Leon Scott

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leon Scott
Nome completo Édouard-Léon Scott de Martinville
Conhecido(a) por invenção do mais antigo dispositivo de gravação de som que se tem conhecimento
Nascimento 25 de abril de 1817
Paris, Reino da França
Morte 26 de abril de 1879 (62 anos)
Paris, França
Nacionalidade francês
Ocupação impressor, bibliotecário

Édouard-Léon Scott de Martinville (25 de abril de 181726 de abril de 1879) foi um impressor, bibliotecário e vendedor de livros francês. Em 25 de março de 1857, ele inventou e patenteou o fonoautógrafo, o mais antigo dispositivo de gravação de som que se tem conhecimento.[1] Com este dispositivo, efetuou em 9 de abril de 1860 a mais antiga gravação da voz humana existente.[2] Diferente do fonógrafo, invenção de Thomas A. Edison em 1877, o aparelho de Scott somente criava uma imagem do som, e não tinha habilidade para executar a gravação.

Gravação reconhecível mais antiga da voz humana, efetuada em 9 de abril de 1860.[3]

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.


Referências

  1. Schoenherr, Steven E. «Leon Scott and the Phonautograph» (em inglês). Universidade de San Diego. Consultado em 5 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 11 de maio de 2008 
  2. «Oldest recorded voices sing again» (em inglês). BBC. 28 de março de 2008. Consultado em 5 de fevereiro de 2020 
  3. «The Phonautograms of Édouard-Léon Scott de Martinville» (em inglês). FirstSounds.org. Consultado em 5 de fevereiro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.