RBI TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lista de emissoras da RBI TV)
RBI TV
Cable-Link Operadora de Sinais de TV a Cabo Ltda.
Tipo Rede de televisão aberta regional
País Brasil
Fundação 3 de novembro de 2014 (6 anos)
Pertence a Grupo Mix de Comunicação
Proprietário João Carlos Di Genio
Presidente Fernando Di Genio Barbosa
Cidade de origem Brasília, DF
Sede São Paulo, SP
Formato de vídeo
Canais irmãos
Afiliações
Página oficial www.rbitv.com.br
Disponibilidade aberta e gratuita
Digital
Disponibilidade por satélite
Sky
Canal 20
Claro TV
Canal 16
Oi TV
Canal 19
Vivo TV
Canal 234 (Amazonas)
Canal 247 (Intelsat 34)
BluTV
Canal 245
StarOne C3
3888 MHz @ 2169 ksps, Horizontal (SDTV)
3845 MHz @ 5000 ksps, Vertical (HDTV)
Disponibilidade por cabo
Oi TV
Canal 26
Vivo TV
Canal 27
Claro TV
Canal 22 (Brasília)
Canal 522 (Brasília)
MultiPlay Telecom
Canal 29
TV Alphaville
Canal 326
TCM
Canal 203

RBI TV (sigla para Rede Brasileira de Informação) é uma rede de televisão brasileira sediada em São Paulo, capital do estado homônimo. Pertence ao Grupo Mix de Comunicação, que também controla o canal de vendas Mega TV. Surgiu no dia 3 de novembro de 2014, após o fim das transmissões da extinta Mix TV (pertencente ao mesmo grupo) em sinal aberto.

História[editar | editar código-fonte]

Antigo logotipo da emissora, utilizado de 2014 até 2021.

O canal foi lançado no dia 3 de novembro de 2014, substituindo o sinal aberto da Mix TV, que passou a ficar disponível apenas na TV por assinatura. A Mix TV, por sua vez, entrou no lugar do seu canal-irmão, o SuperMix, que foi descontinuado.[1][2][3] Apesar disso, até o dia 31 de dezembro, a RBI ainda exibia programas da Mix TV.

A partir do dia 1 de janeiro de 2015, o canal começou a veicular programas produzidos pela TV UNIP, também do mesmo grupo que controla o canal.[4], além de retransmitir parte da programação da Mega TV, e cultos da Igreja Plenitude, que até então ocupava 17 horas da grade de segunda à sexta (das 19h00 ao meio-dia), e 14 horas aos sábados e domingos (das 19h00 às 9h00).[carece de fontes?]

Durante o mês de maio, a RBI lança novos programas como Edição Saúde e Espaço Mix, sendo esse último focado na cidade de São Paulo. A emissora também passa a arrendar meia hora de sua programação diária para a Igreja Pleno em Cristo.[carece de fontes?] Com a alteração, a programação da Mega TV passa a ser exibida das 15h30 às 16h30.[5]

A partir do dia 10 de junho, o canal, que até então veiculava as vinhetas de classificação da Mix TV, passou a exibir vinhetas próprias, passando assim por uma alteração para não confundir os telespectadores.[carece de fontes?] No dia 27 de novembro de 2015, a RBI lança seu sinal digital na capital paulista através do canal 08 VHF (14.1 virtual). Já no dia 10 de dezembro, lança seu sinal digital na cidade do Rio de Janeiro, através do canal 10 VHF (16.1 virtual).

No dia 1 de janeiro de 2016, a RBI deixa de retransmitir a Mega TV, TV UNIP e produções independentes, passando a destinar toda sua programação para a Igreja Plenitude, mantendo apenas o News como único programa próprio da emissora, que antes tinha 30 minutos, passando a ter 1 hora e 20 minutos, e exibido das 5h00 às 6h20. A partir do dia 1 de março, o canal deixaria de transmitir a Igreja Plenitude na grade, mas a parceria encerra antecipadamente no dia 28 de fevereiro, quando passou a retransmitir a Igreja Mundial.[6] O canal também volta a exibir videoclipes, e as programações da Mega TV e da TV UNIP na grade.[7] A parceria dura pouco, e a partir do dia 13 de março, a RBI volta a retransmitir a TV Plenitude.

No dia 16 de fevereiro de 2018, por falta de pagamento, a presidência do Grupo Objetivo decidiu romper a parceria com a Igreja Plenitude, e à meia-noite do dia 17, a retransmissão da TV Plenitude pela RBI é cortada. Após isso, o canal passou a exibir vinhetas de identificação e videoclipes que eram veiculados pela antiga Mix TV.[8] No entanto, a Plenitude voltou a ocupar a grade da emissora no dia 2 de abril, no período das oito ao meio-dia. Mas a Faixa de Clipes, o News, Opinião Livre, Top Game e os cultos da Igreja Pleno em Cristo continuam no canal.[9] No dia 17 de junho de 2018, volta a retransmitir a Rede Mundial após dois anos do fim da parceria e no mesmo dia eles decidem não transmitir a Rede Mundial que só passou no horário de manhã.

Em 7 de julho de 2018, a RBI TV transmite programação da Rede Mundial por 20 horas, sendo que outras três são destinadas aos programa caça-níquel e uma ao jornalístico News, com notícias narradas.[10] No final de setembro de 2018, novamente deixa de transmitir a programação da Rede Mundial.

Em maio de 2019, a RBI lança o novo programa "Nós e Você", além de um novo website, resgatando o antigo domínio rbi.com.br, que estava desativado desde então. Com isso, a emissora passa a investir em um novo modelo de programação, baseado em faixas musicais, o jornalístico Notícias em Foco, além de programas dos canais irmãos, como as televendas da Mega TV, o Opinião Livre da TV UNIP e o Duas na Tri da Rádio Trianon e também com programas terceirizados e o programa Top Game da G2P. [11]

No começo de 2020, a emissora muda o foco da sua programação e deixa de exibir o programa Nós e Você, os programas da Mega TV e a faixa de clipes, dedicando toda a sua grade para locatários, sendo eles a loja de suplementos BRVita, templos religiosos locais, além de voltar a vender horário para a Igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus e exibir o Repórter Brasil. Os programas Opinião Livre, Duas na Tri e Notícias em Foco que até então tinham deixado a grade temporariamente, são mantidos.[carece de fontes?]

Programação[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, sua programação era totalmente baseada em produções terceirizadas e locatórios para igrejas locais e o programa Top Game da produtora G2P, além de retransmissão de programas de emissoras do Grupo Objetivo como o Mega Ofertas da Mega TV e o Duas na Tri da Rádio Trianon. Suas produções próprias eram o bloco Notícias em Foco, Faixa Musical e o programa Nós e Você.

Em 2020 passa a ser totalmente voltada a locatórios, produzindo apenas o Notícias em Foco, além de retransmitir o Repórter Brasil. A emissora ainda exibe o Duas na Tri e o Opinião Livre, mas reformulados.

Cobertura[editar | editar código-fonte]

Geradora[editar | editar código-fonte]

Emissora Cidade, UF Canal Prefixo
RBI TV Brasília, DF 17 (39) ZYA 514

Amazonas[editar | editar código-fonte]

cidade canal
Manaus 51 UHF digital

Ceará[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Fortaleza 50 (51 UHF)

Distrito Federal[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Brasília 40 UHF digital

Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Vitória 44 (45 UHF)

Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Belo Horizonte 24 UHF[nota 1]
Uberlândia 40 UHF digital

Paraíba[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
João Pessoa 15 UHF digital

Paraná[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Curitiba 19 (18 UHF)
Maringá 49 (23 UHF)
Ponta Grossa 15 UHF

Pernambuco[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Recife 43 (42 UHF)

Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Rio de Janeiro 16 UHF digital

Rio Grande do Norte[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Mossoró 22 (44 UHF)

Rio Grande do Sul[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Porto Alegre 40 (41 UHF)

Santa Catarina[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Florianópolis 36 (35 UHF)

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Cidade Canal
Águas de Lindoia 21 (20 UHF)
Araras 21 (20 UHF)
Araçatuba 28 (20 UHF)
Assis 41 (14 UHF)
Barretos 45 (44 UHF)
Bauru 14 (15 UHF)
Botucatu 52 (15 UHF)
Campinas 21 (20 UHF)
Espírito Santo do Pinhal 21 (20 UHF)
Ferraz de Vasconcelos 14 UHF digital
Franca 45 (44 UHF)
Garça 30 (46 UHF)
Guararema 40 (26 UHF)
Ibitinga 45 (44 UHF)
Itararé 55 (45 UHF)
Itu 40 (20 UHF)
Jales 50 (20 UHF)
Jundiaí 14 (19 UHF)
Juquiá 38 (39 UHF)
Leme 44 (45 UHF)
Monte Aprazível 21 UHF digital
Morro Agudo 50 (44 UHF)
Nova Europa 44 (45 UHF)
Olímpia 21 (20 UHF)
Peruíbe 38 (39 UHF)
Presidente Prudente 14 (47 UHF)
Presidente Venceslau 30 (47 UHF)
Registro 38 (39 UHF)
Salto 20 UHF digital
Santos 39 UHF digital
São Carlos 45 (44 UHF)
São João da Boa Vista 14 (20 UHF)
São José dos Campos 25 (14 UHF)
São José do Rio Pardo 44 UHF digital
São José do Rio Preto 21 (20 UHF)
São Paulo 14 UHF digital
São Vicente 38 (39 UHF)
Sertãozinho 44 (14 UHF)
Socorro 21 (20 UHF)
Sorocaba 54 (20 UHF)
Tapiraí 38 (44 UHF)
Taubaté 26 (14 UHF)
Votuporanga 50 (20 UHF)

Notas e referências

Notas

  1. Concessão de TVA pertencente ao Sistema Universal de Radiodifusão Ltda.

Referências

  1. Wallace Lopes (4 de outubro de 2014). «Mix TV deixará a TV aberta e vira canal pago». TVs do RJ. Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  2. Lucas Frade (3 de outubro de 2014). «Bomba! Mix TV vira canal pago!». Vcfaz 
  3. Eduardo Rangel (23 de outubro de 2014). «MixTV migra para a TV paga neste sábado; novo canal entra em seu lugar». NaTelinha. UOL. Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  4. Wallace Lopes (8 de janeiro de 2015). «RBI deixa de exibir Mix TV para transmitir TV Unip, no sinal aberto». TVs do RJ. Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  5. Wallace Lopes (11 de dezembro de 2015). «RBI entra no ar no sinal digital no Rio». TVs do RJ. Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  6. Wallace Lopes (20 de fevereiro de 2016). «RBI não vai mais exibir Igreja Plenitude, a partir de março». TVs do RJ. Consultado em 20 de fevereiro de 2016 
  7. Wallace Lopes (28 de fevereiro de 2016). «Valdemiro entra no ar pela RBI, mas pode sair em breve sair da Ideal TV». TVs do RJ. Consultado em 28 de fevereiro de 2016 
  8. Philippe Azevedo (17 de fevereiro de 2018). «RBI TV deixa de transmitir cultos evangélicos e volta com a Mix TV». Observatório da Televisão. Consultado em 17 de fevereiro de 2018 
  9. 03/04/2018 - Igreja Plenitude quita dívida e volta com sinal na RBI; MixTV sai do ar
  10. «Ex-MixTV vende quase toda programação para a Igreja Mundial». NaTelinha. Consultado em 10 de julho de 2018 
  11. «RBI». www.rbitv.com.br. Consultado em 3 de junho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]