Liniker e os Caramelows

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Liniker & Os Caramelows
Liniker em apresentação com Os Caramelows no Festival Contato, em Setembro de 2016.
Informação geral
Origem Araraquara, SP
País  Brasil
Gênero(s)
Período em atividade 2015 -
Afiliação(ões) Liniker
Integrantes Renata Éssis
Rafael Barone
William Zaharanszki
Péricles Zuanon
Márcio Bortoloti
Marja Lenski
Fernando Travassos
Éder Araújo
Ex-integrantes Liniker

Bárbara Rosa

Página oficial [1]

Liniker & Os Caramelows é um grupo musical brasileiro fundado em 2015 na cidade de Araraquara, São Paulo.[1] Integrado desde o início por Liniker (Voz, Letras); Renata Éssis (Voz); Rafael Barone (Contrabaixo Elétrico); William Zaharanszki (Guitarra); Péricles Zuanon (Bateria) e Márcio Bortoloti (Trompete), Fernando Travassos (Teclas); Marja Lenski (Percussões Acústicas) e Éder Araújo (Saxofone) também integram o grupo desde 2016.

Em 17 de Fevereiro de 2020, a Rolling Stone Brasil publicou uma entrevista onde Liniker e Rafael Barone explicaram que estão em processo de separação durante a turnê que apresenta "Goela Abaixo" (segundo álbum do grupo) e que Liniker deixará de trabalhar conjuntamente com o grupo até o 2º semestre de 2020.[2]

Em 2020 Liniker principal vocalista, anuncia desligamento com a banda. Para seguir carreira solo.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Liniker canta e escreve suas próprias letras e músicas. No ano de 2015, enquanto estudava teatro livre em Santo André (São Paulo), ela conheceu um time de músicos de Araraquara (também sua cidade de origem) e, diante de uma grande amizade e afinidade artística entre eles, ela propôs a formação de um grupo musical e a profissionalização do sonho de viver da música, a partir de três músicas que Liniker guardava de uma forma muito íntima.[4] Em 15 de outubro, Cru, primeiro EP do grupo, é publicado acompanhado de registros em vídeo (o grupo estava acompanhado também da cantora e compositora Ekena e da cantora Bárbara Rosa, integrante do grupo falecida em 26 de Junho de 2016[5]). "Zero" foi o primeiro single do EP e conseguiu 2 milhões de visualizações em 2 dias, chegando hoje a mais de 27 milhões de visualizações.[6] "Louise Du Brésil" e "Caeu" também ganharam milhões de visualizações rapidamente.[7] Durante a turnê de divulgação do trabalho, a banda realizou 80 shows por diversas partes do Brasil.[8] Em 16 de setembro de 2016, Remonta, álbum de estreia do grupo, foi publicado com ajuda de fãs através de um financiamento coletivo no Catarse.[9] A campanha teve um sucesso enorme e o valor arrecado ultrapassou a meta do projeto. Foram utilizadas as mesmas essências do EP para o álbum, abordando amor e relacionamentos, com várias misturas e referências.[10] Três das canções do disco já estavam presentes no EP.[11] O disco reverberou internacionalmente, ganhando atenção da imprensa estrangeira.[12][13][14] Em 22 de Março de 2019, "Goela Abaixo", segundo álbum do grupo, foi publicado após 2 anos de turnê em apresentação a "Remonta" e mais de 20 países visitados.[15] No mesmo ano, o álbum foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock e/ou Música Alternativa 2018/2019[16] e, desde então, o grupo está apresentando as músicas do álbum.

Neste meio-tempo, Liniker também fez diversas participações especiais (incluindo uma música com Rodrigo Alarcon, "Amor-Acidente", e uma interpretação conjunta com Elza Soares para a trilha sonora de Carcereiros, "Foi Você, Fui Eu") e publicou algumas músicas sem o grupo na virada de 2019 para 2020 (destaque para "Presente", pelo canal do YouTube A Colors Show; e diversas interpretações em "Acorda, Amor", álbum conjunto com Letrux, Xênia França, Luedji Luna e Maria Gadú derivado do especial de natal de 2018 do Cultura Livre e produzido por Roberta Martinelli e Décio 7[17][18]), enquanto Os Caramelows publicaram um EP instrumental auto-intitulado[19] e 9 íntegras instrumentais derivadas do álbum "Goela Abaixo".[20] Na entrevista onde Liniker e Rafael Barone contaram do processo de separação do grupo, Rafael comentou que o grupo fez um registro ao vivo no SESC Pompeia que "não prometemos data, mas é um material lindo que será lançado em algum momento"; que haverá uma turnê de despedida entre Junho e Julho de 2020 dedicada ao público brasileiro; e que Os Caramelows continuarão juntos.

Sobre este último fato, Rafael comentou:

"A gente continua com o projeto de Caramelows; ainda estamos entendendo o que é exatamente; foram 3 músicas com viés instrumental, alguns singles com cantoras convidadas e lançamos mais algumas instrumentais; a Rê (Renata Éssis) vai cantar uma. Vamos fazer vários experimentos e entender o que é esse grupo assim. Além dos trabalhos individuais assim."

Por outro lado, Liniker comentou que pretende voltar ao curso de teatro livre que começou em 2015:

"Às vezes, os sonhos que a gente tem não cabem todo mundo. Às vezes, alguém quer produzir disco na Espanha; (eu) quero (me) dedicar a teatro, cinema... Às vezes, nossos sonhos são díspares. Até os sonhos mais internos. Lembro desse dia da reunião de ficar pensando impossível que eu tenha realizado tudo. (Acho que) Deveria ter 23 anos ali. Como eu poderia ter realizado tudo isso? Calma, tem que ter mais coisa. Mas é abrir espaço, porosidade."

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Álbum Detalhes
Remonta
  • Lançamento: 16 de setembro de 2016
  • Formatos: CD, Streaming, Vinil
  • Gravadora: Independente
Goela Abaixo
  • Lançamento: 22 de março de 2019
  • Formatos: CD, Streaming
  • Gravadora: Independente
Goela Abaixo (Instrumental) Liniker não participa.

"Brechoque", "Textão", "Claridades" e "Intimidade" não fazem parte desta edição.

  • Lançamento: 27 de setembro de 2019
  • Formato: Streaming
  • Gravadora: Independente

Extended plays (EPs)[editar | editar código-fonte]

Álbum Detalhes
Cru
  • Lançamento: 15 de outubro de 2015
  • Formatos: EP, download digital
  • Gravadora: Independente
Caramelows Liniker não participa.
  • Lançamento: 22 de novembro de 2019.
  • Formato: Streaming
  • Gravadora: Independente

Singles[editar | editar código-fonte]

Título Ano Álbum
"Zero"[21] 2015 Cru
"BoxOkê"[22]
(C/ Aeromoças & Tenistas Russas + Tássia Reis)
2016 Remonta
"Prendedor De Varal"[23]
"Lava" 2018 Goela Abaixo
"Calmô"[24]
"Intimidade" 2019
"De Ontem" 2020

Participações especiais (apenas Liniker)[editar | editar código-fonte]

Título Ano Outros artistas Álbum
"Bolso Nada" 2016 Francisco, el Hombre Soltasbruxa[25]
"Amianto" 2017 Supercombo Session da Tarde: 1ª Temporada

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Liniker & Os Caramelows apresentando "Remonta" no festival Banlieues Bleues. Paris, 2018.

Atuais[editar | editar código-fonte]

  • Liniker – Voz, Letras (2015 – 2020)
  • Renata Éssis – Voz (2015 –)
  • Rafael Barone – Contrabaixo Elétrico (2015 –)
  • William Zaharanszki – Guitarra (2015 –)
  • Péricles Zuanon – Bateria (2015 –)
  • Márcio Bortoloti – Trompete (2015 –)
  • Marja Lenski - Percussões Acústicas (2016 –)
  • Fernando Travassos - Teclas (2016 –)
  • Éder Araújo - Saxofone (2016 –)

Antigos[editar | editar código-fonte]

  • Bárbara Rosa – Voz (2015 – 2016, falecida)

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Indicação Resultado Ref.
2016 Prêmio Multishow de Música Brasileira Melhor Hit "Zero" Indicado [26][27]
Revelação Melhor Grupo Venceu
2019 Grammy Latino Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock ou Música Alternativa em Língua Portuguesa Goela Abaixo Indicado [28]

Referências

  1. Felix, Vinicius (18 de maio de 2016). «Quem são os Caramelows?». RedBull. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  2. Internet (amdb.com.br), AMDB. «Rolling Stone · Liniker e os Caramelows anunciam separação: Entrevista Rolling Stone». Rolling Stone. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  3. «Banda Liniker e os Caramelows anuncia separação - Cultura». Estadão. Consultado em 8 de março de 2021 
  4. «De batom e brincos, cantora Liniker tem 1 milhão de acessos com videoclipes». Globo G1. 2 de dezembro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015 
  5. «Morre Bárbara Rosa, backing vocal da banda Liniker e os Caramelows». ISTOÉ Independente. 27 de junho de 2016. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  6. Branco Cruz, Felipe (6 de novembro de 2015). «De batom, brincos e turbante, músico de Araraquara se destaca no YouTube». Universo Online. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  7. «Liniker YouTube Stats, Channel Statistics» (em inglês). Social Blade. Consultado em 23 de dezembro de 2015 
  8. Ferreira, Mauro (1 de setembro de 2016). «Após 80 shows, a banda Liniker e os Caramelows lança o primeiro álbum». G1. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  9. «Liniker e os Caramelows lançam disco 'Remonta', produzido com a ajuda dos fãs». Bis. 16 de setembro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  10. Mazini, Marcos (24 de abril de 2016). «Liniker e os Caramelows anunciam que vão lançar seu 1º disco: 'Será todo caramelizado'». Gshow. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  11. «Divulgadas capa e músicas de 'Remonta', primeiro álbum de Liniker e os Caramelows». Uai. 1 de setembro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  12. «Brazil's Liniker Transcends Soul And Gender». Inity Weekly. 26 de outubro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015 
  13. «TIPP: Liniker - brasilianischer Soul vom Feinsten // 3 Videos + free EP». Stuttgart Soul Guru. 27 de outubro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015 
  14. «Le turban turbulent de Liniker». Afro-Sambra.fr. 27 de outubro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015 
  15. «O mundo é mais bonito com você». www.natura.com.br. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  16. «Grupo Liniker e os Caramelows é indicado para o Grammy Latino pelo álbum 'Goela Abaixo'». G1. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  17. «Disco de resistência, 'Acorda amor' propõe que corações batam sem medo e sem fugir à luta». G1. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  18. Pinheiro, Pedro Henrique (9 de janeiro de 2019). «Letrux, Luedji Luna, Liniker e Xênia França se unem em especial do Cultura Livre; assista». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  19. «Liniker e os Caramelows no Instagram: "SAIU!!! EP CARAMELOWS já disponível nas plataformas digitais 🤖✨🚀 Link na bio e nos stories #CARAMELOWS ______________________________…"». Instagram. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  20. «Liniker e os Caramelows no Instagram: "#GOELAABAIXOINSTRUMENTAL NO MUNDO!!! Corre no link da bio para ouvir e descobrir as capas que definimos com base no…"». Instagram. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  21. «Liniker e os Caramelows estão chegando». Festival Mada Brasil. Consultado em 13 de novembro de 2016. Arquivado do original em 14 de novembro de 2016 
  22. «BoxOkê (feat. Aeromoças e Tenistas Russas & Tássia Reis)». iTunes. Consultado em 13 de novembro de 2016 
  23. «Liniker e Os Caramelows solta clipe de "Prendedor de Varal"; assista». Rolling Stone. Consultado em 27 de dezembro de 2016 
  24. «Liniker e os Caramelows lançam single "Calmô"». Mad Sound. 31 de outubro de 2018. Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  25. Nogueira, Amanda (31 de agosto de 2016). «Banda Francisco, el Hombre lança álbum de estreia na sexta; ouça inédita». Folha de S.Paulo. Grupo Folha. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  26. «Saiba quem são os indicados ao Prêmio Multishow 2016». Multishow.Globo.com. 7 de outubro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  27. «Veja a lista completa dos ganhadores do Prêmio Multishow 2016». Billboard Brasil. 26 de outubro de 2016. Consultado em 26 de outubro de 2015 
  28. «Anavitoria e Tiago Iorc estão entre os premiados do Grammy Latino». UOL. 15 de novembro de 2019. Consultado em 15 de novembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]