Lindisfarne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Lindisfarne (também chamada de Lindesfarne ou Holy Island, Ilha Sagrada) é uma ilha de maré (acessível com a maré baixa) na costa nordeste da Inglaterra, que é ligada à terra firme de Northumberland por uma estrada a pique. De acordo com o censo de 2001, possuía uma população de 162 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Missão hiberno-escocesa

A abadia de Lindisfarne foi fundada pelo irlandês Santo Edano, que fora mandado da Abadia de Iona, localizada na Ilha de Iona, na costa oeste da Escócia, para a Nortúmbria, a pedido do rei Osvaldo (Oswald), por volta de 635 O lugar transformou-se na base para a conversão ao cristianismo no norte da Inglaterra, e também mandou uma missão evangelizadora para a Mércia.

O mosteiro foi saqueado e pilhado pelos vikingd em 8 de junho de 793, num episódio que é considerado pelos historiadores como o início da era das invasões vikings na Europa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.