Lembá Dilê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lembá Dilê[1][2] foi o primeiro Nkisi criado por Zambi, Sua cor é o branco, seu culto tem algumas semelhanças com o do Orixá Oxalá do Candomblé Ketu.

Lembá Dilê foi o primeiro Nkisi criado por Nzambi Mpungu (Deus Supremo), o mais Nkakulu (velho) conectado à criação do Mundo. Sua cor é o branco todas as histórias que relatam a criação do Mundo passam necessariamente por Lembá Dilê que foi o primeiro Nkisi concebido por Nzambi Mpungu e encarregado de criar não só o Universo como todos os seres, todas as coisas que existiriam no Mundo. A maior interdição de Lembá é de fato o azeite-de-dendê que jamais deve macular as suas roupas os seus objetos sagrados e muito menos o seu Mulele Ndele (Alá branco). O Mulele Ndele representa a própria criação, está intimamente relacionado com a concepção de cada ser é a síntese do poder criador masculino. A sua função primeira já remete ao seu significado profundo, ação de cobrir não evoca somente proteção e zelo, denota atividade masculina. Nas festas ritualísticas no Nzo, Lembá é homenageado por último porque ele é o grande símbolo da síntese de todas as origens. Ele representa a totalidade o único Nkisi que reside em todos os seres humanos, todos são seus filhos, todos somos irmãos já que a humanidade vive sob o mesmo teto o grande Mulele Ndele que nos cobre e protege. Nkassuté Lembá o sr do Mulele Ndele (Alá branco), ele é o Senhor ligado a criação irmão de Lembá Dilê, embora também se manifeste como um guerreiro audaz Nkassuté Lembá traz em seu caminho a representação dos muitos tempos passados e eternos.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre candomblé é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.