Likud

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Likud
HaLikud
Presidente Benjamin Netanyahu
Fundação 1973
Sede Tel Aviv,  Israel
Ideologia Conservadorismo liberal
Nacionalismo liberal
Sionismo revisionista
Espectro político Centro-direita a Direita
Membros  (2012) 125,000
Knesset
30 / 120
Cores Azul
Site
www.likud.org.il

Likud (União, em hebraico) é um partido político de Israel, que congrega o Centro-direita e a direita conservadora. Foi criado em 1973, como uma coligação liderada pelo partido Herut que representa os sionistas conservadores. Entre os primeiro-ministros do Likud encontra-se Ariel Sharon, que em 2005 o abandonou para fundar o Kadima. Atualmente o partido lidera o governo, tendo como primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, tendo 27 cadeiras no parlamento, dentro de uma coligação de 66 assentos. O partido, que ficou em segundo lugar nas eleições de 2009, sofreu em 2005 uma dissidência liderada pelo então primeiro-ministro Ariel Sharon (2001-2006), que provocou a saída de vários de seus líderes mais dispostos a negociar com os palestinos.

O Likud esteve pela primeira vez à frente do governo em 1977 e liderava o país em 1979, quando foi assinado o histórico acordo de paz entre Israel e o Egito. Os dois países haviam se enfrentado dez anos antes na Guerra dos Seis Dias e, desde então, mantêm uma relação de reconhecimento mútuo única entre países árabes e o Estado judeu. O primeiro líder do Likud, que foi chefe de governo de Israel entre 1977 e 1983, foi Menachem Begin. Em 1948, juntamente com os representantes da ala do revisionismo sionista, Menachem Begin fundou o Partido da Liberdade, que assegurou à velha direita sionista um novo alento na vida política do Estado de Israel.

O partido reivindica a península do Sinai como território israelense (a península do Sinai foi conquistada por Israel durante a Guerra dos Seis Dias, quando se defendeu da ameaça de países árabes. Foi devolvida ao Egito por Israel em troca de paz) além de serem contra a desocupação da Cisjordânia.

A 17 de março de 2015, o Likud de Benjamin Netanyahu foi o partido mais votado nas eleições legislativas em Israel, formando um governo de coligação[1].

Líderes do Likud[editar | editar código-fonte]

Outros políticos de destaque do Likud[editar | editar código-fonte]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Resultados Eleitorais[editar | editar código-fonte]

Data Votos % +/- Deputados +/- Status Notas
1973 473 309 30,2 (2.º)
39 / 120
Oposição
1977 583 968 33,4 (1.º) Aumento3,2
43 / 120
Aumento4 Governo
1981 718 941 37,1 (1.º) Aumento3,7
48 / 120
Aumento5 Governo
1984 661 302 31,9 (2.º) Baixa5,2
41 / 120
Baixa7 Governo
1988 709 305 31,1 (1.º) Baixa0,8
40 / 120
Baixa1 Governo
1992 651 229 24,9 (2.º) Baixa6,2
32 / 120
Baixa8 Oposição
1996 767 401 25,1 (2.º) Aumento0,2
32 / 120
Estável Governo
1999 468 103 14,1 (2.º) Baixa11,0
19 / 120
Baixa13 Oposição Governo (2001-2003)
2003 925 279 29,4 (1.º) Aumento15,3
38 / 120
Aumento19 Governo
2006 281 996 9,0 (4.º) Baixa20,4
12 / 120
Baixa26 Oposição
2009 729 054 21,6 (2.º) Aumento12,6
27 / 120
Aumento15 Governo
2013 885 054 23,3 (1.º) Aumento1,7
20 / 120
Baixa7 Governo Aliança com Yisrael Beitenu
2015 985 408 23,4 (1.º) Aumento0,1
30 / 120
Aumento10 Governo

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Israel é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.