Linha da Frente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Linha da Frente
Informação geral
País  Portugal
Período em atividade 1999 - 2002
Afiliação(ões) Megafone, Sitiados, Ramp, Kussondulola, Despe & Siga
Integrantes João Aguardela
Viviane
Luís Varatojo
Rui Duarte
Dora Fidalgo
Prince Wadada
Janelo da Costa

Linha da Frente foi um projecto musical que resultou da colaboração de vários músicos portugueses.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sob o título Rock e Revolução, este projecto nasceu da conjugação de esforços de um conjunto de pessoas: João Aguardela (Sitiados e Megafone), Luís Varatojo (Despe & Siga), Viviane (Entre Aspas), Dora Fidalgo (Delfins), Janelo (Kussondulola), Prince Wadada e Rui Duarte (Ramp).[1]

Baseado em poemas de autores portugueses, como Fernando Pessoa, Natália Correia, António Aleixo, Manuel Alegre, António Ramos Rosa, Ary dos Santos e Alexandre O'Neill,[2] o projecto começa em 1999[3], como forma de celebrar os 25 anos do 25 de Abril.

Em 1999, lançaram um CD-single, em edição de autor, com uma versão de "Mudam-se os Tempos, Mudam-se a Vontades". As receitas reverteram a favor do CNRT.

Em 2002, foi editado o álbum homónimo. Ainda nesse ano foi promovido um concurso destinado a premiar a melhor remistura para o tema "As Facas".

O tema "Solidariedade (remix)" foi incluído na compilação "Mundial 2002".

Alguns dos temas dos A Naifa, grupo de João Aguardela e Luís Varatojo, tinham sido feitos para a Linha da Frente.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • 2002 - Linha da Frente (Universal)

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 1999 - "Mudam-se os Tempos, Mudam-se a Vontades" (Ed. Autor)
  • 2001 - "Não Posso Adiar o Coração" (Universal)

Referências