Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
UEFA Women's Champions League
Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA
Logo da Liga dos Campeões de Futebol Feminino (2021).svg
Dados gerais
Organização UEFA
Edições 20
Local de disputa Europa
Sistema Grupos e eliminatórias
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

A Liga dos Campeões Feminina da UEFA é a primeira competição de futebol para equipes femininas da Europa. A competição começou a ser disputada em 2001-02. É, por vezes, é até chamada de Copa Feminina da Europa, devido ao fato de não haver outra competição com o mesmo estatuto no continente, diferentemente do futebol masculino (que possui a Liga dos Campeões, a Liga Europa e a Liga da Conferência).[1]

História[editar | editar código-fonte]

A competição foi criada em 12 de outubro de 2001, o torneio foi jogado inicialmente como um evento de oito equipes disputada em forma de eliminatórias e foi batizada como UEFA Women's Cup. Em 11 de Dezembro de 2008, a UEFA anunciou que esta competição seria renomeada para Women's Champions League.[2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O torneio conta com uma fase de grupos com 16 equipes, que irá envolver quatro grupos de quatro e que comporta jogos em casa e fora. Os dois primeiros classificados de cada agrupamento avançam para a fase mata-mata, com as quartos-de-final e as semi-finais a serem disputadas ao longo de duas mãos, antes da final que será realizada em sede neutra e em jogo único. Quatro equipes se classificam directamente para a fase de grupos, com as 12 restantes vagas a serem decididas por dois caminhos: Caminho dos Campeões (7 vagas) e o Caminho da Liga (5 vagas). Ambos os caminhos terão o mesmo formato. A primeira qualificatória será jogada como mini-torneios de eliminatórias de quatro equipes, com os vencedores da final de classificando para segunda eliminatória. A segunda qualificatória será jogada num sistema de eliminatórias a duas mãos.[3]

Classificação[editar | editar código-fonte]

A classificação para esta competição é decidida através das posições dos clubes nos respectivos países, através de um sistema de cotas. Os países com os campeonatos mais fortes têm mais vagas na competição.

Existe uma exceção a esta regra: o atual vencedor da Liga dos Campeões tem acesso direto à fase de grupos.

Campeões[editar | editar código-fonte]

Ano Sede da final Campeão Placar Vice-campeão Semifinalistas
2001-02
Detalhes
Alemanha
Commerzbank Arena
Alemanha
Frankfurt
2 – 0 Suécia
Umeå IK
Finlândia
HJK
França
Toulouse
2002-03
Detalhes
Final em dois jogos Suécia
Umeå IK
4 – 1
3 – 0
Dinamarca
Fortuna Hjørring
Inglaterra
Arsenal
Alemanha
Frankfurt
2003-04
Detalhes
Final em dois jogos Suécia
Umeå IK
3 – 0
5 – 0
Alemanha
Frankfurt
Dinamarca
Brøndby
Suécia
Malmö / Rosergård
2004-05
Detalhes
Final em dois jogos Alemanha
Turbine Potsdam
2 – 0
3 – 1
Suécia
Djurgårdens
Inglaterra
Arsenal
Noruega
Rosenborg
2005-06
Detalhes
Final em dois jogos Alemanha
Frankfurt
4 – 0
3 – 2
Alemanha
Turbine Potsdam
Suécia
Djurgårdens
França
Montpellier
2006-07
Detalhes
Final em dois jogos Inglaterra
Arsenal
1 – 0
0 – 0
Suécia
Umeå IK
Dinamarca
Brøndby
Noruega
Kolbotn
2007-08
Detalhes
Final em dois jogos Alemanha
Frankfurt
1 – 1
3 – 2
Suécia
Umeå IK
Itália
Bardolino
França
Lyon
2008-09
Detalhes
Final em dois jogos Alemanha
Duisburg
6 – 0
1 – 1
Rússia
Zvezda Perm
França
Lyon
Suécia
Umeå IK
2009-10
Detalhes
Espanha
Coliseum Alfonso Pérez
Alemanha
Turbine Potsdam
0 – 0
(7 – 6
pên.)
França
Lyon
Alemanha
Duisburg
Suécia
Umeå IK
2010-11
Detalhes
Inglaterra
Craven Cottage
França
Lyon
2 – 0 Alemanha
Turbine Potsdam
Inglaterra
Arsenal
Alemanha
Duisburg
2011-12
Detalhes
Alemanha
Estádio Olímpico de Munique
França
Lyon
2 – 0 Alemanha
Frankfurt
Inglaterra
Arsenal
Alemanha
Turbine Potsdam
2012-13
Detalhes
Inglaterra
Stamford Bridge
Alemanha
Wolfsburg
1 – 0 França
Lyon
Inglaterra
Arsenal
França
Paris FC
2013-14
Detalhes
Portugal
Estádio do Restelo
Alemanha
Wolfsburg
4 – 3 Suécia
Tyresö
Inglaterra
Birmingham City
Alemanha
Turbine Potsdam
2014-15
Detalhes
Alemanha
Friedrich Ludwig Jahn Sportpark
Alemanha
Frankfurt
2 – 0 França
Paris Saint-Germain
Dinamarca
Brøndby
Alemanha
Wolfsburg
2015-16
Detalhes
Itália
Mapei Stadium – Città del Tricolore
França
Lyon
4 – 3 (pro) Alemanha
Wolfsburg
Alemanha
Frankfurt
França
Paris Saint-Germain
2016-17
Detalhes
País de Gales
Cardiff City Stadium
França
Lyon
0 – 0
(7 – 6
pên.)
França
Paris Saint-Germain
Espanha
Barcelona
Inglaterra
Manchester City
2017-18
Detalhes
Ucrânia
Estádio Dínamo Lobanovsky
França
Lyon
4 – 1 Alemanha
Wolfsburg
Inglaterra
Chelsea
Inglaterra
Manchester City
2018-19
Detalhes
Hungria
Groupama Arena
França
Lyon
4 – 1 Espanha
Barcelona
Alemanha
Bayern de Munique
Inglaterra
Chelsea
2019-20
Detalhes
Espanha
Estádio Anoeta
França
Lyon
3 – 1 Alemanha
Wolfsburg
Espanha
Barcelona
França
Paris Saint-Germain
2020-21
Detalhes
Suécia
Estádio Gamla Ullevi
Espanha
Barcelona
4 – 0 Inglaterra
Chelsea
Alemanha
Bayern de Munique
França
Paris Saint-Germain
2021–22
Detalhes
Itália
Juventus Stadium
Flag of None.svg
A definir
Flag of None.svg
A definir
Flag of None.svg
A definir
Flag of None.svg
A definir

Por equipe[editar código-fonte]

Clubes Títulos Vices
França Lyon 7 (2010—11, 2011—12, 2015—16, 2016—17, 2017—18, 2018—19, 2019—20) 2 (2009—10 e 2012—13)
Alemanha Frankfurt 4 (2001—02, 2005—06, 2007—08 e 2014—15) 2 (2003—04 e 2011—12)
Suécia Umeå IK 2 (2002—03 e 2003—04) 3 (2001—02, 2006—07 e 2007—08)
Alemanha Wolfsburg 2 (2012—13 e 2013—14) 3 (2015—16, 2017—18 e 2019—20)
Alemanha Turbine Potsdam 2 (2004—05 e 2009—10) 2 (2005—06 e 2010—11)
Espanha Barcelona 1 (2020—21) 1 (2018—19)
Inglaterra Arsenal 1 (2006—07) 0
Alemanha Duisburg 1 (2008—09) 0
França Paris Saint-Germain 0 2 (2014—15 e 2016—17)
Dinamarca Fortuna Hjørring 0 1 (2002—03)
Suécia Djurgårdens 0 1 (2004—05)
Rússia Zvezda Perm 0 1 (2008—09)
Suécia Tyresö 0 1 (2013—14)
Inglaterra Chelsea 0 1 (2020—21)

Por país[editar código-fonte]

País Títulos Vices Clube(s) Campeões Aprov.
 Alemanha 9 7 4 56,25%
 França 7 4 1 63,64%
 Suécia 2 5 1 28,58%
Flag of Spain.svg Espanha 1 1 1 50%
 Inglaterra 1 1 1 50%
 Dinamarca 0 1 0 0%
 Rússia 0 1 0 0%

Sede das finais[editar | editar código-fonte]

Por país[editar | editar código-fonte]

País Finais Cidades
 Alemanha 9 Frankfurt (4), Potsdam (2), Berlim (1), Duisburgo (1), Munique (1)
 Suécia 6 Umeå (3), Estocolmo (2), Gotemburgo (1)
 Inglaterra 3 Londres (2), Borehamwood (1)
Flag of Spain.svg Espanha 2 Getafe (1), San Sebastián (1)
 Dinamarca 1 Hjørring (1)
 Hungria Budapeste (1)
 Itália Régio da Emília (1)
 País de Gales Cardiff (1)
Portugal Portugal Lisboa (1)
 Rússia Cazã (1)
 Ucrânia Kiev (1)

Por estádio[editar | editar código-fonte]

O Estádio de Gammliavallen, é o estádio que mais vezes recebeu a final da Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA.
Estádio Finais Anos
Estádio de Gammliavallen 3 2002—03, 2006—07, 2007—08
Estádio de Bornheimer Hang 2 2003—04, 2005–06
Karl Liebknecht Stadium 2004–05, 2005–06
Waldstadion 2001—02, 2007—08
Hjørring Stadium 1 2002—03
Estádio Råsunda 2003–04
Estádio Olímpico de Estocolmo 2004—05
Meadow Park 2006—07
Estádio Central de Cazã 2008—09
Coliseum Alfonso Pérez 2009—10
Craven Cottage 2010—11
Estádio Olímpico de Munique 2011—12
Stamford Bridge 2012—13
Estádio do Restelo 2013—14
Friedrich Ludwig Jahn Sportpark 2014—15
Mapei Stadium – Città del Tricolore 2015—16
Cardiff City Stadium 2016—17
Valeriy Lobanovskyi Dynamo Stadium 2017—18
Groupama Arena 2018—19
Estádio Anoeta 2019—20
Estádio Gamla Ullevi 2020—21

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Edição Jogador Clube(s) Gols
2001—02 Alemanha Steffi Jones Alemanha Frankfurt 9
2002—03 Suécia Hanna Ljungberg Suécia Umeå IK 10
2003—04 Itália Chiara Gazzoli Itália Foroni Verona 10
2004—05 Alemanha Conny Pohlers Alemanha Turbine Potsdam 6
2005—06 Alemanha Conny Pohlers Alemanha Turbine Potsdam 8
2006—07 Suécia Hanna Ljungberg Suécia Umeå IK 7
2007—08 Brasil Marta Suécia Umeå IK 5
Alemanha Conny Pohlers Alemanha Frankfurt
2008—09 Alemanha Inka Grings Alemanha Duisburg 7
2009—10 Suíça Vanessa Bürki Alemanha Bayern de Munique 11
2010—11 Alemanha Inka Grings Alemanha Duisburg 13
2011—12 França Eugénie Le Sommer França Lyon 9
França Camille Abily
2012—13 Alemanha Conny Pohlers Alemanha Wolfsburg 8
Itália Patrizia Panico Itália Torres Calcio
2013—14 Alemanha Martina Müller Alemanha Wolfsburg 11
2014—15 Alemanha Célia Šašić Alemanha Frankfurt 14
2015—16 Noruega Ada Hegerberg França Lyon 13
2016—17 Hungria Zsanett Jakabfi Alemanha Wolfsburg 8
Países Baixos Vivianne Miedema Alemanha Bayern de Munique
2017—18 Noruega Ada Hegerberg França Lyon 15
2018—19 Dinamarca Pernille Harder Alemanha Wolfsburg 8
2019—20 Países Baixos Vivianne Miedema Inglaterra Arsenal 10
Nigéria Emueje Ogbiagbevha Bielorrússia FC Minsk
Islândia Berglind Björg Þorvaldsdóttir Islândia Breiðablik
2020—21 Espanha Jennifer Hermoso Espanha Barcelona 6
Inglaterra Fran Kirby Inglaterra Chelsea

Artilheiras (português brasileiro) ou Goleadoras (português europeu)

Estas são as 10 maiores artilheiras da história da Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA:[4]

Em negrito as jogadoras ativas na competição na temporada 2020-21.

Jogadora País Gols Clube(s)
Ada Hegerberg  Noruega 53 Noruega Stabæk Fotball, Alemanha Turbine Potsdam, França Lyon
Anja Mittag  Alemanha 51 Alemanha Turbine Potsdam, Suécia FC Rosengård, Alemanha Wolfsburg, França Paris Saint-Germain
Conny Pohlers  Alemanha 48 Alemanha Turbine Potsdam, Alemanha Frankfurt, Alemanha Wolfsburg
Eugénie Le Sommer  França 47 França Lyon
Marta  Brasil 46 Suécia Umeå IK, Suécia Tyresö, Suécia FC Rosengård
Camille Abily  França 43 França Montpellier, França Lyon
Lotta Schelin  Suécia 42 França Lyon, Suécia FC Rosengård
Nina Burger  Áustria 40 Áustria SV Neulengbach
Hanna Ljungberg  Suécia 39 SuéciaUmeå IK
Inka Grings  Alemanha 38 Alemanha Duisburg, Suíça FC Zürich

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Global[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2021, a UEFA anunciou um acordo com o DAZN e o YouTube para a transmissão da Champions League Feminina. O contrato começa a partir da temporada 2021–22, todas as 61 partidas do torneio serão transmitidas ao vivo no serviço de streaming e no canal da plataforma no YouTube para o mundo inteiro. Já na temporada de 2023–24 a 2024–25, as partidas continuarão ao vivo no DAZN, porém apenas 19 delas serão disponibilizadas gratuitamente no canal no YouTube. O contrato não vale somente para alguns países do Oriente Médio e do Norte Africano, nesses países o campeonato é exibido pela BeIN Sports.[5][6][7]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Até a temporada 2020–21, a ESPN Brasil transmitiu a grande final da competição. Na edição de 2019–20, o canal também transmitiu todos os jogos das quartas de final e semifinal do torneio.[8][9]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «História da UEFA Women's Champions League». UEFA. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  2. «Women's Champions League launches in 2009». 11 de dezembro de 2008. Consultado em 8 de maio de 2009 
  3. «Women's Champions League 2021/22: datas, lista de acesso, guia completo». UEFA. 16 de maio de 2021. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  4. «Recordes da UEFA Women's Champions League». UEFA. Consultado em 1 de setembro de 2020 
  5. «DAZN transmitirá Champions feminina no YouTube para o mundo todo». MKT Esportivo. 30 de junho de 2021. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  6. Vaquer, Gabriel (30 de junho de 2021). «Sem acordo com Disney, Uefa vende Champions feminina para DAZN e YouTube». UOL - Notícias da TV. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  7. Bassam, Tom (10 de junho de 2021). «Uefa secures US$600m deal from BeIN for MENA Champions League rights». SportsPro. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  8. Canil, Matheus (13 de maio de 2021). «ESPN Brasil transmite a final da Liga dos Campeões Feminina». Portal Alta Definição. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  9. «ESPN transmite reta final da Champions League feminina». IstoÉ. 20 de agosto de 2020. Consultado em 26 de agosto de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Site oficial da competição