Legato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Music-legato.png

O legato, palavra italiana, ou ligado[1] consiste em ligar as notas sucessivas, de modo que não haja nenhum silêncio entre elas.[2] Refere-se à maneira de executar uma frase musical. Opõe-se ao staccato.

É indicado na partitura por uma linha curva (ligadura), colocada acima ou abaixo das notas, ou pela palavra legato. O resultado a ser obtido é sempre uma ligação de notas sucessivas, num movimento contínuo.

Os instrumentistas de sopro e os cantores devem se abster de inspirar ou expirar, no meio da frase, enquanto os instrumentistas de arco deverão efetuar um único movimento contínuo com o arco. No piano, não se deve soltar uma tecla enquanto a outra não for acionada. No violão, no caso de as notas estarem na mesma corda, o legato é obtido exclusivamente pela mão esquerda, percutindo ou beliscando a corda, se o movimento for, respectivamente, ascendente ou descendente.

Podem suceder-se duas ou mais ligaduras. Só a primeira nota, ou seja, aquela de onde parte a ligadura, é articulada. As seguintes constituem uma prolongação da primeira.

A ligadura une sempre as cabeças das notas e não as hastes.[3]

Na grafia: ligando mais de duas notas de mesma altura, grafam-se tantas ligaduras quanto forem necessárias para que cada nota seja ligada à nota seguinte.

Quando há acidentes (sustenido, bemol, etc), a ligadura prolonga o efeito dos mesmos. Se a ligadura, no entanto, unir a última nota de uma pauta com a primeira nota da pauta seguinte, deve-se repetir o acidente na nova pauta.


Referências

  1. «Ligado». Michaelis On-Line. Consultado em 23 de maio de 2022 
  2. Grove Music Online legato
  3. BOHUMIL, Med. Teoria da Música - 5ª Ed,=. - Vade Mecum de teoria musical - Brasilia, DF: Musimed, 2017.