Lista de agraciados na Ordem do Mérito Cultural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dona Marisa e o ministro da Cultura, Gilberto Gil, durante cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Cultural em 8 de novembro de 2006. Foto:Ricardo Stuckert/PR.

Esta é a lista de agraciados ou promovidos pela Ordem do Mérito Cultural.


2018[editar | editar código-fonte]

A cerimônia foi realizada em 28 de novembro de 2018, no Palácio do Planalto.[1]

Nome Post-mortem Área Classe
Guilherme Fiuza Cavaleiro
Martim Vasques da Cunha Cavaleiro
Roberto Teixeira da Costa Cavaleiro
Saulo Ferreira Cavaleiro
Sérgio Mielniczenko Cavaleiro
Thiago Soares Cavaleiro
Wanda Sá Cavaleiro
Biblioteca Oliveira Lima (sem grau)
Festival Villa Mix (sem grau)
Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (sem grau)
King‘s Brazil Institute (sem grau)
Museu de Arte de São Paulo (sem grau)
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (sem grau)
Museu de Arte Moderna de São Paulo (sem grau)
Museu da Gente Sergipana (sem grau)
Orquestra Filarmônica de Minas Gerais (sem grau)
Trio Roraimeira (sem grau)
Antonio Mazzafera Comendador
Bruno Wainer Comendador
Carlos Saldanha Comendador
Dedé Santana Comendador
Eva Sopher Sim Comendador
Eva Wilma Comendador
Jorge Caldeira Comendador
Luiz Oscar Niemeyer Comendador
Marcelo Castello Branco Comendador
Marcio Fraccaroli Comendador
Monah Delacy Comendador
Vó Mera Comendador
Abelardo Barbosa (Chacrinha) Sim Grã-Cruz
Carlos Vereza Grã-Cruz
José Bonifácio Sim Grã-Cruz
Kati Almeida Braga Grã-Cruz
Milton Gonçalves Grã-Cruz
Sérgio Mendes Grã-Cruz




2017[editar | editar código-fonte]

A cerimônia foi realizada em 19 de dezembro de 2017, no Palácio do Planalto. Os homenageados que foram condecorados com a Grã-Cruz foram Boni,Renato Aragão e Domingo Alzugaray,que recebeu postumamente [2][3].[4].

Nome Post-mortem Área Classe
Renato Aragão Grã-Cruz
Domingo Alzugaray Sim Grã-Cruz
Augusto Marzagão Sim Grã-Cruz
Boni Grã-Cruz
Eduardo Portella Sim Grã-Cruz
Ivo Barroso Grã-Cruz
Luiz Calainho Comendador
Mãe Neide Oyá D´Oxum Comendador
Luis Severiano Ribeiro Comendador
Marcelo Bertini Comendador
Eduardo Saron Nunes Comendador
Ricardo Amaral Comendador
Roberto Minczuk Comendador
Fernando Alterio Comendador
Marcelo Bratke Comendador
Ana Maria Nobrega Miranda Comendador
Pierre André Mantovani Comendador
Marcelo Dantas Comendador
Carlos Tufvesson Cavaleiro
Jair de Souza Cavaleiro
Genival Lacerda Cavaleiro
Maria Ignez Montovani Cavaleiro
D.Onete Cavaleiro
Carla Camuratti Cavaleiro
Cláudia Costin Cavaleiro
Paulo Cruz Cavaleiro
Luciane Gorgulho Cavaleiro
Afonso Oliveira Cavaleiro
Beto Kelner Cavaleiro
Roberto Santucci Cavaleiro
Galo da Madrugada (sem grau)
Moeller & Botelho Produções Artísticas (sem grau)

2016[editar | editar código-fonte]

A cerimônia foi realizada em 7 de novembro de 2016, no Palácio do Planalto. A homenageada foi a cantora e compositora Dona Ivone Lara, condecorada com a Grã-Cruz[3][5].[4]. Os criadores das Cerimônias de Abertura e Encerramento das Olimpíadas e Paralimpíadas do Rio 2016 também foram condecorados.

Três agraciados recusaram a honraria, Marcelo Rubens Paiva, Daniela Thomas e Arthur Omar, considerando o governo a entregar o prêmio "ilegítimo" [6]

Nome Post-mortem Área Classe
Dona Ivone Lara Grã-Cruz
Clementina de Jesus Sim Grã-Cruz
Donga Sim Grã-Cruz
Ferreira Gullar Literatura Grã-Cruz
Papete Sim Grã-Cruz
Ismael Silva Sim Grã-Cruz
Noel Rosa Sim Grã-Cruz
Abel Gomes Comendador
Alcymar Monteiro Comendador
Ana Mae Barbosa Comendador
Andrucha Waddington Comendador
Beatriz Milhazes Comendador
Carlinhos de Jesus Comendador
Carlos Alberto Serpa de Oliveira Comendador
Carlos Vereza Comendador
Fernando Meirelles Comendador
Fred Gelli Comendador
Isaurinha Garcia Sim Comendador
Jorge Aragão Comendador
Jovelina Pérola Negra Sim Comendador
Marcus Faustini Comendador
Mauro Mendonça Comendador
Neguinho da Beija Flor Comendador
Nelson Sargento Comendador
Rosa Magalhães Comendador
Silas de Oliveira Sim Comendador
Vik Muniz Comendador
Rildo Hora Cavaleiro
Rosa Maria Araújo Cavaleiro
Ricardo Cravo Albin Cavaleiro
Focus Cia. De Dança (sem grau)
Fundação Darcy Ribeiro (sem grau)
Grupo Teatro da Laje (sem grau)
Instituto Ricardo Brennand (sem grau)
Maracatu Feminino Coração Nazareno (sem grau)
Museu do Samba (sem grau)

2015[editar | editar código-fonte]

A cerimônia foi realizada em 9 de novembro de 2015, no Palácio do Planalto. O homenageado foi o poeta Augusto de Campos, condecorado com a Grã-Cruz[7][8].

Nome Post-mortem Área Classe
Augusto de Campos Literatura Grã-Cruz
Daniela Mercury Grã-Cruz
Mestre João Grande Grã-Cruz
Paulo Herkenhoff Grã-Cruz
Vera Tostes Grã-Cruz
Ailton Krenak Grã-Cruz (promoção)
As Ceguinhas de Campina Grande Grã-Cruz (promoção)
Niède Guidon Grã-Cruz (promoção)
Adylson Godoy Comendador
Aldyr Schlee Literatura Comendador
Antônio Araújo Comendador
Arnaldo Antunes Comendador
Cesare La Rocca Comendador
José Mourão Comendador
Marcelo Yuka Comendador
Rolando Boldrin Comendador
Ruy Cezar Sim Comendador
Walter Carvalho Comendador
Davi Kopenawa Yanomami Comendador (promoção)
Eva Schul Cavaleiro
Humberto Teixeira Sim Cavaleiro
Italo Campofiorito Cavaleiro
Luís Humberto Cavaleiro
Mãe Beth de Oxum Cavaleiro
Sônia Guajajara Cavaleiro
Uruhu Mehinako Cavaleiro
Vanisa Santiago Cavaleiro
Casa de Cinema de Porto Alegre (sem grau)
Tribo de Atuadores (sem grau)
Centro de Memória do Circo (sem grau)
Comissão Guarani Yvyrupa (sem grau)
Sociedade Musical Curica (sem grau)

2014[editar | editar código-fonte]

Realizada em 6 de novembro de 2014, no Palácio do Planalto. As homenageadas foram a arquiteta Lina Bo Bardi e a pintora Djanira da Motta e Silva; ambas completariam seus centenários se estivessem vivas[9].

Nome Post-mortem Área Classe
Jenner Augusto Sim Grã-Cruz
Júlio Medaglia Grã-Cruz
Orlando Senna Grã-Cruz
Bernardo Paz Comendador
Henricredo Coelho (Palhaço Gafanhoto) Comendador
Ogã Bangbala Comendador
Marisa Monte Comendador
Patrícia Pillar Comendador
Paulo Martins Sim Comendador
Alex Atala Cavaleiro
Alexandre Herchcovitch Cavaleiro
Celso Frateschi Cavaleiro
Eliane Potiguara Cavaleiro
Chico de Assis Cavaleiro
Hermano Vianna Cavaleiro
José Carlos Meirelles Cavaleiro
Vange Leonel Sim Cavaleiro
Matheus Nachtergaele Cavaleiro
Oskar Metsavaht Cavaleiro
Mano Brown Cavaleiro
Tião Oleiro Caveleiro
Bruno e Marrone Cavaleiro

2013[editar | editar código-fonte]

A solenidade, realizada em 5 de novembro de 2013, no Auditório Ibirapuera, homenageou o arquiteto Oscar Niemeyer e a artista plástica Tomie Ohtake[10].

Nome Post-mortem Área Classe
Eleazar de Carvalho Sim Grã-Cruz
Henfil Sim Grã-Cruz
Naná Vasconcelos Grã-Cruz
Roberto Pires Sim Grã-Cruz
Rubem Braga Sim Literatura Grã-Cruz
Antônio Fagundes Grã-Cruz
Sérgio Mamberti Grã-Cruz
Walter Pinto Sim Grã-Cruz
Antonio Abujamra Comendador
Lucy Barreto Comendador
Marlos Nobre Comendador
Laerte Coutinho Comendador
Nilcemar Nogueira Comendador
Ronaldo Correia de Brito Comendador
Hélio Cabral Cavaleiro
Bárbara Paz Cavaleiro
Erasmo Carlos Cavaleiro
Ivan Lins Cavaleiro
Maria Adelaide Amaral Literatura Cavaleiro
Maria Cândido Cavaleiro
Mira Haar Cavaleiro
Paulo Borges Cavaleiro
Rosa Maria dos Santos Alves (Rosinha) Cavaleiro
Walda Marques Cavaleiro
Associação de Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia (sem grau)
Sociedade Junina Bumba Meu Boi da Liberdade (sem grau)
Ilê ayê (sem grau)
Grupo de Dança 1º Ato (sem grau)
Grupo Gay da Bahia (sem grau)
Maracambuco (sem grau)
Cacá Diegues Grã-Cruz
Daniel Munduruku Literatura Grã-Cruz
Dona Zica Sim Grã-Cruz
Antunes Filho Grã-Cruz
Maurice Capovilla Grã-Cruz
Paulo Archias Mendes da Rocha Grã-Cruz
Tomie Ohtake Grã-Cruz

2012[editar | editar código-fonte]

O homenageado da cerimônia foi Luiz Gonzaga, cujo centenário era celebrado. Foi a primeira edição na gestão de Marta Suplicy no Ministério da Cultura. A entrega das medalhas aconteceu no dia 5 de outubro de 2012, no Palácio do Planalto[11].

Nome Post-mortem Área Classe
José Sarney Grã-Cruz
Jorge Amado Sim Literatura Grã-Cruz
Abelardo da Hora Grã-Cruz
Amácio Mazzaropi Sim Grã-Cruz
Dener Pamplona de Abreu Sim Grã-Cruz
Hebe Camargo Sim Grã-Cruz
Herivelto Martins Sim Grã-Cruz
Ifigênia Rosa de Oliveira Sim Grã-Cruz
Mário Schenberg Sim Grã-Cruz
Orlando Orfei Grã-Cruz
Paulo Goulart Grã-Cruz
Plínio Marcos Sim Literatura Grã-Cruz
Autran Dourado Sim Literatura Grã-Cruz
Aguinaldo Silva Literatura Comendador
Alceu Valença Comendador
Almir Narayamoga Suruí Comendador
Carlos Alberto Cerqueira Lemos Comendador
Elba Ramalho Comendador
Fafá de Belém Comendador
Ismail Xavier Comendador
Marieta Severo Comendador
Milton Guran Comendador
Raquel Trindade Comendador
Rose Marie Muraro Comendador
Senor Abravanel (Silvio Santos) Comendador
Anna Muylaert Cavaleiro
Breno Silveira Cavaleiro
Cleodes Maria Piazza Julio Ribeiro Cavaleiro
Felipe Schaedler Cavaleiro
Humberto Piva Campana e Fernando Piva Campana (Irmãos Campana) Cavaleiro
Isay Weinfeld Cavaleiro
Martha Medeiros Literatura Cavaleiro
Miguel Chikaoka Cavaleiro
Regina Casé Cavaleiro
Associação Carnavalesca Bloco Afro Olodum (sem grau)
Museu de Valores do Banco Central (Banco Central do Brasil) (sem grau)
Escola de Dança e Integração Social Para Criança e Adolescente (EDISCA) (sem grau)
Fundação Municipal de Artes de Montenegro (FUNDARTE) (sem grau)
Museu Histórico Nacional (Instituto Brasileiro de Museus) (sem grau)
Movimento Gay de Minas (sem grau)
Orquestra Popular da Bomba do Hemetério (sem grau)

2011[editar | editar código-fonte]

A escritora e jornalista Pagu foi a homenageada na entrega das comendas da OMC de 2011. A cerimônia aconteceu no Teatro Santa Isabel, no Recife, em 9 de novembro de 2011. A presidenta Dilma Rousseff, que não pôde comparecer, foi representada pela ministra Ana de Hollanda[12].

Nome Post-mortem Área Classe
Paulo Gracindo Sim Teatro
Valdemar de Oliveira Sim Teatro
Hector Babenco Cinema
Helena Kolody Sim Poesia
Herbert de Sousa Sim Sociologia
Ítala Nandi Teatro
Jair Rodrigues Música
João do Vale Sim Música
João das Neves Teatro
José Renato Pécora Sim Teatro
Leila Diniz Sim Cinema
Lélia Abramo Sim Teatro
Capiba Sim Música
Nelson Cavaquinho Sim Música
Paulo Freire Sim Educação
Quinteto Violado Música
Teatro Tablado Teatro
Tereza Costa Rêgo Pintura
Vik Muniz Artes plásticas
Campos de Carvalho Sim Teatro
Associação dos Artesãos de Santana do Araçuaí Artesanato
Academia Brasileira de Letras Literatura
Adriana Varejão Cenografia
Afonso Borges Literatura
Ana Montenegro Poesia
Antônio Nóbrega Música
Antônio Pitanga Teatro
Apolônio Melônio Folclore
Associação Capão Cidadão Movimento social
Casa de Produtos Indígenas Wariró Arte indígena
Central Única das Favelas Movimento social
Clarice Lispector Sim Literatura
Claudett de Jesus Ribeiro Antropologia
Dançando para não dançar Dança
Dzi Croquettes Teatro
Beth Carvalho Música
Espedito Seleiro Artesanato
Evando dos Santos Biblioteconomia
Festival de Dança de Joinville Dança
Festival Santista de Teatro Teatro
Glênio Bianchetti Artes plásticas
Samba de Cumbuca Música
Grupo Galpão Teatro
Gustavo Dahl Sim Cinema
Luiz Melodia Música
Lygia Bojunga Nunes Literatura
Maracatu Estrela de Tracunhaém Música
Mário Lago Sim Música
Memorial Jesuíta Unisinos Museologia
Zuzu Angel Sim Moda

2010[editar | editar código-fonte]

As comendas foram entregues em solenidade no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, na qual foi realizada uma homenagem ao antropólogo Darci Ribeiro[13].

Nome Post-mortem Área Classe
Armando Nogueira Sim Jornalismo
Carlos Drummond de Andrade Sim Poesia
Cazuza Sim Música
João Cabral de Melo Neto Sim Poesia
Joaquim Nabuco Sim Oratória
Moacir Werneck de Castro Sim História
Nelson Rodrigues Sim Teatro
Vinicius de Moraes Sim Poesia
Andrea Tonacci Cinema
Anna Bella Geiger Artes plásticas
Mestre Alberto da Paz (Ás de Ouro) Música
Azelene Kaingang Sociologia
Cândido Antônio Mendes de Almeida Direito
Carlota Albuquerque Dança
Cesaria Evora Música
Época de Ouro Música
Lavadeiras de Almenara Música
Demônios da Garoa Música
Denise Stoklos Dança
Pedro Casaldáliga Religião
João Carlos de Souza Gomes Diplomacia
Escuela Internacional de Cine y Television de San Antonio de los Baños (EICTV) Cinema
Gal Costa Música
Glória Pires Televisão
Companhia de Danças Folclóricas Aruanda Dança
Hermeto Pascoal Música
Ilo Krugli Teatro
Ismael Ivo Dança
Ítalo Rossi Teatro
Jaguar Caricatura
Joênia Wapixana Movimento popular
Leon Cakoff Cinema
Leonardo Boff Literatura
Maracatu Estrela Brilhante de Igarassú Música
Mário Gruber Correia Museologia
Maureen Bisilliat Fotografia
Maurício Segall Museologia
Rogério Duarte Ilustração
Lira Ceciliana Música
Tinoco Música

2009[editar | editar código-fonte]

A solenidade de condecoração foi realizada no dia 25 de novembro, no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro. O homenageado na 15ª edição foi o compositor Heitor Villa-Lobos[14].

Nome Post-mortem Área Classe
Patativa do Assaré Sim Música
Bispo do Rosário Sim Artes plásticas
Ataulfo Alves Sim Música
Heleny Guariba Sim Teatro
Carmen Miranda Sim Música
Raul Seixas Sim Música
Roberto Burle Marx Sim Paisagismo
Mestre Vitalino Sim Artesanato
Aderbal Freire Filho Teatro
Mia Couto Literatura
Ângela Maria Música
Alexander Wollner Design
Beatriz Sarlo Crítica literária
Boaventura de Souza Santos História
Deborah Colker Dança
Davi Kopenawa Yanomami Movimento social
Elifas Andreato Ilustração
Chico Anysio Humorismo
Fernanda Abreu Música
Fernando Amaral dos Guimarães Peixoto Teatro
Gerson King Combo Música
Gilvan Samico Artes plásticas
Ivaldo Bertazzo Dança
Carlos Manga Cinema
José Eduardo Agualusa Literatura
Zeca Pagodinho Música
José Miguel Wisnik Música
Laerte Coutinho História em quadrinhos
Luiz Olimecha Circo
Lydia Hortélio
Manoel de Oliveira Cinema
Maria Lúcia Godoy
Miguel Rio Branco
Nathalia Timberg Teatro
Ney Matogrosso Música
Noca da Portela Música
Paulo Vanzolini Música
Paulo Bruscky Artes plásticas
Sergio Rodrigues Arquitetura
Walmor Chagas Teatro
Afoxé Filhos de Gandhy Música
Balé Popular de Recife Dança
Fundação Iberê Camargo Artes plásticas
Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural
Mamulengo Só-Riso Teatro
Maracatu Estrela de Ouro de Aliança Música
Osgemeos Artes plásticas
Teatro Vila Velha Teatro
Vídeo nas Aldeias Vídeo

2008[editar | editar código-fonte]

A solenidade da 14ª edição, que homenageou o escritor Machado de Assis, foi realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em 7 de outubro de 2008. O ministro Juca Ferreira, o secretário-geral das Relações Exteriores, Samuel Pinheiro Guimarães, a atriz Camila Pitanga e o ator Sérgio Mamberti, secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, entregaram os prêmios.[15]

Nome Post-mortem Área Classe
Altemar Dutra Sim Música
Athos Bulcão Sim
Dulcina de Moraes Sim
Guimarães Rosa Sim Literatura
Hans-Joachim Koellreutter Sim
Marcantonio Vilaça Sim
Otávio Afonso Sim
Paulo Emílio Sales Gomes Sim Literatura
Pixinguinha Sim
Ailton Krenak
Anselmo Duarte
Benedito Ruy Barbosa
Bule-Bule
Carlos Lyra
Claudia Andujar
Edu Lobo
Efigênia Ramos Rolim
Eva Todor
Goiandira do Couto
João Candido Portinari
Johnny Alf
Leonardo Villar
Maria Bonomi
Marlene
Mercedes Sosa
Milton Hatoum Literatura
Nelson Triunfo
Orlando Miranda
Paulo Moura
Roberto Corrêa
Ruy Guerra Literatura
Sérgio Ricardo
Tatiana Belinky
Teresa Aguiar
Vicente Juarimbu Salles
Zabé da Loca
Associação Ashaninka do Rio Amônia (Apiwtxa)
Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais
Associação Brasileira de Imprensa
Associação Comunidade Yuba
Centro Cultural Piollin
Coletivo Nacional de Cultura do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra
Giramundo Teatro de Bonecos
Instituto Baccarelli
Mestres da Guitarrada
Música no Museu
Quasar Cia de Dança

2007[editar | editar código-fonte]

Realizada em 7 de novembro de 2007, no Palácio das Artes.[16]

Nome Post-mortem Área Classe
Cartola Sim
Dodô e Osmar Sim
Glauber Rocha Sim
Grande Otelo Sim
Hermilo Borba Filho Sim
Lina Bo Bardi Sim
José Aparecido de Oliveira Sim
Luiz Gonzaga Sim
Orides Fontela Sim
Solano Trindade Sim
Antônio Carlos Jobim Sim
Walter Smetak Sim
Abdias Nascimento Literatura
Álvaro Siza Vieira
Bárbara Heliodora Literatura
Cacique Raoni
Celine Imbert
Cildo Meireles
Claude Lévi-Strauss
Jean-Claude Bernardet Literatura
Jorge Benjor
Judith Malina
Kanuá Kamayurá
Lia Robatto
Luís Otávio Souza Santos
Luiz Mott
Moniz Bandeira Literatura
Marcello Grassmann
Oscar Niemeyer
Ronaldo Fraga
Selma do Coco
Sérgio Britto
Tônia Carrero
Tostão
Vânia Toledo
Associação Cultural Cachuera!
Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto
Clube do Choro de Brasília
Escola de Circo Picolino
Grupo Nós do Morro
Museu Paraense Emílio Goeldi
Castelo Rá-Tim-Bum

2006[editar | editar código-fonte]

Em 8 de novembro de 2006, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Cultura, Gilberto Gil, entregaram as insígnias no Salão Nobre do Palácio do Planalto, em Brasília. A primeira-dama, Marisa Letícia, também participou da solenidade que teve como tema Patrimônios, Memórias e Valores Brasileiros.[17]

Nome Post-mortem Área Classe
Amir Haddad Teatro Comendador
Banda de Pífanos de Caruaru Música Cavaleiro
Berthold Zilly (Alemanha) Personalidade estrangeira
Casa de Cultura Tainã Instituição Cavaleiro
Centro de Estudos e Ações Solidárias,
Projeto Centro de Memória da Maré
Instituição Cavaleiro
Conselho Internacional de Museus Museu Cavaleiro
Cora Coralina Sim Literatura Grã-Cruz
Curt-Meyer Clason (Alemanha) Personalidade estrangeira
Daniel Munduruku Literatura Comendador
Dino Garcia Carrera Sim Dança Grã-Cruz
Dona Teté Cacuriá Cultura Popular Comendador
Emmanuel Nassar Artes Plásticas Comendador
Escola de Museologia da UniRio Museu Cavaleiro
Feira do Livro de Porto Alegre Literatura Cavaleiro
Fernando Birri Cinema Internacional Comendador
Grupo Corpo Dança Cavaleiro
Henry Thorau (Alemanha) Personalidade estrangeira
Intrépida Trupe Circo Cavaleiro
Johannes Odenthal (Alemanha) Personalidade estrangeira
José Mindlin Literatura Grã-Cruz
Josué de Castro Sim Geógrafo Grã-Cruz
Júlio Bressane Cinema Comendador
Laura Cardoso Teatro Comendador
Lauro César Muniz TV Comendador
Lygia Martins Costa Museu Comendador
Luiz Phelipe de Carvalho Castro Andrès Colaborador Iphan Comendador
Mário Cravo Neto Fotografia Comendador
Mário de Andrade Sim Literatura Grã-Cruz
Mário Pedrosa Sim Artes Plásticas Grã-Cruz
Mestre Eugênio Cultura Popular Comendador
Mestre Verequete Cultura Popular Comendador
Ministério da Cultura (Espanha) Instituição Grã-Cruz
Moacir Santos Sim Música Grã-Cruz
Museu de Arqueologia de Xingó Museu Cavaleiro
Paulo César Saraceni Cinema Comendador
Pompeu Christóvam de Pina Artes Plásticas Comendador
Racionais MC's Música Cavaleiro
Ray-Gude Mertin (Alemanha) Personalidade estrangeira
Rodrigo Melo Franco de Andrade Sim Chefe SPHAN, de sua fundação até 1968 Grã-Cruz
Sábato Magaldi Teatro Grã-Cruz
Santos Dumont Sim Literatura Grã-Cruz
Sivuca Música Comendador
Tânia Andrade Lima Museu Comendador
Teodoro Freire, Boi do Seu Teodoro Cultura Popular Comendador
Tomie Ohtake Artes plásticas Comendador
Vladimir Carvalho Cinema Comendador

2005[editar | editar código-fonte]

Em 8 de novembro de 2005, foi feita a entrega das insígnias no Palácio do Planalto, em Brasília, pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Cultura, Gilberto Gil. O tema da cerimônia foi Diversidade e Cidadania.[18][19]

Nome Post-mortem Área Classe
Alfredo Bosi Crítico e historiador de literatura Comendador
Ana Leopoldina dos Santos, Ana das Carrancas escultora Cavaleiro
Antonio Jerônimo de Meneses Neto violoncelista Cavaleiro
Antonio Manuel Lima Dias artista multimídia Grã-Cruz
Augusto Boal diretor teatral Grã-Cruz
Augusto Carlos da Silva Teles arquiteto Grã-Cruz
Aurino Quirino Gonçalves, Pinduca cantor e compositor Grã-Cruz
Ballet Stagium, São Paulo Instituição Cavaleiro
Carlos Lopes sociólogo Comendador
Circuito Universitário de Cultura e Arte, da União Nacional dos Estudantes (CUCA/UNE) Instituição Cavaleiro
Cleyde Becker Yáconis atriz Comendador
Clóvis Steiger de Assis Moura Sim Comendador
Darcy Ribeiro Sim Comendador
Eduardo Coutinho cineasta Comendador
Egberto Gismonti compositor e instrumentista Comendador
Eliane Lage atriz Comendador
Grupo Bandolins de Oeiras, Piauí Instituição Cavaleiro
Henri Salvador músico Grã-Cruz
Izabel Mendes da Cunha (Vale do Jequitinhonha) artesã Cavaleiro
João Gilberto cantor e compositor Grã-Cruz
José Antônio de Almeida Prado compositor erudito Grã-Cruz
José Mojica Marins, Zé do Caixão cineasta Comendador
Lino Rojas Sim Comendador
Manuel dos Reis Machado, Mestre Bimba Sim Mestre de Capoeira Grã-Cruz
Maria Bethânia cantora Comendador
Mario Augusto de Berredo Carneiro diretor de fotografia Comendador
Maurice Capovilla cineasta Comendador
Dona Militana cantora folclórica Cavaleiro
[Movimento Manguebeat, Pernambuco Instituição Cavaleiro
Museu Casa do Pontal, Rio de Janeiro Instituição Cavaleiro
Nei Lopes compositor Comendador
Nino Fernandes (Museu Ticuna) Comendador
Olivério Ferreira, Xangô da Mangueira compositor Grã-Cruz
Paulo Linhares antropólogo Comendador
Roger Avanzi, Palhaço Picolino do Circo Nerino Cavaleiro
Ruth de Souza atriz Grã-Cruz
Silviano Santiago escritor Comendador
Vicente Joaquim Ferreira Pastinha (Mestre Pastinha) Sim Grã-Cruz
Ziraldo Alves Pinto cartunista Grã-Cruz

2004[editar | editar código-fonte]

Em 9 de novembro de 2004 foi realizada a entrega das insígnias pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e pelo ministro da Cultura, Gilberto Gil.[20]

Nome Post-mortem Área
Alberto da Costa e Silva historiador e diplomata
Angeli cartunista
Arnaldo Carrilho diplomata e intelectual
Caetano Veloso cantor e compositor
Candombe do Açude, Minas Gerais Instituição
Companhia Barrica, Maranhão Instituição
Cordão da Bola Preta, Rio de Janeiro Instituição
Danilo Miranda gestor cultural
Fernando Sabino Sim escritor
Frans Krajcberg escultor
Franco Fontana produtor musical italiano
Fundação Casa Grande, Juazeiro do Norte Instituição
Geraldo Sarno cineasta
Inezita Barroso cantora e compositora
João Donato cantor e compositor
José Júlio Pereira Cordeiro Blanco administrador da Fundação Calouste Gulbenkian
Lia de Itamaracá cirandeira
Liz Calder editora
Márcia Haydée bailarina e coreógrafa
Mauricio de Sousa desenhista
Movimento Arte contra a Barbárie, São Paulo Instituição
Odete Lara atriz
Olga Praguer Coelho violonista
Orlando Villas-Bôas Sim indigenista
Ozualdo Candeias cineasta
Paulo José ator e diretor
Paulo Mendes da Rocha arquiteto
Pelé esportista
Povo Panará, Mato Grosso e Pará Instituição
Pracatum, Salvador Instituição
Projeto Dança Comunidade, Rio de Janeiro Instituição
Pulsar Cia. de Dança, Rio de Janeiro Instituição
Rachel de Queiroz Sim escritora
Renato Russo Sim compositor
As Ceguinhas de Campina Grande irmãs e cantoras de côco
Teatro Oficina Uzyna Uzona, São Paulo Instituição
Violeta Arraes educadora e gestora
Vó Maria sambista
Walter Firmo fotógrafo
Waly Salomão Sim poeta

2003[editar | editar código-fonte]

Em 19 de dezembro de 2003, foi feita a entrega das insígnias no Salão Nobre do Palácio do Planalto, em Brasília, pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e pelo ministro da Cultura, Gilberto Gil. O tema da cerimônia foi a Celebração da Diversidade Cultural Brasileira.[21]

2002[editar | editar código-fonte]

2001[editar | editar código-fonte]

Pela primeira vez instituições representativas da cultura popular recebem esta condecoração. Para homenagear a herança da Cultura Negra no Brasil, foram escolhidas as quatro escolas de samba do Rio de Janeiro listadas.[22]

2000[editar | editar código-fonte]

1999[editar | editar código-fonte]

1998[editar | editar código-fonte]

1997[editar | editar código-fonte]

1996[editar | editar código-fonte]

1995[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. Cultura, Inovação e Empreendedorismo é o tema da Ordem do Mérito Cultural 2017. Ministério da Cultura, 19 de dezembro de 2017
  3. a b Conheça os agraciados com a OMC em 2016. Ministério da Cultura, 7 de novembro de 2016
  4. a b Em ritmo de samba, OMC premia 30 personalidades e seis entidades culturais. Ministério da Cultura, 6 de novembro de 2015
  5. Dona Ivone Lara é a homenageada da Ordem do Mérito Cultural 2016. Ministério da Cultura, 7 de novembro de 2016
  6. Artistas recusam condecoração do Ministério da Cultura. Zero Hora, 12 de outubro de 2016
  7. Hoje, entrega da principal condecoração da cultura Arquivado em 21 de novembro de 2018, no Wayback Machine.. Ministério da Cultura, 9 de novembro de 2015
  8. Conheça os agraciados com a OMC em 2015 Arquivado em 23 de setembro de 2018, no Wayback Machine.. Ministério da Cultura, 6 de novembro de 2015
  9. Ordem do Mérito Cultural homenageia artistas brasileiros. Ministério da Cultura, 5 de novembro de 2014
  10. Ordem do Mérito Cultural 2013 «Ordem do Mérito Cultural 2013autor=Ministério da Cultura» Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 7 de novembro de 2013 
  11. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2012». Consultado em 18 de dezembro de 2012. Arquivado do Ordem do Mérito Cultural original Verifique valor |url= (ajuda) em 18 de janeiro de 2013 
  12. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2010». Consultado em 8 de junho de 2012. Arquivado do Ordem do Mérito Cultural 2012/ original Verifique valor |url= (ajuda) em 7 de março de 2012 
  13. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2010». Consultado em 8 de junho de 2012 
  14. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2009». Consultado em 8 de junho de 2012. Arquivado do original em 7 de março de 2012 
  15. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2008». Consultado em 7 de julho de 2011. Arquivado do original em 3 de agosto de 2011 
  16. Ordem do Mérito Cultural 2007 Arquivado em 18 de maio de 2015, no Wayback Machine.. Ministério da Cultura, 4 de outubro de 2011
  17. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2006». Consultado em 25 de maio de 2008 [ligação inativa]
  18. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2005». Consultado em 25 de maio de 2008 
  19. Diário Oficial da União. «MINISTÉRIO DA CULTURA, DECRETO DE 3 DE NOVEMBRO DE 2005.». Consultado em 20 de fevereiro de 2020 
  20. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2004». Consultado em 25 de maio de 2008 [ligação inativa]
  21. Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 2003». Consultado em 25 de maio de 2008. Arquivado do original em 19 de abril de 2016 
  22. a b c d e f g h Ministério da Cultura. «Ordem do Mérito Cultural 1995 - 2002». Consultado em 25 de maio de 2008. Arquivado do original em 30 de julho de 2012