Lista de bens tombados pela Prefeitura Municipal de Guarulhos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A lista de bens tombados pela Prefeitura Municipal de Guarulhos reúne itens do patrimônio cultural e histórico de Guarulhos. Os atos de tombamento municipal ocorreram entre 1980 e 2000.[1] Construções a partir de projetos de Vilanova Artigas também foram tombadas pelo CONDEPHAAT, como a Escola Conselheiro Crispiniano.[2]

Em 2000, foram inseridas na categoria de tombamento 16 bens, a partir do decreto n. 21.143. Com isso, estes não podem "ser demolidos, reformados ou pintados, nem sofrer acréscimos ou diminuições", sem que a prefeitura autorize.[3]

Esta lista é gerada a partir dos dados do Wikidata e é atualizada periodicamente por um robô.
Edições feitas no conteúdo da lista serão removidas na próxima atualização!

Imagem Bem Tipologia
Antiga Fábrica da Adamastor património cultural
BOSQUE MAIA EM GUARULHOS-SP - panoramio.jpg
Bosque Maia parque
Fotografia histórica de Guarulhos 25.jpg
Casa Amarela casa
Fotografia histórica de Guarulhos 09.jpg
Escola Capistrano de Abreu escola
Fotografia histórica de Guarulhos 06.jpg
Escola Conselheiro Crispiniano escola
Igreja de Nossa Senhora de Bonsucesso igreja
Igreja do Bom Jesus da Cabeça igreja
Igreja São João Batista dos Morros igreja
Foto do Prédio Principal do Complexo Padre Bento.jpg
Sanatório Padre Bento património cultural
sanatório
hospital
Fotografia histórica de Guarulhos 01.jpg
Sítio da Candinha casa-grande
Fim da lista gerada automaticamente.

Referências

  1. Paiva, Odair da Cruz (14 de setembro de 2017). «Patrimônio cultural e leis de proteção no município de Guarulhos (SP), entre as décadas de 1980 e 2010». Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura. 25 (1): 179–202. ISSN 2178-3284. doi:10.20396/resgate.v25i1.8648157 
  2. «Obras de Vilanova Artigas são tombadas em SP». Gazeta do Povo. Consultado em 30 de junho de 2019 
  3. «DECRETO Nº 21143» (PDF). webcache.googleusercontent.com. Consultado em 30 de junho de 2019