Liga de Corinto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grécia em 336 a.C.: o Reino da Macedônia é visto em laranja escuro, enquanto os outros membros da Liga de Corinto estão em amarelo

A Liga de Corinto, as vezes referida como Liga Helênica (em grego clássico: Ἑλληνικός; transl.: Hellenikos , lit. "pertencente à Grécia e aos gregos"[1]), foi uma federação de Estados gregos criados pelo rei Filipe II da Macedônia durante o inverno de 338/337 a.C., após a Batalha de Queroneia. O objetivo desta aliança era unir as forças gregas contra a Pérsia. O nome, 'Liga de Corinto', foi inventado por historiadores modernos devido ao fato de que a primeira conferência entre os seus membros foi feita na cidade de Corinto. Foi a primeira vez que todos os Estados gregos (com exceção de Esparta) se tornaram uma única entidade política.[2]

Referências

  1. "Ἑλληνικός", Henry George Liddell, Robert Scott, A Greek-English Lexicon, em Perseus
  2. Pohlenz, Max (1966). Freedom in Greek life and thought: the history of an ideal. [S.l.]: Springer. 20 páginas. ISBN 978-90-277-0009-4 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.