Leon Góes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.

Leon Góes (Natal, 15 de agosto de 1964) é ator brasileiro, irmão do diretor Moacyr Góes.

Filmes[editar | editar código-fonte]

Telenovelas e telesséries[editar | editar código-fonte]

Peças teatrais[editar | editar código-fonte]

Integrou a Companhia de Encenação Teatral, dirigida por seu irmão, Moacyr Góes.

Peças em que atuou:

  • "Baal" (pela qual ganhou o prêmio de ator revelação)
  • "Bonitinha mas Ordinária"
  • "Os Justos"
  • "Divinas Palavras"
  • "Pinóquio"
  • "A Almanjarra"
  • "Romeu e Julieta"
  • "O Livro de Jó"
  • "Fausto"
  • "Gigante da Montanha"
  • "Epifanias"
  • "Trilogia Tebana"
  • "Gregório"
  • "A Visita da Velha Senhora"
  • "Escola de Bufões" (pela qual recebeu o Prêmio Mambembe de Melhor Ator).
  • A Falecida[2]

Atuou e fez a adaptação e direção da peça "Chico Doido de Caicó".

Dirigiu "Rainha Esther", com Ida Gomes.

Referências

  1. a b c d e f «Leon Góes - filmografia». Adoro Cinema. S/data. Consultado em 20 de janeiro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «Bianca Rinaldi e Leon Góes estrelam o clássico rodrigueano 'A Falecida'». Globo Teatro. 11 de julho de 2013. Consultado em 20 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.