Liam Payne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liam Payne
Liam em 2013.
Informação geral
Nome completo Liam James Payne
Também conhecido(a) como Daddy, Payno eLeeyum
Nascimento 29 de agosto de 1993 (24 anos)[1]
Local de nascimento Wolverhampton, Midlands Ocidentais[2]
 Inglaterra
Nacionalidade britânico
Gênero(s) Música pop, pop rock;[3]

EDM; House/Eletronic (como produtor musical)

Ocupação(ões) Cantor, compositor, produtor musical e remixer
Instrumento(s) Vocais, piano, teclado, violão e guitarra
Extensão vocal Barítono
Período em atividade 2010—presente
Outras ocupações Produtor musical, remixer
Gravadora(s) Syco,[4] Columbia[5]
Afiliação(ões) Karen e Geoff Payne
Influência(s) Ed Sheeran,[6] Oasis,[7] Justin Timberlake
Página oficial http://www.onedirectionmusic.com/ http://www.liampayneofficial.com/
Liam signature

Liam James Payne[8] (Wolverhampton, 29 de agosto de 1993)[2][9][10] é um cantor, compositor e produtor musical inglês. Payne ganhou fama internacional como membro da boy band de pop rock britânica One Direction.[11][12] Após a audição no The X Factor e ser aceito,[13] Nicole Scherzinger juntou Liam com outros quatro competidores, para formar o grupo que mais tarde se tornou conhecido como One Direction.[14] A criação do grupo tornou-se uma realidade e os cinco foram patrocinados por Simon Cowell.[15] Eles chegaram a final do programa e ficaram em terceiro lugar.[16] Embora não tenham ganhado, Cowell pagou um contrato com a gravadora Syco.[12][17]

No início, Liam não queria ser um cantor, mas sim um corredor olímpico. No entanto, ele decidiu ser cantor depois que seu talento foi descoberto na sua escola e se recusou a fazer parte de uma equipe olímpica.[18] Desde que se juntou a One Direction, Payne, junto com os companheiros de banda Niall Horan, Zayn Malik, Harry Styles e Louis Tomlinson, já lançaram cinco álbuns comercialmente bem sucedidos,[19][20][21][22][23] realizaram duas turnês mundiais[24][25] e ganharam vários prêmios, incluindo cinco BRIT Awards[26][27] e três MTV Video Music Awards.[28][29] O single de estreia, "What Makes You Beautiful", estreou no número um na UK Singles Chart[30] e desde então vendeu mais 5 milhões de cópias em todo o mundo,[31] tornando-se um entre os singles Best-sellers.[32][33] Em sua carreira com One Direction, escreveu canções como "Taken", "Everything About You", "Same Mistakes", "Last First Kiss", "Back For You" e "Summer Love", pertencentes aos álbuns Up All Night e Take Me Home.[34][35]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Liam Payne nasceu em 29 de agosto de 1993 em Wolverhampton, Midlands Ocidentais,[2][36] sob o nome de Liam James Payne.[8] Ele é filho de Geoff e Karen Payne e irmão mais novo de Ruth e Nicola Payne.[37][38][39][40] Quando Liam nasceu, ele apresentou muitos problemas de saúde que os médicos não conseguiram averiguar até três semanas depois de seu nascimento. Os médicos descobriram que a causa do mau funcionamento de seu corpo era que um de seus rins funcionava inadequadamente e para mantê-lo vivo era necessário injetar trinta e duas injeções no braço durante o dia e a noite. Ele também afirmou que seus primeiros anos foram passados no hospital e que na adolescência nunca teve sorte no amor.[41]

No crescimento, o seu maior sonho era se tornar o corredor olímpico.[18] Para isso, ele se levantava todos os dias às 5 da manhã para correr 8km antes de ir para a escola.[42] No entanto, ele decidiu ser cantor depois que descobriu seu talento na escola e se recusou a fazer parte de uma equipe olímpica.[18] Aos 12 anos, ele começou a aprimorar suas habilidades de cantar quando se juntou a Pink Productions, um grupo de artes cênicas, com sede em Wolverhampton, que lhe permitiu mostrar seu talento na frente de uma audiência real pela primeira vez.[43] Enquanto estudava no colégio, Liam foi uma vítima de bullying, então decidiu praticar um pouco de boxe,[44] ele comentou: "Eu tinha que aprender a defender-me, e aos doze anos, lutava contra o treinador de 38 anos. Eu quebrei meu nariz, tive meu tímpano perfurado e chegava a casa com o rosto machucado e inchado. Mas isso deu-me confiança. Eu saí-me muito melhor nos anos seguintes".[45] Posteriormente, estudou tecnologia musical na City of Wolverhampton College de Wolverhampton e, além de cantar, toca piano, violão e guitarra.[12][46]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2008-2015: One Direction[editar | editar código-fonte]

Liam fez a audição para o The X Factor em 2008, e Simon Cowell o eliminou na rodada final já que ele acreditava que ele era muito jovem. Cowell pediu-lhe para voltar a fazer a audição quando fosse maior.[47] Dois anos mais tarde, ele fez o teste novamente para The X Factor com "Cry Me a River" e recebeu aplausos de pé pelo público e por Cowell.[48][49] Na fase seguinte, ele interpretou "Stop Crying Your Heart Out", do Oasis, mas não entrou na categoria "Garotos", então integrou na banda One Direction.[12]

Após a audição para o The X Factor, a juíza Nicole Scherzinger sugeriu a Liam para fazer parte de um grupo chamado One Direction juntamente com Harry Styles, Zayn Malik, Niall Horan e Louis Tomlinson.[50] A criação do grupo tornou-se uma realidade e os cinco foram patrocinados por Simon Cowell.[51] Durante a competição, a banda interpretou vários temas como "My Life Would Suck Without You", de Kelly Clarkson e "Total Eclipse of the Heart" de Bonnie Tyler, que os fez um dos favoritos para ganhar a competição.[52][53] No entanto, eles ficaram em terceiro lugar, atrás de Rebecca Ferguson e do vencedor Matt Cardle.[54] Apesar de não terem vencido, Cowell pagou um contrato de 2 milhões de libras para One Direction assinar um contrato com a gravadora Syco.[51]

Em 2011, eles lançaram seu primeiro álbum de estúdio, Up All Night.[55] Ele estreou no número um na Billboard 200, que se tornou o primeiro grupo britânico que faz estréia de seu primeiro álbum de estúdio como número um.[56][3] Seu primeiro single, "What Makes You Beautiful", alcançou o número um na Irish Singles Chart, na UK Singles Chart, na Scottish Singles and Albums Chart e na Billboard Mexican Airplay.[57][58][59][60] Os singles posteriores, "Gotta Be You", "One Thing" e "More than This", tiveram um sucesso moderado, sendo bem sucedidos em alguns países, mas fracasso em outros.[61][62][63] Para promover o álbum, eles iniciaram a turnê Up All Night Tour e lançaram um DVD da turnê, chamado Up All Night: The Live Tour.[64][65]

Em novembro de 2012, eles lançaram seu segundo álbum Take Me Home.[66] Este contou com uma recepção melhor do que a de Up All Night, desde que se tornou o número um na UK Albums Chart, sendo o primeiro disco do quinteto que realiza isso.[60][67] Também alcançou a primeira posição no Canadian Albums Chart, na Billboard 200, na IRMA Albums Chart, na ARIA Charts e na Recorded Music NZ.[68][69][70][71][72] Os dois primeiros singles deste disco, "Live While We're Young" e "Little Things", tiveram uma boa recepção crítica. O primeiro, alcançou a primeira coloção na Irish Singles Chart e na Recorded Music NZ,[73][74] enquanto o segundo alcançou o primeiro lugar no UK Singles Chart.[75][76][77][60] O último single, "Kiss You", falhou em vendas na maioria dos países e não conseguiu posições em comparação com os dois lançamentos anteriores da banda.[78] Por outro lado, juntos começaram sua segunda turnê, Take Me Home Tour, que percorreu quatro continentes ao redor do mundo e também parte dela foi gravada para seu primeiro documentário, dirigido por Morgan Spurlock, chamado This Is Us.

Além do canto, Liam dedica-se à discotecagem e produção de remixes sob os pseudônimos "Big Payno" ou "Payno" em parceria com Afterhrs. Os remixes têm recebido elogios por mergulharem no subgênero Future house.[79] [80]

Em 25 maio de 2014, mostrou seu lado produtor com um remix no EP do single You & I. A versão alternativa ganhou o título de You and I (Big Payno Remix), em referência ao piano e ao sobrenome de Liam.[81][82]

Quando o EP do single Steal My Girl (co-escrito por Liam) foi colocado à venda no Reino Unido em 12 de outubro de 2014, contou com um remix de Liam chamado Steal My Girl (Big Payno & Afterhrs Pool Party Remix).[83]

Liam remixou o single I Don't Care da cantora britânica Cheryl sob o pseudônimo Payno. Cheryl agradeceu publicamente o cantor pela versão remixada, que foi incluída no EP I Don't Care (The Remixes) com o título I Don't Care (Payno Vs. Afterhrs Remix), junto com quatro outros remixes do single da cantora.[84][85]

Em 10 de setembro de 2015, apareceu na capa da revista Attitude após ter sido premiado por seus leitores como o "Homem Mais Sexy do Ano", marcando a primeira e única capa individual e entrevista sobre carreira solo dada por um membro da One Direction.[86]

Em 20 de outubro de 2015, seu remix de Drag Me Down foi lançado junto com o EP de Perfect, intitulado Drag Me Down (feat. LunchMoney Lewis) [Big Payno x Afterhrs Remix].[87]

2017: Carreira a solo[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2017, Liam lançou o seu primeiro single a solo, "Strip That Down". O tema conta com a participação do rapper Quavo, do trio americano Migos.[88]

Em julho do mesmo ano, sai "Get Low", single do produtor russo-alemão Zedd em que Liam participa vocalmente.[89]

Créditos como compositor[editar | editar código-fonte]

Ano Título Artista Álbum Notas
2011 "Taken" One Direction Up All Night Co-escritor
"Everything About You"
"Same Mistakes"
2012 "Back for You" Take Me Home
"Last First Kiss"
"Summer Love"
"Still the One"
"Irresistible"
2013 "Story of My Life" Midnight Memories
"Diana"
"Midnight Memories"
"Right Now"
"Little Black Dress"
"Through the Dark"
"Little White Lies"
"Better Than Words"
"Does He Know?"
2014 "Steal My Girl" Four
"Fireproof"
"Ready to Run"
"Fool's Gold"
"Spaces"
"Clouds"
"Change Your Ticket"
"Illusion"
"I Won't Break" Cheryl Only Human
2015 "Home" One Direction Perfect EP
"End Of The Day" Made in the A.M.
"A.M."
"Long Way Down"
"What A Feeling"
"History"
"Wolves"
"The Night We Met" Hometown Cry for Help

Remixes[editar | editar código-fonte]

2014
2015

Discografia[editar | editar código-fonte]

One Direction[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de One Direction

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Título Ano Álbum
"Strip That Down"
(com participação de Quavo)
2017 por anunciar

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2008 The X Factor (Reino Unido) Ele mesmo Concorrente; Temporada 5
(Eliminado por Cowell na etapa "Casa dos Jurados")
2010 Concorrente; Temporada 7
(3º lugar como membro da 1D)
2011 One Direction: A Year In The Making Documentário[93]
2012 iCarly Convidado Especial (Temporada 6, Episódio 2)
Saturday Night Live Convidado Especial (Temporada 37, Episódio 18)
Better With U Tour Turnê da Big Time Rush (Part. como membro da 1D)
2013 One Direction: This Is Us Documentário em 3D
Saturday Night Live Convidado Especial (Temporada 39, Episódio 8)
Big Ben Bash Show de virada de ano do cantor Gary Barlow[94]
One Night At The Palladium Show do cantor Robbie Williams[95]
2014 One Direction: Where We Are - The Concert Film Documentário da turnê Where We Are
Saturday Night Live Convidado Especial (Temporada 40, Episódio 10)
One Direction: The TV Special Especial de Natal na NBC[96]
Dynamo: Magician Impossible Convidado Especial (Temporada 4, Episódio 1)
Dancing With The Stars[97] Convidado Especial (Temporada 19, Episódio 13)
2015 The Late Late Show with James Corden Convidado Especial (Temporada 1, Episódio 30)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado
2012 Glamour UK[98] Homens Mais Sexy de 2012 77º lugar
2013 Capricho Awards[99] Gato Internacional Venceu
Wolverhampton Son & Daughter's Award[100] Prêmio Mais Importante Venceu
Glamour UK[101] Homens Mais Sexy de 2013 48º lugar
2014 GQ UK[102] Bem-Vestidos 2014 9º lugar
2015 Attitude Awards[103] Homem Mais Sexy do Ano Venceu

Referências

  1. «Harry Styles Biography». bio. Consultado em 29 de abril de 2015 
  2. a b c Gibbons, Brett (29 de agosto de 2013). «Happy Birthday Liam Payne: Wolverhampton born One Direction star to celebrate 22 nt with family meal». Birmingham Mail. Consultado em 29 de abril de 2015 
  3. a b «One Direction». allmusic. Consultado em 12 de abril de 2015 
  4. |cônjuge = Zayn Malik Flint, Hanna (28 de março de 2015). «'He made it clear Zayn would stay a Syco artist': Simon Cowell's record label 'will release ex-One Direction star's new music'». dailymail.co. Consultado em 12 de abril de 2015 
  5. Hay, Carla. «One Direction signs U.S. record deal with Columbia Records». Examiner.com. Consultado em 29 de abril de 2015 
  6. Malach, Maggie (28 de abril de 2015). «Liam Payne Reveals How Ed Sheeran Influenced One Direction's New Album». PopCrush. Consultado em 29 de abril de 2015 
  7. «Liam Payne Says New One Direction Album Influenced by Oasis, Ed Sheeran». 107.1 The Monkey. Consultado em 29 de abril de 2015 
  8. a b «Liam Payne». Mundo TKM. Consultado em 29 de abril de 2015 
  9. Oliver, Sarah (2013). Zayn Malik and Liam Payne: the Biography - Choose Your Favourite Member. [S.l.]: John Blake. ISBN 1782199496 Verifique |isbn= (ajuda). Consultado em 20 de setembro de 2013 
  10. Starr, Bingo. Are You a Fake or Real Liam Payne Fan? Volume 1 - The 100% Unofficial Quiz... [S.l.: s.n.] Consultado em 29 de abril de 2015 
  11. Eldridge, Sierra (8 de setembro de 2014). «One Direction Announces New Album». Ride of Fame. Consultado em 13 de abril de 2015 
  12. a b c d «Liam Payne 101 Factsacessodata=29 de noviembre de 2012» (em inglês). The Hits Radio 
  13. McGahan, Michelle (26 de junho de 2014). «#ThrowbackThursday: Watch Liam Payne's 'X Factor' Audition [VIDEO]». Consultado em 29 de abril de 2015 
  14. Smith, Ryan (3 de outubro de 2014). «End of the road: X Factor dream comes crashing down for Harry Styles' cousin Ben Selley as his band Concept are eliminated from competition». Daily Mail. Consultado em 12 de abril de 2015 
  15. «ONE DIRECTION'S FIRST X FACTOR AUDITIONS - LET'S WATCH THEM AGAIN». SugarScape. 11 de abril de 2014. Consultado em 29 de abril de 2015 
  16. «X Factor: One Direction finish third in final». Mirror.co.uk. 12 de setembro de 2014. Consultado em 29 de abril de 2015 
  17. O'Brien, Jon. «One Direction Biography» (em inglês). Allmusic. Consultado em 28 de noviembre de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  18. a b c «Liam Payne now sprinting to X Factor success». Express & Star. 11 de setembro de 2010. Consultado em 3 de maio de 2015 
  19. «One Direction». Discogs. Consultado em 13 de abril de 2015 
  20. Emma Gritt (20 de Setembro de 2012). «One (hundred million) Direction: Harry Styles and co. have raked in more than £100m in just two years». Daily Mail (em inglês). Consultado em 22 de Novembro de 2013 
  21. Lane, Dan (2 de Agosto de 2012). «One Direction sell 12 million singles, albums and DVD and Blu-rays worldwide» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 2 de Agosto de 2012 
  22. Vendas de Take Me Home mundialmente:
  23. «Global top selling albums of 2013» (em inglês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  24. «ONE DIRECTION – "WHERE WE ARE" TOUR 2014». Munky. Consultado em 13 de abril de 2015 
  25. «On The Road Again Tour 2015». One Direction. Consultado em 4 de maio de 2015 
  26. «One Direction Win Best British Single At BRIT Awards 2012». Capital FM. Global Radio. 21 de fevereiro de 2011. Consultado em 15 de março de 2012 
  27. «BRIT Awards 2013 Nominees Announced | The BRIT Awards 2013». Brits.co.uk. Consultado em 16 de abril de 2013 
  28. Billboard Staff (31 de julho de 2012). «Rihanna, Drake Lead MTV VMA Nominations With Five». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 31 de julho de 2012 
  29. «2013 MTV Video Music Awards - Highlights, Winners, Performers and Photos from the 2013 MTV VMAs». mtv.com. Consultado em 25 de janeiro de 2015 
  30. «Archive Chart» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 6 de Fevereiro de 2011 
  31. Admin (28 de março de 2012). «ONE DIRECTION – WHAT MAKES YOU BEAUTIFUL». Top100Songs. Consultado em 13 de março de 2015 
  32. Grein, Paul (26 de março de 2014). «Chart Watch: Two Movie Songs In Top 5». Chart Watch. Yahoo! Music. Consultado em 30 de março de 2014 
  33. Chisling, Matthew. «One Direction - Up All Night». Allmusic (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  34. Collar, Matt. «Take Me Home - One Direction». Allmusic (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  35. «One Direction's Liam Payne picks up top Wolverhampton honour». Express & Star. 11 de outubro de 2013. Consultado em 6 de maio de 2015 
  36. «Mums of One Direction stars reveal how the boys have grown into music sensations». Daily Record. 16 de abril de 2012. Consultado em 6 de maio de 2015 
  37. Gabriela (5 de novembro de 2013). «Karen e Geoff Payne falam sobre a fama de Liam Payne». One Direction Brasil. Consultado em 6 de maio de 2015 
  38. «Ruth Payne». Famous Birthdays. Consultado em 6 de maio de 2015 
  39. «Nicola Payne». Famous Birthdays. Consultado em 6 de maio de 2015 
  40. Davies, Rebecca (18 de setembro de 2011). «One Direction's Liam Payne: 'I effectively died as a baby'». Digital Spy. Consultado em 8 de maio de 2015 
  41. «Liam Payne biography and facts». OneDirection.net. Consultado em 8 de maio de 2015 
  42. «Liam Payne now sprinting to X Factor success». Express & Star (em inglês). 11 de setembro de 2010. Consultado em 8 de maio de 2015 
  43. Marcela (10 de fevereiro de 2012). «Liam revela que sofreu bullying durante a escola». One Direction Brasil. Consultado em 9 de maio de 2015 
  44. «Until 6th form I was so short I stood on a brick to kiss | The Sun |Showbiz|Bizarre». The Sun. 17 de setembro de 2011. Consultado em 17 de março de 2012 
  45. Victoria Nash (11 de setembro de 2010). «Liam Payne now sprinting to X Factor success». Express & Star 
  46. «101 Liam Payne Facts!». The Hits Radio. 13 de dezembro de 2012. Consultado em 9 de maio de 2015 
  47. «Liam Payne Sings Cry Me A River – X Factor 2010». Viral Viral Videos. 4 de setembro de 2010. Consultado em 9 de maio de 2015 
  48. «10 Things to Know About One Direction's Liam Payne». Celebuzz!. Consultado em 9 de maio de 2015 
  49. Kelly, Kristy (26 de julho de 2011). «Nicole Scherzinger: 'I did Simon Cowell a favour with One Direction'». Digital Spy. Reino Unido: Hearst. Consultado em 26 de julho de 2011 
  50. a b Nicholson, Rebbeca (17 de novembro de 2012). «Also-rans to world's biggest boy band: the rise of One Direction». The Guardian. Consultado em 14 de abril de 2015 
  51. Everylittlething1d. «2: My Life Would Suck Without You». Wattpad. Consultado em 9 de maio de 2015 
  52. Rich (13 de fevereiro de 2015). «[XFBR] Top 13 performances da "Halloween Week" para a sua Sexta-Feira 13 (2.0)». The X Factor Brasil. Consultado em 9 de maio de 2015 
  53. «Matt Cardle wins the X Factor as Rebecca Ferguson comes second and boy band One Direction settle for third place». Company Magazine. Consultado em 9 de maio de 2015 
  54. «Up All Night de One Direction». iTunes. Consultado em 9 de março de 2015 
  55. Caulfield, Keith (20 de março de 2012). «One Direction Makes History with No. 1 Debut on Billboard 200» (em inglês). Billboard Prometheus Global Media. Consultado em 7 de julho de 2014 
  56. «Chart Track Archive». GFK Chart Track (em inglês). 15 de setembro de 2011. Consultado em 28 de novembro de 2012 
  57. «Mexico Airplay». AMPROFON (em inglês). 28 de julho de 2012. Consultado em 28 de novembro de 2012 
  58. «(Scottish Singles Top 40. The Official Charts Company.)». The Official Charts Company. Consultado em 12 de março de 2012 
  59. a b c «One Direction on UK». The Official Chart Company (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  60. «Gotta Be You on Charts». Hung Medien (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  61. «One Thing on Charts». Hung Medien (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  62. «More Than This on Charts». Hung Medien (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  63. «One Direction Prepare For 'Up All Night' Tour With Watford Concert» (em inglês). 19 de dezembro de 2011. Consultado em 28 de novembro de 2012trabalho=Capital FM  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  64. «Up All Night - Live Concert DVD». One Direction Music (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  65. Collar, Matt. «Take Me Home - One Direction». Allmusic (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2012 
  66. Official Charts Company. «UK Albums Chart » One Direction Album & Song Chart History» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 18 de setembro de 2014 
  67. Nielsen Business Media, Inc. «Canadian Albums Chart » One Direction Album & Song Chart History». Billboard (em inglês). Consultado em 1.º de agosto de 2014 
  68. Nielsen Business Media, Inc. «Billboard 200 » One Direction Album & Song Chart History». Billboard (em inglês). Consultado em 18 de setembro de 2014 
  69. «IRMA » One Direction Album & Song Chart History» (em irlandês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 18 de setembro de 2014 
  70. «ARIA Charts » One Direction Album & Song Chart History» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 1.º de agosto de 2014 
  71. «RIANZ » One Direction Album & Song Chart History» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 30 de agosto de 2014 
  72. «Chart Track» (em inglês). IRMA. Consultado em 6 de Fevereiro de 2011 
  73. «Charts.org.nz – One Direction – Live While We're Young». Top 40 Singles. Consultado em 8 de outubro de 2012 
  74. «Archive Chart: 2012-11-24». UK Singles Chart. Consultado em 13 de fevereiro de 2013 
  75. «Chart Track Archive 5». GFK Chart Track (em inglés). 4 de octubre de 2012. Consultado em 28 de noviembre de 2012  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  76. «One Direction Discography». Hung Medien (em inglés). Consultado em 28 de noviembre de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  77. «Australian Charts - Kiss You». Hung Medien (em inglés). 21 de enero de 2013. Consultado em 22 de marzo de 2013  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  78. «One Direction Pop Star is Producing Future House Music Now» (em inglês). edm.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  79. «One Direction Star Makes Surprisingly Good House Music» (em inglês). youredm.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  80. «One Direction premiere Liam Payne's Big Payno remix of 'You & I'» (em inglês). axs.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  81. «Liam Payne produz novos remixes para o One Direction». portalpopline.com.br. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  82. «Liam Payne assina segundo remix para One Direction». portalpopline.com.br. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  83. «Listen To 1D's Liam Payne's Remix Of Cheryl's 'I Don't Care'» (em inglês). mtv.co.uk. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  84. a b «I Don't Care (The Remixes)». iTunes. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  85. «Liam Payne comenta sobre possível carreira solo». mtv.com.br. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  86. «One Direction lança clipe e EP de Perfect. Respirem, Directioners!». Capricho. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  87. Teixeira, João Marcos (19 de maio de 2017). «Liam Payne inicia sua carreira solo e lança 'Strip That Down'». A Gambiarra. Consultado em 16 de julho de 2017 
  88. Bell, Sadie (6 de julho de 2017). «Listen to Liam Payne & Zedd's New Single 'Get Low'». Billboard. Consultado em 16 de julho de 2017 
  89. «iTunes - Muziek - 'You & I - EP' van One Direction» (em inglês). iTunes. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  90. «iTunes - Music - Steal My Girl - Single by One Direction» (em inglês). iTunes. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  91. «Perfect - EP One Direction» (em inglês). iTunes. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  92. «One Direction - A Year in the Making» (em inglês). bbcworldwidemusic.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  93. Gabriel M. «Gary Barlow faz show de virada de ano». thextremefactor.com.br. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  94. Bianca. «Vídeo: Liam Payne no show de Robbie Williams». onedirection.com.br. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  95. Luiz Belineli. «One Direction canta "Little Things" em prévia do especial de Natal da banda». papelpop.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  96. «Watch One Direction's Liam Payne Learn Sadie Robertson's 'DWTS' Quack Attack Dance». Yahoo.com. Consultado em 20 de outubro de 2015 
  97. «Sexiest Men of 2012: The Results» (em inglês). glamourmagazine.co.uk. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  98. «Capricho Awards 2013». Capricho. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  99. «Liam Payne wins Sons & Daughters award from hometown: 'Most important award'» (em inglês). Axs.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  100. «Sexiest Men of 2013: The Results» (em inglês). glamourmagazine.co.uk. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  101. «GQ.co.uk Readers' Best-Dressed 2014» (em inglês). gq-magazine.co.uk. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  102. «Attitude Sexiest Man of the Year Award: Liam Payne» (em inglês). attitude.co.uk. Consultado em 10 de novembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Liam Payne