Libertação Animal (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Libertação animal é um livro publicado originalmente em 1975 pelo filosofo australiano Peter Singer.[1] O livro denuncia práticas de crueldade aos animais de um ponto de vista ético, defendendo a extensão da noção de direito à vida digna e não exploração também aos animais, e considerando a negação deste princípio, o especismo, como postura tão repugnante quanto o racismo. É considerado a base filosófica do movimento de Libertação Animal.

A organização People for the Ethical Treatment of Animals, desde sua fundação, em 1980, apoia fortemente o livro.[2]

Referências

  1. David Frum (2000). How We Got Here: The '70s. New York, New York: Basic Books. 274 páginas. ISBN 0465041957 
  2. For the Pacheco quote and for Pacheco introducing her to Peter Singer's book, see Rosenberg, Howard. "Fighting tooth and claw", The Los Angeles Times, March 22, 1992.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.