Legacy of Kain: Soul Reaver 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Legacy of Kain: Soul Reaver 2
Produtora Crystal Dynamics
Editora(s) Eidos Interactive
Plataforma(s) PlayStation 2
Microsoft Windows
Sega Dreamcast
Data(s) de lançamento Estados Unidos 31 de outubro de 2001
Gênero(s) Ação/Aventura
Modos de jogo Single Player
Classificação Inadequado para menores de 17 anos i ESRB (América do Norte)

Legacy of Kain: Soul Reaver 2 é um Video game que foi lançado para Dreamcast, PlayStation 2 e para PC. É a sequência de Legacy of Kain: Soul Reaver e o terceiro game da série Legacy of Kain. Foi lançado em 2001, desenvolvido pela Crystal Dynamics e publicado pela Eidos Interactive que obteve sucesso limitado.

O game segue a jornada do espectro Raziel em sua busca por respostas sobre seu destino, enquanto encontra-se com e é manipulado por vários outros personagens, incluindo neste meio seu assassino vampiro e antigo mestre, Kain.

O título foi aclamado pelo desenvolvimento do storyline e gameplay melhorado em relação ao primeiro Soul Reaver. Todavia foi criticado por não trazer nenhuma missão secundária e ser relativamente mais fácil que seu predecessor. Estava programado para ser lançado com exclusividade para o sistema Sega Dreamcast, mas após a SEGA ter descontinuado sua plataforma, tornou-se também um título para Playstation 2.

História[editar | editar código-fonte]

O game inicia-se recontando a batalha final entre Kain e Raziel na sala da Máquina do Tempo Cronoplasta trascorrido em Legacy of Kain: Soul Reaver, e com os dois passando pelo portal através do tempo, para então emergirem 30 anos antes dos eventos descorridos em Blood Omen. Moebius, o Tecelão do Tempo, diz à Raziel que Kain encontra-se nos Pilares de Nosgoth, aos quais Raziel prossegue para confrontá-lo. Kain revela que tem planos para transformar a história, evitando as consequências de sua decisão, quando seu eu passado recusou-se a sacrificar-se para restaurar Nosgoth, condenando-a à decadência eterna. Kain então desaparece, e Raziel continua seu rumo para o norte. Eventualmente, encontra em seu caminho o vampiro Vorador, que lhe revela a existência de um profundo segredo do qual o já falecido vampiro Janos Audron era o único conhecedor. Decidido a descobri-lo, Raziel retorna à Fortaleza dos Seraphan, onde novamente depara-se com Kain, agora dizendo-lhe que a única maneira de mudar o passado é através da Soul Reaver, como ele já havia feito quando duelou com William o Justo empunhando uma futura encarnação da "Ceifeira" em Blood Omen. Kain entrega à Raziel a Soul Reaver material, a qual funde-se com sua contra-parte espectral tornando-se uma poderosa espada.

É neste momento que Raziel enfrenta um dilema: matar Kain e submeter-se ao destino, ou estabelecer seu livre arbítrio e recusar-se a faze-lo. Raziel evita aplicar o golpe fatal, mudando novamente o tempo antes de Kain desaparecer. O protagonista novamente encontra Moebius em sua câmara de fluxo temporal e o força a enviá-lo ao passado antes do extermínio vampírico promovido pela Ordem Seraphan, porém o Oráculo o engana.

Raziel encontra-se agora no futuro, aproximadamente 1 século após a recusa de Kain diante dos Pilares, numa Nosgoth que foi reduzida a uma terra apocalíptica e infestada por mutantes e demônios. O espectro adentra a morada em ruínas de Janos Audron escondida nas montanhas, onde Kain adverte que forças malignas atentam contra eles. Raziel prossegue para a Forja da "Ceifeira", onde encontra murais descrevendo uma guerra entre duas raças ancestrais, uma destas ostentando asas e adorando a Soul Reaver como uma relíquia sagrada. Estes seres eventualmente tornaram-se os primeiros vampiros devido a uma maldição de seus inimigos. Usando a "Ceifeira" fortalecida, Raziel encontra outro dispositivo de fluxo temporal e finalmente chega ao tempo de Janos Audron. Ele adentra o refúgio restaurado de Janos e abre caminho ao santuário do vampiro, no topo das montanhas. Lá, Janos revela-se como sendo o guardião da Reaver, uma arma vampírica que drena o sangue de suas vítimas, à qual Raziel é inexplicávelmente sugado para o seu interior. Súbitamente, os Seraphan atacam o refúgio, e Janos teleporta Raziel para longe, sacrificando-se para salva-lo. Raziel retorna para tentar salva-lo, mas apenas chega a tempo de ver sua forma humana arrancando-lhe o coração de seu peito. Os Seraphan partem enquanto o abrigo desaba, e Raziel conclama vingança enquanto Janos morre implorando a ele para que recuperasse a Reaver que os Seraphan haviam tomado.

O vingativo espectro persegue os Seraphan até sua fortaleza e lá enfrenta 5 de seus futuros irmãos vampíricos, agora pertencentes à Ordem. Ardilosamente, Moebius surge e usa o poder de seu cajado para anular a Soul Reaver espectral de Raziel, forçando-o a lutar com sua forma material.

Raziel luta, e com sua "Ceifeira" mata seus irmãos. Surge então um inimigo que Raziel já esperava por enfrentar: ele mesmo, como um humano e monge Seraphan. A batalha é ferrenha, mas eventualmente o espectro emerge vitorioso, impalando seu eu humano com a Soul Reaver. Após o duelo, a Soul Reaver espectral volta a unir-se com a material, e inesperadamente a arma volta-se contra Raziel e começa a lhe drenar as energias. Raziel, então, percebe seu trágico destino - tornar-se a entidade devoradora de almas residente da lâmina "Ceifeira", fazendo a mesma tornar-se de fato a Soul Reaver, e assim ficando eternamente preso a um círculo temporal sem fim.

Súbitamente, Kain surge das sombras e arranca a "Ceifeira" de Raziel, separando as duas lâminas e impedindo que o espectro continuasse a ser sugado por elas. Este evento muda a história de Nosgoth para pior, e Kain, agora possuíndo novas memórias criadas pela linha de tempo alterada, frenéticamente tenta dizer ao enfraquecido Raziel de que Janos Audron deveria continuar morto.

Enquanto Raziel desmaterializa-se e entra no Reino Espectral, ele descobre que a Soul Reaver espectral ainda está ligada a ele, e logo entende que Kain não mudou seu destino, mas apenas o postergou. Este final leva aos eventos decorridos em Legacy of Kain: Defiance.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]