. No álbum Firefly, ele foi creditado como Lee "The Bear" Kerslake, uma referência a sua barba e ao seu físico 'avantajado'.

Em 1980, Kerslake encontrou o ex-vocalista do Black Sabbath, Ozzy Osbourne, por acaso em um elevador no Kings Cross Hotel, na Austrália. "Ele estava em uma esquina com seu guarda-costas e seu gerente, e eu estava no outro canto com o meu. Um pouco engraçado". A partir daí, a banda Blizzard of Ozz foi criada, com o baixista Bob Daisley e o guitarrista Randy Rhoads, que logo se tornou um projeto solo de Osbourne. O trabalho de Kerslake pode ser ouvido nos dois primeiros álbuns de Osbourne, Blizzard of Ozz e Diary of a Madman.

Kerslake deixou a banda de Osbourne no início de 1981 para cuidar de sua mãe, que adoeceu na época. Nas notas do álbum Diary of a Madman, Kerslake e Daisley não foram creditados, com o baterista Tommy Aldridge e o baixista Rudy Sarzo ganhando o crédito, mesmo não tocando no disco . Aldridge, tempos depois, declarou: "É óbvio que não toco nesse álbum. Nunca toquei nessa gravação e sempre concordei com Lee Kerslake, em suas entrevistas ou menções, que o crédito deveria ser dele".

Em 1998, Kerslake e Daisley entraram com uma ação contra Ozzy Osbourne e sua gerente / esposa Sharon Osbourne, requerendo royalties e créditos de composição por suas contribuições para a Blizzard of Ozz e Diary of a Madman. Como resultado, as reedições de 2002 de ambos os álbuns removeram os desempenhos de Kerslake e Daisley, substituindo-os por faixas recém-gravadas pelo baixista Robert Trujillo e pelo baterista Mike Bordin (quando os álbuns foram novamente reeditados em 2011, as faixas originais de baixo e bateria foram restauradas).

Em 2003, Kerslake se envolveu no "supergrupo" Living Loud, um projeto de hard rock também com o baixista Bob Daisley (anteriormente de Uriah Heep, Gary Moore, a banda Ozzy Osbourne, Rainbow e Black Sabbath), o guitarrista Steve Morse (Dixie Dregs, o Steve Morse Band, Kansas, Deep Purple) e o cantor Jimmy Barnes (Shark Island). O tecladista Don Airey (ex-Rainbow, atualmente com Deep Purple) fez uma participação. O grupo lançou um CD auto-intitulado, com várias faixas de Ozzy Osbourne de Daisley / Kerslake.

No início de 2007, foi anunciado no site do Uriah Heep que Kerslake deixou a banda "devido a problemas de saúde em andamento". Kerslake está atualmente semi-aposentado devido a doença. Recentemente, foi divulgado que ele sofre de câncer nos ossos e na próstata.

Em 15 de outubro de 2015, Kerslake e Ken Hensley se juntaram à atual formação do Uriah Heep na Prefeitura de Crocus, em Moscou, para um set de duas horas, relembrando a fase clássica da banda.

Kerslake, durante sua carreira, usou uma variedade de kits de bateria, incluindo Ludwig e Pearl, mas tornou-se estreitamente associado as marcas Premier e Tama, que ele tocou durante a maior parte da carreira. Ele também usa pratos Zildjian.

Discografia[editar | editar código-fonte]

With The Gods[editar | editar código-fonte]

  • Genesis (1968)
  • To Samuel a Son (1969)
  • The Gods Featuring Ken Hensley (1976)
  • Gods

With Head Machine[editar | editar código-fonte]

  • Orgasm (1970)

With Toe Fat[editar | editar código-fonte]

  • Toe Fat (1970)

With National Head Band[editar | editar código-fonte]

  • Albert One (1971)

With Uriah Heep[editar | editar código-fonte]

  • Demons and Wizards (1972)
  • The Magician's Birthday (1972)
  • Uriah Heep Live (1973)
  • Sweet Freedom (1973)
  • Wonderworld (1974)
  • Return to Fantasy (1975)
  • High and Mighty (1976)
  • Firefly (1977)
  • Innocent Victim (1977)
  • Fallen Angel (1978)
  • Abominog (1982)
  • Head First (1983)
  • Equator (1985)
  • Live at Shepperton '74 (1986)
  • Live in Europe 1979 (1986)
  • Live in Moscow (1988)
  • Raging Silence (1989)
  • Different World (1991)
  • Sea of Light (1995)
  • Spellbinder Live (1996)
  • King Biscuit Flower Hour Presents in Concert (1997)
  • Sonic Origami (1998)
  • Future Echoes of the Past (2000)
  • Acoustically Driven (2001)
  • Electrically Driven (2001)
  • The Magician's Birthday Party (2002)
  • Live in the USA (2003)
  • Magic Night (2004)
  • Between Two Worlds (2005)

With Ken Hensley[editar | editar código-fonte]

  • Proud Words on a Dusty Shelf (1973)

With David Byron[editar | editar código-fonte]

  • Take No Prisoners (1975)
  • Man of Yesterdays: The Anthology

With Ozzy Osbourne[editar | editar código-fonte]

With Living Loud[editar | editar código-fonte]

  • Living Loud (2003/04)
  • Live in Sydney 2004 (2005, 2CD/DVD)

With Berggren Kerslake Band[editar | editar código-fonte]

  • The Sun Has Gone Hazy (2014)
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.