Leonardo Bora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Leonardo Bora
Carnavalesco Leonardo Bora no desfile de 2019 da Cubango.jpg
Leonardo Bora no desfile de 2019 da Cubango.
Nome completo Leonardo Augusto Bora
Nascimento 24 de julho de 1986 (36 anos)
Irati, PR
Alma mater Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Universidade Federal do Paraná
Ocupação Professor e Carnavalesco
Principais trabalhos Acadêmicos do Grande Rio

Leonardo Augusto Bora (Irati, 24 de julho de 1986) é um professor, pesquisador e carnavalesco brasileiro. Desde 2020, assina, ao lado de Gabriel Haddad, os carnavais do Acadêmicos do Grande Rio, escola de Duque de Caxias.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O primeiro contato com o carnaval ocorreu ainda na infância, em Irati, cidade do interior do Paraná, na época tinha uma das folias de rua mais expressivas do estado. Ajudava na confecção de adereços e alegorias para os desfiles na cidade. O primeiro contato com escolas de samba se deu com o Carnaval Virtual em 2007.[1]

Licenciado em Letras Português-Inglês pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná e Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná, Leonardo mudou para o Rio de Janeiro em 2012 para fazer o Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro, pesquisando as narrativas de enredo da carnavalesca Rosa Magalhães. Tornou-se doutor em Letras pela UFRJ em 2018. Bora também é professor da mesma instituição.[1]

Em 2013, compôs a comissão de carnaval da Mocidade Unida do Santa Marta, que desfilava na quinta divisão do carnaval carioca. Foram campeões.[2][3] Em 2014, alcançaram novamente o título.[4] Já em 2015, ao lado de Haddad, assinou o carnaval da Sossego. Em 2016, conquistaram o título na Intendente, levando a Sossego de volta à Sapucaí.

A estreia de Bora na Sapucaí se deu em 2018, assinando o carnaval da Acadêmicos do Cubango.[5] Em 2018 e 2019, com a assinatura de Leonardo e Gabriel, a Cubango ganhou o Estandarte de Ouro de Melhor Escola, chegando ao melhor resultado da agremiação em 2019, com o vice-campeonato do grupo de acesso do Carnaval do Rio.[6]

Em 2020, Bora-Haddad, como ficaram conhecidos, estrearam no Grupo Especial do carnaval carioca, assinando o desfile vice-campeão da Grande Rio, homenageando Joãozinho da Gomeia. A Grande Rio faturou seis Estandartes de Ouro: melhor escola, melhor samba-enredo, melhor enredo, melhor puxador, melhor Ala das Baianas, e o recém criado prêmio Fernando Pamplona para o Abre-alas da escola.[1]

No carnaval seguinte, em 2022, ao lado de Gabriel Haddad, conquistou o primeiro título da história da Grande Rio, assinando o enredo enredo "Fala Majeté! Sete chaves de Exu", que retratou o orixá Exu.[7] Com a dupla, a escola, além de conquistar título inédito, faturou quatro Estandarte de Ouro: Escola, Bateria, Enredo e Fernando Pamplona, prêmio de melhor inovação pelo último carro da escola.[8]

Carnavais assinados por Bora[editar | editar código-fonte]

Ano Escola de Samba Colocação Divisão Enredo Ref.
2013 Santa Marta Campeã Série D Dona Marta mexe o caldeirão da Mocidade
2014 Santa Marta Campeã Série C Na hora em que o sol se esconde
2015 Sossego 9.º lugar Série B Banananás - O encontro da Rainha Mariola Banana Pacova do Congo e d’Angola com o Rei Amazônico Ananás Ibá-Cachi, da Corte dos Abacaxis de Serpa
2016 Sossego Campeã Série B O Circo do Menino Passarinho
2018 Cubango 5.º lugar Série A O rei que bordou o mundo
2019 Cubango Vice-campeã Série A Igbá Cubango – a alma das coisas e a arte dos milagres
2020 Grande Rio Vice-campeã Especial Tata Londirá: O Canto do Caboclo no Quilombo de Caxias
2022 Grande Rio Campeã Especial Fala, Majeté! Sete chaves de Exu
2023 Grande Rio Especial Ô Zeca, o pagode onde é que é? Andei descalço, carroça e trem, procurando por Xerém, pra te ver, pra te abraçar, pra beber e batucar

Referências

  1. a b c d Leticia H. Pabis - Folha de Irati (6 de março de 2020). «Carnavalesco iratiense estreia no grupo especial do RJ». Consultado em 31 de outubro de 2021 
  2. SRZD-Carnaval (5 de setembro de 2012). «Mocidade Unida do Santa Marta: leia a sinopse na íntegra». 18h22. Consultado em 27 de maio de 2013 
  3. [1]
  4. Rodrigo Burgos - SRZD (6 de março de 2014). «Mocidade Unida do Santa Marta conquista título no Grupo C». 17h42. Consultado em 8 de março de 2014 
  5. «Cubango anuncia carnavalescos Leonardo Bora e Gabriel Haddad - Carnavalesco». Carnavalesco. 30 de março de 2017 
  6. Galeria do Samba (7 de fevereiro de 2019). «Acadêmicos do Cubango 2019» 
  7. «Resultados do Carnaval do Rio de Janeiro em 2022». Wikipédia, a enciclopédia livre. 26 de abril de 2022. Consultado em 26 de abril de 2022 
  8. «Grande Rio leva Estandarte de Ouro de melhor escola». O Globo. Consultado em 24 de abril de 2022