Linha de Defesa de Amesterdão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Linha de defesa de Amesterdão *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Stelling van Amsterdam the Netherlands.svg
Linha de defesa de Amsterdão
País  Países Baixos
Tipo Cultural
Critérios ii, iv, v
Referência 759
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 52° 22′ N 4° 53′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1996  (20ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.
Muizenfort em Muiden.
Fortificações na ilha Pampus.

A Linha de Defesa de Amesterdão (Amsterdão / Amesterdão (português europeu) ou Amsterdã (português brasileiro)) é um local incluso como Patrimônio Mundial da UNESCO (em holandês: Stelling van Amsterdam) é um longo anel de fortificações de 135 km ao redor de Amsterdam, consistindo de 42 fortes localizados entre 10 e 15 quilômetros do centro, e em terras baixas que poderiam ser inundadas facilmente em tempos de guerra. A inundação foi desenhada a fim de conferir uma profundidade que não seria suficiente para que barcos a atravessassem. Todas as edificações próximas deveriam ser construídas em madeira, para que no caso de alguma necessidade, poderiam ser queimadas ou removidas.

O Stelling van Amsterdam foi construído entre 1880 e 1920. A invenção do avião e do tanque de guerra fizeram os fortes obsoletos logo após serem terminados. Muitos dos fortes agora estão sob controle de conselhos da cidade e do departamento do meio-ambiente, e podem ser visitados. O Dia do Monumentos, no segundo sábado de Setembro, é o dia ideal para se visitar já que a entrada é livre.

Função[editar | editar código-fonte]

O Stelling van Amsterdam foi primeiramente uma "linha d´água" defensiva (em holandês: waterlinie) em algum ataque inimigo, grandes pedaços de terra ao redor de Amsterdam poderiam ser inundadas com água, evitando o avanço inimigo. Amsterdam funcionaria como um reduto, o último refúgio de Amsterdam. Os fortes foram construídos onde estradas, ferrovias ou diques cruzavam a linha de água. Nestes locais não haveria água para parar os inimigos e os fortes serviriam para barrar os mesmos.

Construção[editar | editar código-fonte]

A lei para construção do Stelling van Amsterdam foi criada em 1874. Durante o preparo da construção, tornou-se aparente que o design estaria ultrapassado por modernos avanços técnicos. Com a invenção da granada brisance (que explode com o impacto no alvo) necessitaram algumas mudanças nos fortes, de alvenaria para concreto, mas os holandeses não possuíam experiência suficiente com o concreto. Atrasos posteriores foram devidos ao fato de que as fundações na areia precisaram se assentar a fim de que os fortes fossem construídos. A construção atual não pode ser iniciada até 1897.

Em uso[editar | editar código-fonte]

O Stelling van Amsterdam nunca foi usado em combate e a invenção do avião durante a Primeira Guerra Mundial tornou-o obsoleto. Mas foi mantido em serviço até 1963.

O dique que passa por Haarlemmermeer, que fez possível a inundação da porção sul do polder enquanto a porção norte poderia continuar a produzir comida para Amsterdam, hoje é cortada pela estrada A4. Esta estrada também vai para Ringvaart em Roelofarendsveen, fazendo com que a inundação do polder de Haarlemmermeer e o uso futuro do Stelling ficasse inviável.

Em 1996 foi inscrito como Patrimônio Mundial da UNESCO.

Lista de fortes[editar | editar código-fonte]

Fronte Norte[editar | editar código-fonte]

  • Forte próximo a Edam
  • Forte próximo a Kwadijk
  • Forte ao norte de Purmerend
  • Forte em Nekkerweg
  • Forte em Middenweg
  • Forte em Jisperweg
  • Forte próximo a Spijkerboor

Fronte Noroeste[editar | editar código-fonte]

  • Forte próximo a Marken-Binnen
  • Forte próximo a Krommeniedijk
  • Forte em Den Ham
  • Forte próximo a Veldhuis
  • Forte em St.Aagtendijk
  • Forte em Zuidwijkermeerpolder
  • Forte próximo a Velsen
  • Forte Costeiro próximo a IJmuiden

Fronte Oeste[editar | editar código-fonte]

  • Forte Norte em Spaarndam
  • Forte Sul em Spaarndam
  • Forte próximo a Penningsveer
  • Forte próximo a Liebrug
  • Forte em Liede

Fronte Sudoeste[editar | editar código-fonte]

  • Forte próximo a Vijfhuizen
  • Bateria em IJweg
  • Forte próximo a Hoofddorp
  • Bateria em Sloterweg
  • Forte próximo a Aalsmeer

Fronte Sul[editar | editar código-fonte]

  • Forte próximo a Kudelstaart
  • Forte próximo a De Kwakel
  • Forte em Drecht
  • Forte próximo a Uithoorn
  • Forte Waver-Amstel
  • Forte em Waver-Botshol
  • Forte em Winkel

Fronte Sudeste[editar | editar código-fonte]

  • Forte próximo a Abcoude
  • Batteries along the Gein
  • Forte próximo a Nigtevecht
  • Forte próximo a Hinderdam
  • Forte Uitermeer
  • Weesp Fortress

Fronte Zuiderzee[editar | editar código-fonte]

  • Muiden Fortress
  • Battery near Diemerdam
  • Forte Pampus
  • Bateria perto de Durgerdam (Vuurtoreneiland)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]