Leucomalácia periventricular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Periventricular leukomalacia
Especialidade pediatria
Classificação e recursos externos
CID-10 P91.2
CID-9 779.7
OMIM MTHU037926
DiseasesDB 9868
MedlinePlus 007232
eMedicine ped/1773
MeSH D007969
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Leucomalacia periventricular (LPV) é uma forma de lesão cerebral, caracterizado por a necrose (mais frequentemente coagulação) da substancia branca [1] perto dos ventrículos laterais. Ela pode afetar recém-nascidos e (menos comumente) fetos. Crianças prematuras estão em maior risco da doença. Os indivíduos afetados geralmente apresentam problemas no sistema motor ou outros atrasos de desenvolvimento. Podem desenvolver paralisia cerebral ou epilepsia mais tarde na vida.

Desenho dos ventrículos laterais e terceiro do cérebro. A LPV envolve a morte da substância branca ao redor dos ventrículos laterais em fetos e recém-nascidos. (Imagem de Anatomia de Gray , edição 1918)

Prevenção[editar | editar código-fonte]

Retardar o nascimento prematuro é considerado o passo mais importante na diminuição do risco de LPV. Métodos comuns para prevenir um parto prematuro incluem técnicas de auto-atendimento, repouso e medicamentos anti-contração.

Referências

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.