Liga Ouro de Basquete de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Liga Ouro 2019
{{{PAGENAME}}}
Campeonato Liga Ouro de Basquete
Esporte Basquetebol
Duração 13 de fevereiro de 201931 de maio de 2019
Número de times 8
Temporada regular
1º colocado Paraná APVE/Londrina
MVP Patrick "Carioca" Vieira (Cerrado Basquete)
Playoffs
Campeão
Paraíba Unifacisa
  Vice-campeão São Paulo São Paulo
MVP das finais Wilmar "Pezão" Garcia (Unifacisa)
Temporadas da Liga Ouro

A Liga Ouro de Basquete de 2019 foi a sexta e última edição desta competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), caracterizada por ter sido a divisão de acesso ao Novo Basquete Brasil.

Em uma reunião realizada na cidade de São Paulo em setembro de 2018, onze clubes discutiram as expectativas, visando promover as melhores tomadas de decisão. No mês seguinte, a Liga Nacional e a Confederação Brasileira de Basketball confirmaram que o encerramento da competição após a edição de 2019. Por sua vez, o regulamento foi semelhante ao da anterior e contou com oito participantes, sendo eles: APVE/Londrina, Blumenau, Campo Mourão, Cerrado Basquete, Pato Basquete, Rio Claro, São Paulo e Unifacisa.

Organização[editar | editar código-fonte]

A edição começou a ser planejada em setembro de 2018; na ocasião, onze clubes se reuniram na sede da Liga Nacional de Basquete (LNB) em São Paulo para discutir as expectativas, visando promover as melhores tomadas de decisão.[1] No mês seguinte, a Confederação Brasileira de Basketball (CBB) enviou um ofício para as federações estaduais, marcando uma reunião para debates os detalhes de um campeonato nacional. Neste documento, a continuidade do Novo Basquete Brasil foi confirmada, diferentemente da Liga Ouro. A LNB, por sua vez, confirmou ao Estado de S. Paulo que não organizaria mais o campeonato de acesso.[2] Após a edição de 2019 da Liga Ouro, o novo campeonato de acesso será o Campeonato Brasileiro de Clubes, organizado pela CBB.[3][4]

A Liga Ouro terá sua última edição em 2019, paralelamente a este campeonato piloto que iremos organizar. Este servirá de embrião para um campeonato de alcance nacional, a ser realizado a partir de 2020
— Ofício da CBB.[2]

Participantes e regulamento[editar | editar código-fonte]

A Liga Nacional de Basquete divulgou em 27 de novembro de 2018 que a última edição do torneio seria disputada por sete equipes, sendo elas: APVE/Londrina, Blumenau, Campo Mourão, Cerrado Basquete, Pato Basquete, Rio Claro e Unifacisa.[5] Três dias depois, o São Paulo foi integrado como participante do torneio, aumentando o número de sete para oito.[6]

Em nota, a Liga Nacional de Basquete enalteceu a grandeza do clube no departamento futebolístico e disse que a ingressão "reforça ainda mais a relevância" da competição no cenário nacional.[6] O presidente da organização também se pronunciou sobre a entrada do São Paulo:

É uma honra imensa ter o São Paulo, um clube referência no futebol e nos esportes olímpicos na Liga Nacional de Basquete. É mais um clube de camisa entrando para o cenário do basquete brasileiro através da Liga Ouro e demonstrando toda importância da única competição de acesso ao NBB
— João Fernando Rossi, presidente da LNB.[6]

Com os participantes definidos, quatro unidades federativas foram representadas (Paraná, Paraíba, Santa Catarina e São Paulo) além do Distrito Federal.[5][6] Pato e São Paulo fizeram suas estreias na competição.[7] O regulamento, por sua vez, foi divulgado na véspera do início da competição.[8] Na primeira fase, os oitos clubes participantes se enfrentaram em turno e returno, classificando os seis primeiros colocados. No sistema eliminatório, os dois primeiros colocados da fase anterior entraram nas semifinais, enquanto os demais disputaram as quartas de final.[8] Nas quartas de final, os embates foram decididos em uma série de três partidas, com as duas últimas realizadas a mando da equipe com a melhor classificação na primeira fase.[8] A partir das semifinais, os confrontos passaram a ser decididos em uma série de cinco partidas, com as duas primeiras e, eventualmente, a quinta realizadas a mando da equipe com a melhor classificação na fase classificatória.[8]

Equipe Cidade Estado Ginásio
APVE/Londrina Londrina  Paraná Ginásio Moringão
Blumenau Blumenau  Santa Catarina Ginásio do Galegão
Campo Mourão Campo Mourão  Paraná Ginásio Belin Carolo
Cerrado Basquete Brasília  Distrito Federal Ginásio Iesplan
Pato Basquete Pato Branco  Paraná Ginásio do Sesi
Rio Claro Rio Claro  São Paulo Ginásio Felipe Karan
São Paulo São Paulo  São Paulo Ginásio do Morumbi
Unifacisa Campina Grande  Paraíba Arena Unifacisa

Fase classificatória[editar | editar código-fonte]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos. Clube A Pts J V D C F PF PS SP Notas
1 Paraná APVE/Londrina 71,4 24 14 10 4 5-2 5-2 1082 1001 +81 Classificados para as semifinais
2 São Paulo São Paulo 64,3 23 14 9 5 6-1 3-4 1100 1059 +41
3 Paraná Campo Mourão 57,1 22 14 8 6 5-2 3-4 1122 1133 –11 Classificados para as quartas de final
4 Paraíba Unifacisa 57,1 22 14 8 6 5-2 3-4 1092 1062 +30
5 Distrito Federal (Brasil) Cerrado Basquete 42,9 20 14 6 8 3-4 3-4 1100 1135 –35
6 São Paulo Rio Claro 42,9 20 14 6 8 3-4 3-4 1119 1126 –7
7 Paraná Pato Basquete 35,7 19 14 5 9 3-4 2-5 1085 1108 –23 Eliminados
8 Santa Catarina Blumenau 28,6 18 14 4 10 3-4 1-6 1010 1086 –76

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

LON BLU CMO CER APB RCB SPO UFC
APVE/Londrina 79–66 81–71 90–86 97–73 81–84 92–78 54–70
Blumenau 61–72 78–73 74–84 71-101 75–85 74–66 71-56
Campo Mourão 62-70 79–74 86–67 95–90 104–101 83–79 69–70
Cerrado Basquete 76–85 81–70 88–91 76–93 68–61 71–72 82–75
Pato Basquete 67–71 74–66 79–78 80–81 80–82 68–71 68-61
Rio Claro 58–71 68–83 105–72 74–87 82–68 88-81 78–92
São Paulo 67–58 82–71 72–73 81–69 92–71 89–83 93–89
Unifacisa 82–81 86–76 79–86 103–84 85–73 75–70 69–77

Fase final[editar | editar código-fonte]

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1.º Jogo 2.º Jogo 3.º Jogo
Campo Mourão Paraná 2–0 São Paulo Rio Claro 94–81 103–77
Unifacisa Paraíba 2–0 Distrito Federal (Brasil) Cerrado Basquete 92–76 99–76

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1.º Jogo 2.º Jogo 3.º Jogo 4.º Jogo 5.º Jogo
APVE/Londrina Paraná 1–3 Paraíba Unifacisa 60–71 76–69 64–69 70–78
São Paulo São Paulo 3–2 Paraná Campo Mourão 76–78 95–87 103–80 89–92 90–79

Final[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1.º Jogo 2.º Jogo 3.º Jogo 4.º Jogo 5.º Jogo
São Paulo São Paulo 2–3 Paraíba Unifacisa 72–81 85–84 66–71 86–82 78–80

Chaveamento[editar | editar código-fonte]

  Quartas de final
(Melhor de 3)
    Semifinal
(Melhor de 5)
    Final
(Melhor de 5)
                           
      1  Paraná APVE/Londrina 1  
  4  Paraíba Unifacisa 2     4  Paraíba Unifacisa 3    
  5  Distrito Federal (Brasil) Cerrado Basquete 0         4  Paraíba Unifacisa 3
      2  São Paulo São Paulo 2
      2  São Paulo São Paulo 3    
  3  Paraná Campo Mourão 2     3  Paraná Campo Mourão 2  
  6  São Paulo Rio Claro 0  


Premiação[editar | editar código-fonte]

Liga Ouro de Basquete de 2019
Paraíba
Unifacisa
Campeão
(1º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Clubes se reúnem na sede da LNB em São Paulo para dar início ao planejamento da Liga Ouro 2019». lnb.com.br. 26 de setembro de 2018. Consultado em 18 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2019 
  2. a b Marcius Azevedo (2 de outubro de 2018). «CBB extingue a Liga Ouro e volta a organizar um campeonato de clubes». esportes.estadao.com.br. Consultado em 18 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 3 de outubro de 2018 
  3. «Com nova competição, CBB diz que tem o "dever de desenvolver o restante do basquete"». Globoesporte. Consultado em 9 de março de 2019 
  4. «Em clima altamente positivo, Campeonato Brasileiro foi lançado oficialmente em Sorocaba». bx3. Consultado em 9 de março de 2019 
  5. a b «Sete equipes são confirmadas na próxima edição da Liga Ouro, que terá início em fevereiro de 2019; veja quem são». lnb.com.br. 27 de novembro de 2018. Consultado em 18 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2018 
  6. a b c d «Tricolor paulista viabiliza projeto para o basquete, se junta aos participantes da Liga Ouro 2019 e consolida força da competição no cenário nacional». lnb.com.br. 30 de novembro de 2018. Consultado em 18 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2018 
  7. «Londrina, Campo Mourão e Pato Branco são confirmados na Liga Ouro de Basquete 2019». globoesporte.globo.com. 27 de novembro de 2018. Consultado em 18 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2018 
  8. a b c d «Liga Ouro 2019 começa nesta quarta-feira, com duas partidas no Paraná; saiba mais sobre a competição». lnb.com.br. 12 de dezembro de 2019. Consultado em 18 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]