Linha Oeste da Fepasa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TUE Série 5000 nas cores da FEPASA (fabricado pela Cobrasma de Osasco, sob licença da empresa francesa Francorail).

A linha Oeste da Fepasa, foi criada no início dos anos 70, no lugar do antigo tronco oeste da Estrada de Ferro Sorocabana. Atualmente, a Linha Oeste foi incorporada pela CPTM, sendo renomeada linha 8 da CPTM.

História[editar | editar código-fonte]

Com a criação da Fepasa, em 1971, o governo do estado de São Paulo iniciou um programa de remodelação do sistema de trens de suburbio da antiga Estrada de Ferro Sorocabana, por meio da criação da divisão Fepasa-DRM. Entre 1976 e 1986, foram reconstruídas 22 estações, a Estação Júlio Prestes foi reformada e foram adquiridos 150 TUEs, sendo cem para a Linha Oeste, fabricados pela Cobrasma (sob licença Francorail). Ao lado das novas estações foram construídos terminais de ônibus e estacionamentos. As oficinas e o pátio da linha foram construídos e inaugurados em 1986, ao lado da estação Presidente Altino. Em 1996 a divisão DRM da Fepasa foi incorporada pela CPTM.

Estações[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Município Observações
ZPR Júlio Prestes São Paulo Reformada e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZBF Barra Funda São Paulo Reconstruída e reinaugurada em 5 de novembro de 1988
ZLL Lapa São Paulo Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZDM Domingos de Moraes São Paulo Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZYL Imperatriz Leopoldina São Paulo Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZPQ Presidente Altino Osasco Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZOZ Osasco Osasco Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZKS Comandante Sampaio Osasco Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZQN Quitaúna Osasco Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZZN General Miguel Costa (antes, Matadouro e Km 21) Osasco Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZCK Carapicuíba Carapicuíba Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZHT Santa Teresinha Carapicuíba Reconstruída e reinaugurada em 25 de janeiro de 1979
ZWJ Antônio João Barueri Reconstruída e reinaugurada em 12 de novembro de 1982
ZBY Barueri Barueri Reconstruída e reinaugurada em 5 de novembro de 1982
ZJW Jardim Belval Barueri Reconstruída e reinaugurada em 11 de março de 1983
ZQS Jardim Silveira Barueri Reconstruída e reinaugurada em 11 de março de 1983
ZJD Jandira Jandira Reconstruída e reinaugurada em 11 de março de 1983
ZZC Sagrado Coração Jandira Reconstruída e reinaugurada em 11 de março de 1983
ZNC Engenheiro Cardoso Itapevi
ZIV Itapevi Itapevi
ZSR Parada Santa Rita Itapevi
ZDD Parada Cimenrita Itapevi
ZWT Parada Ambuitá Itapevi
ZAB Parada Amador Bueno Itapevi
Parada 46 São Roque Desativada da linha nos anos 1980
ZHN São João Novo São Roque Desativada da linha nos anos 1980
Parada 50 São Roque Desativada da linha nos anos 1980
ZMY Maylaski São Roque Desativada da linha nos anos 1980
Parada Cinzano São Roque Desativada da linha nos anos 1980
ZGZ Gabriel Piza São Roque Desativada da linha nos anos 1980
ZSR São Roque São Roque Desativada da linha nos anos 1980
Parada Marmeleiro São Roque Desativada da linha nos anos 1980
ZMK Mairinque Mairinque Desativada da linha nos anos 1980