Liga do Nordeste

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liga do Nordeste
Fundação 1997 (21 anos)
Sede Salvador
Filiação à CBF em 2013
Presidente Alexi Portela

A Liga do Nordeste, ou Liga de Futebol do Nordeste (ou, juridicamente, Associação dos Clubes de Futebol do Nordeste, ACFN), é uma união criada para defender os interesses políticos e comerciais dos quatorze principais clubes de futebol da Região Nordeste do Brasil (com exceção do Sport). Seu atual presidente é o baiano Alexi Portela Junior, ex-presidente do Esporte Clube Vitória.

Desde 1997, ela é a entidade responsável por organizar o Copa do Nordeste de Futebol.[1] Na edição daquele ano, o campeão foi justamente o Vitória. O campeão do nordeste 2017 é o Bahia. O Esporte Interativo, emissora de televisão detentora dos direitos de transmissão da Copa do Nordeste com contrato até 2022, também costuma realizar a Taça Asa Branca (Norte–Nordeste) entre o campeão da Copa do Nordeste e um clube convidado. A Liga do Nordeste também organiza a Copa do Nordeste Sub-20.

Desde 2013, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) voltou a organizar a parte técnica da competição, o que inclui a tabela e o calendário de jogos, e os julgamentos desportivos através do STJD; enquanto a Liga do Nordeste fica responsável pela parte comercial, como a venda de direitos de transmissão, a logística de viagens e o licenciamento de produtos.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

A Liga do Nordeste é formada por dois clubes alagoanos, três baianos, dois cearenses, dois paraibanos, dois pernambucanos, dois potiguares, dois sergipanos. No total, são quinze clubes integrantes, os quais estão listados abaixo:

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

A Liga do Nordeste foi fundada por 16 clubes. No ano de 2017 aconteceram as primeiras desfiliações da entidade, Sport, um dos clubes fundadores se desfiliaram da Liga, alegando falta de datas e de rentabilidade da Copa do Nordeste.[2] O Náutico iria desfiliar da ligar do nordeste junto com o rival Sport, mas desistiu da sua saída.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]