Lepidium meyenii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMacoa
raiz da maca
raiz da maca
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Brassicales
Família: Brassicaceae
Género: Lepidium
Espécie: L. meyenii
Nome binomial
Lepidium meyenii

A maca pelocudaana (Lepidium meyenii) é um vegetal crucífero nativo da região andina do Peru. O consumo do tubérculo deve-se ao seu valor nutritivo e conteúdo fitoquímico [1]. Suas propriedades etnomedicinais estão conectadas à fertilidade e à vitalidade. Um estudo realizado em 2002 demonstrou que a maca peruana tem uma alta atividade antioxidante em vista da sua habilidade em inibir peroxinitrito, DPPH, peroxilas e degradação da desoxirribose.[2] Comparada ao chá verde, a concentração de catequinas é muito inferior.

UTILIDADE CLÍNICA[editar | editar código-fonte]

Doença de Alzheimer[editar | editar código-fonte]

Melhora a capacidade de memorização e de aprendizado, provavelmente por aumentar os níveis de acetilcolina.[3]

Função sexual[editar | editar código-fonte]

Leva a aumento da libido em mulheres no climatério e homens adultos, segundo Xiao et al.[4][5]

Hiperplasia prostática[editar | editar código-fonte]

Um estudo com cobaias demonstrou que o uso da maca peruana pode reduzir o tamanho da próstata.[6]

Referências

  1. Dini et al., Chemical composition of Lepidium Meyenii, Food Chem., 49:347-347, 1994
  2. Sandoval et al., Antioxidant activity of the cruciferous vegetable Maca (Lepidium meyenii), Food Chem., 79:207-213, 2002.
  3. Akram, Muhammad; Nawaz, Allah (2017-4). «Effects of medicinal plants on Alzheimer's disease and memory deficits». Neural Regeneration Research. 12 (4): 660–670. ISSN 1673-5374. PMC PMC5436367Acessível livremente Verifique |pmc= (ajuda). PMID 28553349. doi:10.4103/1673-5374.205108  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. Shin, Byung-Cheul; Lee, Myeong Soo; Yang, Eun Jin; Lim, Hyun-Suk; Ernst, Edzard (6 de agosto de 2010). «Maca (L. meyenii) for improving sexual function: a systematic review». BMC Complementary and Alternative Medicine. 10. 44 páginas. ISSN 1472-6882. PMC PMC2928177Acessível livremente Verifique |pmc= (ajuda). PMID 20691074. doi:10.1186/1472-6882-10-44 
  5. Guzmán Martínez, Grecia (12 do março do 2018). «Maca andina: propiedades y beneficios de esta raíz medicinal de Perú» (em espanhol). Viviendolasalud. Consultado em 29 do maio do 2018.  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  6. Gonzales, C.; Leiva-Revilla, J.; Rubio, J.; Gasco, M.; Gonzales, G. F. (May 2012). «Effect of red maca (Lepidium meyenii) on prostate zinc levels in rats with testosterone-induced prostatic hyperplasia». Andrologia. 44 Suppl 1: 362–369. ISSN 1439-0272. PMID 21762188. doi:10.1111/j.1439-0272.2011.01190.x  Verifique data em: |data= (ajuda)