Lezíria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Uma lezíria (do árabe الجزيرة, al-jazira, «a ilha»; cognato de Argel e Argélia) designa uma zona agrícola muito fértil, situada na região do Ribatejo, em Portugal. As principais zonas de lezíria situam-se no vale do rio Tejo, nomeadamente no concelho de Vila Franca de Xira, mas também nos seus afluentes, como o rio Sorraia. Os mouchões da lezíria ribatejana são ilhas situadas entre o leito principal do Tejo e as margens deste. A lezíria forma-se devido a fenómenos de floculação na zona de contacto da água doce do rio com a água salgada, levando à precipitação das argilas em suspensão na água. Esse é o fenómeno típico na formação dos deltas. Deste ponto de vista, poder-se-ia considerar que o Tejo desagua em delta no Mar da Palha. A água salgada pode chegar até ao concelho da Azambuja. A lezíria é atravessada pela Ponte Marechal Carmona, em Vila Franca de Xira, e pela Ponte da Lezíria, entre o Carregado e Benavente.

Ver também[editar | editar código-fonte]