Leonino Di Ramos Caiado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leonino Di Ramos Caiado
Leonino Di Ramos Caiado, governador de Goiás
12.° Prefeito de Goiânia
Período 22 de outubro de 1969
até 30 de junho de 1970
Antecessor Iris Rezende
Sucessor Manuel dos Reis e Silva
66.° Governador de Goiás
Período 15 de março de 1971
até 15 de março de 1975
Antecessor Otávio Lage de Siqueira
Sucessor Irapuan Costa Júnior
Dados pessoais
Nascimento 14 de outubro de 1933 (85 anos)
Goiás
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Ilídia Maria Perilo Caiado
Pai: Leão Di Ramos Caiado
Cônjuge Maria de Lurdes Rodrigues
Profissão Engenheiro civil
linkWP:PPO#Brasil

Leonino Di Ramos Caiado (Goiás, 14 de outubro de 1933) foi um engenheiro civil e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Leão Di Ramos Caiado e de Ilídia Maria Perilo Caiado, descendente de tradicional família goiana. Seu avô, Torquato Ramos Caiado, foi senador. Entre seus parentes destacaram-se os deputados federais Brasílio Ramos Caiado (1971-1975 e a partir de 1979), Elcival Ramos Caiado (1975-1979) e Emival Ramos Caiado (1955 a 1963 e 1967 a 1971, também senador de 1971 a 1974), além de Mário de Alencastro Caiado, membro da junta governativa de seu estado em 1930, constituinte em 1934 e senador por Goiás de 1935 a 1937.

Fez seus estudos secundários no Liceu de Goiás e no Ginásio Salesiano Santa Rosa, no Rio de Janeiro. Cursou a Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro, tendo sido presidente do Centro Acadêmico e, mais tarde, vice-presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Em 1959 formou-se, especializando-se em espeleologia.

Iniciou suas atividades profissionais na construção de Brasília e exerceu depois o cargo de engenheiro-chefe da oitava residência do 12º Distrito Rodoviário do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) em Goiás. Deixando o DNER em 1964, foi nomeado, no ano seguinte, na interventoria do marechal Emílio Ribas Júnior (1965), superintendente do Plano de Obras do Desenvolvimento do Estado de Goiás. Durante sua gestão, de 1965 a 1969, construiu grupos escolares, ginásios, escolas normais, escolas rurais, postos de saúde e hospitais. Foi também secretário de Planejamento, tendo fundado a Companhia de Habitação do estado de Goiás.

De 1969 a 1970, foi prefeito de Goiânia e foi governador de Goiás, de 15 de março de 1971 a 2 de julho de 1973 e de 12 de junho de 1973 a 15 de março de 1975.[1]

Referências

  1. «Dossie Goiás, Relação de Governadores». Goiasnet. Consultado em 24 dezembro de 2013. Arquivado do original em 25 de dezembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Iris Rezende
Prefeito de Goiânia
22 de outubro de 196930 de junho de 1970
Sucedido por
Manuel dos Reis e Silva
Precedido por
Otávio Lage de Siqueira
Governador de Goiás
19711973
Sucedido por
Ursulino Tavares Leão
Precedido por
Ursulino Tavares Leão
Governador de Goiás
19731975
Sucedido por
Irapuan Costa Júnior