Linha do Equador (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Linha do Equador"
Single de Djavan
do álbum Coisa de Acender
Lançamento 1993 (1993)
Formato(s) 12", 33 RPM
Gravação 1992
Gênero(s) MPB
Duração 04:34
Gravadora(s) Columbia
Composição Djavan e Caetano Veloso
Cronologia de singles de Djavan
"Se..."
(1992)
"Nas Ruas"
(1994)

"Linha do Equador" é uma canção composta pelos músicos e compositores Djavan e Caetano Veloso para o álbum de estúdio de Djavan: "Coisa de Acender",[1] sendo esta o único registro de Djavan e Caetano de uma composição dos dois juntos. Na letra da canção Djavan e Caetano falam do equador, linha imaginária que traça a Terra; falando no contexto da canção sobre a cultura dos locais por onde ela traça: "Rosa amarela/Voz de todo grito/Gosto tanto dela assim {…} Céu de Brasília/Traço do arquiteto/Gosto tanto dela assim/Gosto de filha música de preto {…} Minha Foz do Iguaçu/Pólo Sul, meu azul/Luz do sentimento nu".[2] Posteriormente Caetano Veloso a inclui na apresentação do álbum ao vivo: "Prenda Minha".[3]

Posteriormente incluída na coletânea Djavan por Eles da Somlivre promovida nos intervalos da Rede Globo com a versão de Caetano Veloso.

Faixas[editar | editar código-fonte]

12" PROMO (BRA) (CBS 51 596)

Todas as canções escritas e compostas por Djavan e Caetano Veloso

Lado A
N.º Título Duração
1. "Linha do Equador"   4:34
Lado B
N.º Título Duração
2. "Linha do Equador"   4:34
Duração total:
9:08

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Referências