Liam Gallagher

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liam Gallagher
2017 RiP - Liam Gallagher - by 2eight - 8SC1566.jpg
Liam em 2017.
Informação geral
Nome completo William John Paul Gallagher
Nascimento 21 de setembro de 1972 (45 anos)
Origem Manchester, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Rock
Britpop
Instrumento(s) Vocal
Pandeireta
Guitarra
Período em atividade 1991 - actualmente
Gravadora(s) Creation Records
Big Brother Records
Epic Records
Afiliação(ões) Oasis, Beady Eye
Página oficial LiamGallagher.com

William John Paul Gallagher, conhecido como Liam Gallagher, (Manchester, 21 de Setembro de 1972) é um músico britânico. Foi o vocalista da banda Oasis, que liderou juntamente com seu irmão Noel Gallagher por mais de dez anos. Foi também líder e vocalista do Beady Eye.

Conhecido pelo seu comportamento agressivo, seu singular modo de cantar e sua atitude no palco, Liam Gallagher foi uma das figuras mais importantes do movimento Britpop e é um dos ícones da música britânica, tendo sido eleito, em 2010, por elementos da crítica especializada o maior frontman de todos os tempos.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Liam Gallagher na sua época com o Oasis.

Liam nasceu em 1972, filho de Thomas e Peggy Gallagher. Ele é o mais jovem de três filhos, os irmãos Paul (nascido em 11 de Janeiro de 1966) e Noel (nascido em 29 de Maio de 1967), pelos quais Liam é chamado carinhosamente de "nosso garoto". Quando Liam era criança, era frequentemente chamado de "Sombra da Peggy", por ser muito próximo à sua mãe. Quando ele tinha quatorze anos, sua mãe tomou Liam e seus irmãos e deixou seu pai, Thomas, que era alcoólatra.

Na escola, Liam conheceu Paul McGuigan, cujo apelido era "Guigsey", e os dois tornaram-se amigos. No começo dos anos 1990, Guigsey informou Liam que sua banda, "The Rain" (nome inspirado em uma canção dos Beatles), precisava de um vocalista, e Liam ofereceu-se. Liam tornou-se o compositor das músicas da banda, com Paul "Bonehead" Arthurs - que também era o guitarrista da banda. O recém-formado grupo musical fazia ensaios uma vez por semana, e não conseguiu fazer muitos shows. Após um dos raros shows de 1992, Noel Gallagher, após estar viajando pelos Estados Unidos como roadie da banda Inspiral Carpets, assistiu à performance. Sua opinião foi bastante crítica, classificando-os como "uma enorme merda". Também disse que "as músicas são horríveis", mas viu qualidades no grupo e ofereceu-se para entrar na banda, com a condição de que seria o líder e o compositor de todas as músicas e que o nome da banda passaria de The Rain para Oasis, nome de um pub em Manchester onde os Beatles se apresentavam. E em 1997, no Brit Awards, Liam comentou que a banda Spice Girls não ganharia nenhum prêmio, mas aconteceu o contrário, elas ganharam e a integrante Melanie C, que na época era a Sporty Spice, falou dele o provocando:

"Liam venha aqui e mostre que você é o bom".

As Spice Girls ganharam os dois principais prêmios da noite.

Sob a liderança de Noel, o Oasis adquiriu um contrato com uma gravadora e fez o álbum Definitely Maybe, que em 1994 tornou-se o mais vendido álbum de estreia na história da Inglaterra (esse recorde foi batido no ano de 2006 pelo grupo Arctic Monkeys com o álbum Whatever People Say I Am, That's What I'm Not ). Liam foi elogiado por sua performance, e sua presença tornou a banda muito popular. O segundo álbum, (What's the Story) Morning Glory? foi ainda mais bem sucedido, tornando-se o segundo álbum mais vendido na história da Grã-Bretanha.

A vida de Liam "no olho do furacão" não tem passado despercebida - está cheia de polêmica. Ele regularmente se envolve em discussões com membros da mídia, como aconteceu, por exemplo, quando chamou para a briga um fotógrafo que estava na parte de fora do hospital no qual sua namorada havia dado à luz seu filho Gene. Em 1 de Dezembro de 2002 ele quebrou vários dentes e ficou com escoriações faciais após uma briga em um hotel de Munique. Liam e o baterista Alan White foram presos, mas logo depois foram liberados sem pagar fiança. Contudo, o Oasis teve de cancelar o show, por causa dos machucados de Liam. Ele tem se envolvido em discussões e disputas com celebridades que vão desde Robbie Williams e John Lydon até o antigo baterista do Oasis, Tony McCaroll, e até mesmo seu irmão, Noel Gallagher.

Liam conheceu sua primeira esposa, Patsy Kensit, em 1994, e casou-se com ela em 7 de Abril de 1997. Deste casamento, tem um filho: Lennon Francis Gallagher, que nasceu em 13 de Setembro de 1999. O casal se separou em Setembro de 2000, logo depois que Noel anunciou que estava se separando de Meg Matthews. Pouco tempo depois do divórcio, Liam começou um relacionamento com Nicole Appleton, da banda britânica All Saints, e que atualmente canta com sua irmã no grupo The Appletons. O filho deste casal, Gene, nasceu em 3 de Julho de 2001. A música Songbird, de Liam, é dedicada para Nicole. Liam também tem uma filha chamada Molly, nascida em 1997, da cantora Lisa Moorish. Em 2013 Liam se separou de Nicole Appleton, em decorrência a uma suposta filha que ele teve com uma jornalista.

Liam também é dono de uma grife criada por ele mesmo, a Pretty Green, na qual ele também atua como modelo masculino.

Oasis retornou em 2000 com o disco Standing on the Shoulder of Giants. Paul "Bonehead" Arthurs e "Guigsy" McGuigan, membros fundadores da banda, deixaram o grupo durante a gravação, deixando então apenas Liam Gallagher como o último membro que havia participado da banda The Rain. Este álbum contém a primeira canção escrita por Liam, "Little James".[2] Dois anos depois, no disco Heathen Chemistry, a canção "Songbird" se tornou a primeira música composta por Liam a ser lançada como single. No trabalho seguinte, Don't Believe the Truth, mais três canções foram escritas por Liam Gallagher: "Love Like a Bomb" (em colaboração com Gem Archer), "The Meaning of Soul" e "Guess God Thinks I'm Abel").

Em 2008 os irmãos Gallagher lançaram seu último álbum como uma banda, Dig Out Your Soul, contando com as canções "I'm Outta Time", "Ain't Got Nothin'" e "Soldier On" escritas por Liam. O disco estreou em primeiro lugar na lista dos mais vendidos no Reino Unido na sua primeira semana, e na 5ª posição nas paradas de sucesso dos Estados Unidos. Contudo, em 2009, ainda durante a turnê de divulgação do álbum, o Oasis anunciou que estava encerrando suas atividades. Noel Gallagher citou diferenças com o irmão como motivo da separação do grupo, afirmando que não podia trabalhar mais com Liam. Era sabido da imprensa e dos fãs as constantes brigas entre os irmãos.[3]

Em novembro de 2009, Liam e outros ex membros do Oasis (Gem Archer, Andy Bell e Chris Sharrock) anunciaram sua intenção de trabalhar em músicas novas e começaram a gravar, formando a banda Beady Eye.[4][5] Em fevereiro de 2011, eles lançaram seu primeiro álbum, intitulado Different Gear, Still Speeding.[6] Dois anos mais tarde, seu segundo disco, BE, foi lançado.[7] A banda continuou fazendo shows mas em outubro de 2014, Liam anunciou que o grupo havia acabado.[8]

Em julho de 2015, em uma entrevista, Liam afirmou que não tinha intenções de seguir uma carreira solo.[9] Contudo, em 2016, ele manifestou interesse em lançar um disco solo para o ano seguinte.[10] Liam ainda continuou fazendo shows, como em 4 de junho de 2017, quando fez uma aparição no One Love Manchester e cantou "Rock 'N' Roll Star", "Wall of Glass" e "Live Forever" com Chris Martin e Jonny Buckland do Coldplay.[11] Gallagher também esteve presente no Rock am Ring, na Alemanha, em junho de 2017. No mesmo mês, fez presença no festival Pinkpop na Holanda. Ele, por fim, tocou no Festival de Glastonbury, onde cantou sucessos, como "Don't Look Back in Anger", e canções inéditas.[12]

Em 6 de outubro de 2017, Liam lançou seu primeiro álbum solo, As You Were, que foi um sucesso de público e crítica. O disco estreou em primeiro lugar nas paradas de sucesso do Reino Unido, vendendo pelo menos 103 000 cópias na sua primeira semana de vendas.[13]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes Melhor posição Certificações
UK
[14]
AUS
[15]
BEL
[16]
CAN
[17]
FRA
[18]
IRL
[19]
ITA
[20]
HOL
[21]
NZ
[22]
EUA
[23]
As You Were 1 9 13 28 24 1 4 15 13 30

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «G1 > Pop & Arte - NOTÍCIAS - Liam Gallagher é eleito melhor líder musical de todos os tempos». g1.globo.com. Consultado em 2 de junho de 2016 
  2. [1]
  3. McCormick, Neil (7 de julho de 2011). «Noel Gallagher regrets the end of Oasis». Blogs.telegraph.co.uk. Londres: Telegraph Media Group. Consultado em 3 de outubro de 2011 
  4. «Liam Gallagher: 'I'll play my first post-Oasis gigs in a couple of months'». NME. 13 de novembro de 2009. Consultado em 3 de outubro de 2011 
  5. «Liam Gallagher outlines solo LP plan». Newsbeat. BBC. Consultado em 19 de novembro de 2009 
  6. «Beady Eye Announces Album Details». Beady Eye. Consultado em 6 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 10 de dezembro de 2010 
  7. «"Beady Eye - Beady Eye name album BE"»  Página acessada em 29 de outubro de 2017.
  8. «Archived copy». Consultado em 7 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 5 de março de 2016 
  9. «Archived copy». Consultado em 5 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 5 de março de 2016 
  10. «Archived copy». Consultado em 26 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 16 de setembro de 2016 
  11. «Ariana Grande One Love Manchester concert live: Liam Gallagher makes surprise appearance». Telegraph.co.uk. 4 de junho de 2017 
  12. «"Liam Gallagher toca sucessos do Oasis, inéditas e emociona no Glastonbury 2017"»  Página acessada em 29 de outubro de 2017.
  13. «Liam Gallagher's As You Were charges in at Number 1 on the Official Albums Chart and sets new vinyl record». 29 de outubro de 2017 
  14. «Liam Gallagher - UK Charts». Official Charts Company. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  15. «ARIA Australian Top 50 Albums». Australian Recording Industry Association. 16 de outubro de 2017. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  16. Peak chart positions in Belgium:
  17. «Liam Gallagher – Chart History: Canadian Albums». Billboard. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  18. «Le Top de la semaine : Top Albums – SNEP (Week 41, 2017)» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  19. «Discography Liam Gallagher». irish-charts.com. Hung Medien. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  20. «Discography Liam Gallagher». italiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  21. «Discografie Liam Gallagher». dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  22. «Discography Liam Gallagher». charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  23. «Liam Gallagher Chart History». Billboard. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  24. «"British album certifications – Liam Gallagher"»  British Phonographic Industry. Página acessada em 29 de novembro de 2017.
  25. «Liam Gallagher é eleito melhor líder musical de todos os tempos» 
  26. «Liam Gallagher é eleito melhor vocalista de todos os tempos» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Liam Gallagher
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Liam Gallagher