Lei de Liebig

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Justus von Liebig

A Lei de Liebig, também conhecida por Lei do Mínimo é um princípio utilizado principalmente na agricultura que estabelece que o desenvolvimento de uma planta ficará limitada por aquele nutrientes faltoso ou deficitário, mesmo que todos os outros elementos ou fatores estejam presentes. Foi desenvolvida pelos estudos em agricultura convencional no século XX, decorrente dos avanços científicos produzidos por Carl Sprengel, no início do século XIX, posteriormente popularizados por Justus von Liebig em seu livro Aplicações da química orgânica na agricultura e fisiologia, de 1840.[1][2]

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Liebig usava a imagem de um barril para explicar a lei. Assim como a capacidade de um barril com ripas de comprimento desigual é limitado pela ripa mais curta, o crescimento da planta é determinado pelo nutriente com menor oferta.

Referências

  1. Kreuz, Carlos Leomar; Lanzer, Edgar Augusto; Paris, Quirino (1995). «Funções de produção Von Liebig com rendimentos decrescentes». Pesquisa Agropecuária Brasileira. 30 (1): 95-106 
  2. Nodari, R. O.; Guerra, M. P. (2015). «A agroecologia: estratégias de pesquisa e valores». Estudos avançados. 29 (83): 183-207