Lista das instalações desportivas do Município de Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

As instalações desportivas do Município de Lisboa dependem do Departamento da Atividade Física e do Desporto.[1] Esta entidade administrativa, que planifica e gere a política desportiva do Município de Lisboa, estava anteriormente integrada na Direção Municipal de Educação e Desporto.[2]

Às instalações da sua titularidade, somam-se-lhes diferentes complexos municipais, privados e associativos.[3] De seguida destacam-se as instalações desportivas mais importantes do município.[4]

Instalações olímpicas[editar | editar código-fonte]

O Município de Lisboa tem mostrado um défice tradicional em matéria de grandes instalações desportivas, comparativamente com outras áreas metropolitanas europeias. Situação que se está a tentar corrigir com projetos com os quais a área metropolitana aspira a celebrar uns Jogos Olímpicos.[5]

Embora ainda não se tenha materializado a designação de Lisboa como cidade olímpica, as autoridades locais têm levado a efeito as obras da Pista de Atletismo Municipal Professor Moniz Pereira.

Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lisboa[editar | editar código-fonte]

Pista de Atletismo Municipal Professor Moniz Pereira[editar | editar código-fonte]

Se trata de um dos centros desportivos mais importantes da região, com uma pista de 400 metros. Situado na Rua João Amaral, na freguesia de Santa Clara, foi inaugurada em 2007, em frente ao Parque Oeste, e a sua designação pretendeu homenagear o treinador de atletismo Professor Mário Moniz Pereira.[6]

Hipódromo Municipal de Lisboa[editar | editar código-fonte]

Este complexo desportivo equestre está situado no Campo Grande, na freguesia de Alvalade, junto à Azinhaga dos Ameixiais, em terrenos concessionados pela Câmara Municipal de Lisboa em 1881, junto à Quinta da Calçada, apêndice da Estrada de Telheiras. É um dos poucos hipódromos de Portugal e, sem dúvida, um dos mais importante, junto com o Hipódromo Municipal da Maia e o Hipódromo Municipal Manuel Possolo, em Cascais, o Hipódromo Municipal de Felgueiras, o Hipódromo Municipal da Golegã, o Hipódromo Municipal de Cabeceiras de Basto, o Hipódromo Municipal de Ponte da Barca e o Hipódromo Municipal de Celorico de Basto.

Inaugurado em 1881 como Campo Jockey Club, é herdeiro de uma longa tradição hípica, que se remonta ao ano de 1874, quando se celebrou no concelho de Lisboa a primeira corrida de cavalos, no Hipódromo do Bom Sucesso, em Belém.[7] Em 1875, o Clube Equestre inquilino dos terrenos municipais, fundado em 1873, muda o nome para Jockey Club. Em 1881, fazem-se as primeiras corridas nas alamedas do Campo Grande, mas o entusiasmo popular é fraco. Dois anos depois extingue-se o Jockey Club. A Sociedade Promotora de Apuramento de Raças Cavalares, que arrematara os bens móveis do Jockey Club, ainda realiza algumas corridas, mas o público revela-se desinteressado. O antigo Hipódromo que era também designado por Jockey Club, faz parte de um universo de infraestruturas culturais do período tardo-liberal e I República, constituindo os antecedentes legítimos dos futuros pólos sociais e culturais do Estado Novo para a zona do Campo Grande. O projeto de construção de um novo Hipódromo foi apresentado à Câmara Municipal de Lisboa, em 1918, pela Sociedade Hípica Portuguesa. A ideia de construção de um novo Hipódromo de Lisboa no Campo Grande, consta já do Plano Geral de Melhoramentos da Capital de 1904, plano considerado utópico para a época, idealizado pelo engenheiro e professor de engenharia Ressano Garcia mas não concretizado. Em 1927, a Câmara Municipal de Lisboa concessiona o espaço à Sociedade Civil do Bairro Europa, para a construção de um hipódromo no Campo Grande.[8]

Em 1930, a Câmara Municipal de Lisboa atribuiu uma concessão a titulo precário, renovável a cada 40 anos, à Sociedade Hípica Portuguesa para os terrenos municipais do Hipódromo de Lisboa, no Campo Grande. Foi ali que se instalou a Sociedade Hípica Portuguesa, depois de ter passado pela Palhavã, entre 1911 e 1918, e Sete Rios, até 1930. Em 1953, parte sul dos terrenos foram utilizados pelo Estado para a construção da Cidade Universitária, destruindo parcialmente a pista de corridas e o campo de treino de obstáculos, havendo já anteriormente a parte norte sido abdicada para a construção do antigo estádio de Alvalade.[9]

No entanto mesmo após a concessão, o espaço continua a ser disputado pela Câmara Municipal de Lisboa e pelo Estado, o que juntamente com as escassas verbas tem dificultado o planeamento e desenvolvimento do complexo desportivo hípico.[10]

Nele se celebra o CSIO – Concurso de Saltos Internacional Oficial, a corrida de cavalos mais prestigiosa do calendário hípico português, herdeira do antigo Concurso Hípico Internacional de Lisboa, que data do ano 1911.[11]

Campos de golfe de Lisboa[editar | editar código-fonte]

O município conta com um total de dois campos de golfe, nomeadamente, o do Paço do Lumiar, situado na Quinta dos Alcoutins, na freguesia do Lumiar, e o Campo Municipal de Golfe da Bela Vista, situado em pleno Parque da Bela Vista, na freguesia de Marvila, concessionado pela Câmara Municipal de Lisboa em 1997 à empresa A.B.Golfe, Lda. e cuja concessão se encontra em litígio.[12][13]

Centros Desportivos Municipais[editar | editar código-fonte]

Equipamento Freguesia Serviços
Polidesportivos e Complexos Desportivos Municipais
Complexo Desportivo Municipal do Casal Vistoso Areeiro Unidades desportivas cobertas:
  • Pavilhão polidesportivo
  • 2 salas multiusos (atividades e ciclo indoor)
  • Rocódromo indoor
  • Sala de fitness
  • Piscina climatizada (vaso de 25 metros)
Complexo Desportivo Municipal do Campo Grande Alvalade Unidades desportivas cobertas:
  • 4 salas de musculação e multiusos (atividades e ciclo indoor)
  • Piscina climatizada (vaso de competição e vaso de aprendizagem)
  • 1 zona termal (spa, banho turco)
  • 1 sauna
Complexo Desportivo Municipal da Boavista Benfica Unidades desportivas de ar livre:
  • 1 campo polidesportivo (futebol de 11 e râguebi)

Unidades desportivas cobertas:

  • Pavilhão polidesportivo
  • Piscina climatizada (vaso de 25 metros)
Complexo Desportivo Municipal do Areeiro Areeiro Unidades desportivas cobertas:
  • 1 sala de fitness
  • 3 salas polivalentes
  • Sala de fisioterapia
  • Sala de atividades dirigidas
  • Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
  • 1 zona termal (spa)
  • 1 sauna
Complexo Desportivo Municipal da Freguesia de Benfica Benfica Unidades desportivas cobertas:
  • Piscina climatizada
  • Sala multiusos
  • Ringue
Complexo Desportivo Municipal de São João de Brito Alvalade Unidades desportivas de ar livre:
  • 3 campos polidesportivos 44 x 22 metros
  • 1 campo polidesportivo (futebol de 11 e râguebi)
Complexo Desportivo Municipal dos Olivais Olivais Unidades desportivas de ar livre:
  • Piscina de ar livre
  • 3 campo de padel

Unidades desportivas cobertas:

  • 1 sala de musculação (atividades e ciclo indoor)
  • 6 salas polivalentes
  • Piscina climatizada (vaso de competição e vaso de aprendizagem)
  • 1 zona termal (spa, banho turco)
  • 1 sauna
Complexo Desportivo Municipal do Alto do Lumiar Lumiar Unidades desportivas de ar livre:
  • 2 campos polidesportivos em relva sintética (futebol de 11 e râguebi)
  • 1 campo polidesportivo
Pavilhão Polidesportivo Municipal da Ajuda Alcântara 1 pista multiusos (1 área central 40 x 20 metros e 2 áreas laterais 20 x 13 metros)
Pavilhão Polidesportivo Municipal de Carnide

(bairro Padre Cruz)

Carnide 1 pista multiusos
Pavilhão Polidesportivo Municipal dos Lóios Marvila 1 pista multiusos
Pavilhão Polidesportivo Municipal da Freguesia de Alvalade

(bairro Fonsecas e Calçada)

Alvalade 1 pista multiusos
Pavilhão Polidesportivo Municipal de Nossa Senhora de Fátima

(bairro de Santos)

Avenidas Novas 1 pista multiusos
Campo Polidesportivo Municipal Filipe da Mata Avenidas Novas 1 campo em relva sintética
Campo Polidesportivo Municipal do Rio Seco Ajuda 1 campo polidesportivo
Campo Polidesportivo Municipal da Quinta do Cabrinha Alcântara 1 campo polidesportivo
Campo Polidesportivo Municipal das Torres Edifer Santa Clara 1 campo polidesportivo
Edifício Multiusos da Pista de Atletismo Municipal Prof. Moniz Pereira Santa Clara Unidades desportivas cobertas:
  • 1 sala de judo
  • 2 salas multiusos
Campo Municipal de Padel do Campo Grande Alvalade 9 pistas de padel outdoor
Pista Municipal de Radiomodelismo de Lisboa

(Monsanto)

Benfica 1 pista
Piscinas Municipais
Piscina Municipal das Avenidas Novas

(Rego)

Avenidas Novas Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
Piscina Municipal de Campo de Ourique Campo de Ourique Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
Piscina Municipal de Santa Clara

(Ameixoeira)

Santa Clara Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
Piscina Municipal de São Vicente

(Alfama)

São Vicente Piscina climatizada (vaso de 16,70 x 7 metros)
Piscina Municipal do Alvito Alvito Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
Piscina Municipal do Oriente Parque das Nações Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
Piscina Municipal do Restelo Belém Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
Piscina Municipal de Alvalade

(quartel do Regimento de Sapadores Bombeiros)

Alvalade
Piscina Municipal de Arroios

(Anjos)

Arroios
Piscina Municipal do Vale Fundão Marvila Piscina climatizada (vaso de 25 metros e vaso de aprendizagem)
Piscina Municipal da Penha de França Penha de França (em obras)

Instalações Desportivas Municipais Básicas[editar | editar código-fonte]

Equipamento
Campo de Jogos Municipal do Bairro 2 de Maio
Campo de Jogos Municipal da Praça Bernardo Santareno
Campo de Jogos Municipal da Torrinha
Campo de Jogos Municipal do Campo Santana
Campo de Jogos Municipal do Passadiço
Campo de Jogos Municipal dos Anjos
Campo de Jogos Municipal do Jardim Fernand
Campo de Jogos Municipal Quartin Graça
Campo de Jogos Municipal do PER 11
Campo de Jogos Municipal da Quinta do Cabrinha
Parque de Skate Municipal do Vale de Chelas
Parque de Skate Municipal de São Sebastião (Corredor Verde)
Parque de Skate Municipal de Monsanto
Parque de Skate Municipal do Parque das Nações (Terreiro dos Radicais)
Instalação Desportiva Municipal Básica do Parque Recreativo do Alvito
Instalação Desportiva Municipal Básica do Parque do Moínho do Penedo
Instalação Desportiva Municipal Básica do Parque da Pedra
Instalação Desportiva Municipal Básica da Mata de São Domingos de Benfica
Instalação Desportiva Municipal Básica do Parque Vale do Silêncio

Referências

  1. «Despacho 8499/2018, 2018-09-03». Diário da República Eletrónico. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  2. «Assembleia Municipal de Lisboa : Proposta 639/CM/2015, alínea a) - Alteração, em uma divisão, do número máximo de divisões na estrutura nuclear da Câmara Municipal de Lisboa». www.am-lisboa.pt. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  3. «Carta Desportiva de Lisboa» (PDF) 
  4. «Diretorio de contactos - Informações e Serviços». informacoeseservicos.lisboa.pt. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  5. «JOGOS OLÍMPICOS FAZEM LISBOA SONHAR». www.cmjornal.pt. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  6. Soares, Marisa. «Correr acompanhado por quem sabe: nasceu o Centro de Marcha e Corrida de Lisboa». PÚBLICO. Consultado em 2 de fevereiro de 2020 
  7. Las carreras de caballos en Madrid se remontan al año 1835
  8. «Bairro da Quinta da Calçada: Os "Saltos de Cavalos" ou O Hipódromo do Campo Grande». Bairro da Quinta da Calçada. 21 de outubro de 2012. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  9. Livro de escrituras n.º 144, f. 139v de 1927-04-30. [S.l.]: Arquivo Municipal de Lisboa 
  10. «Uma aldeia dos cavalos escondida no coração da capital - DN». www.dn.pt. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  11. «CSIO LISBOA 2019 – 88 Atletas e 174 Cavalos inscritos». EQUISPORT. 30 de maio de 2019. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  12. Henriques, Ana. «Creche sem licença em terreno camarário». PÚBLICO. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  13. Assembleia Municipal de Lisboa. Segunda Reunião da Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de Lisboa, iniciada no dia 21 de junho de 2011. Acta n.º 48