Lista de golpes de Estado e tentativas de golpe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
General Napoleão durante o golpe de Estado de 18 de Brumário em Saint-Cloud, detalhe de pintura de François Bouchot, 1840

Esta é uma lista de golpes de Estado e tentativas de golpe, que seja bem-sucedidos ou não. A lista de revoluções e revoltas pode ser encontrado aqui: lista de revoluções e rebeliões.

AC[editar | editar código-fonte]

O assassinato de César, como descrito por Vincenzo Camuccini.

1 - 999 DC[editar | editar código-fonte]

Nero foi alvo de muitas tramas. Aqui, um busto de gesso conservado no Museu Pushkin, Moscou.

1000 - 1799[editar | editar código-fonte]

General Yi Seong-gye, depois coroado Taejo de Joseon.

1800 - 1899[editar | editar código-fonte]

1900 - 1909[editar | editar código-fonte]

Multidão de cidadãos em torno da cidadela (La ciudadela) edifício durante La decena tragica em 1913.
1903
1908
1909

1910 - 1919[editar | editar código-fonte]

1910
1913
1914
1916
  • Enquanto visitava a cidade de Harar, Lij Iyasu V foi deposto por uma conspiração de aristocratas em favor de sua tia Zewditu I. Forças leais a ele são derrotadas em Segale e Lij Iyasu vagueia pelo noroeste da Etiópia com um pequeno grupo de fiéis seguidores até que foi capturado cinco anos mais tarde.
1917
1919

1920 - 1929[editar | editar código-fonte]

Benito Mussolini e os fascistas camisas negras durante a Marcha sobre Roma. Mussolini ficou de fora da maior parte da marcha.
Réus no julgamento do Putsch da Cervejaria. Ludendorff é o quinto da esquerda, com Hitler para a direita. Ernst Röhm é à direita e em frente a Hitler. Note-se que apenas dois dos acusados​​, Hitler e Frick, estavam vestidos com roupas civis.
1920
1921
1922
1923
1924
1925
1926
1928
  • Um levante por Ras Balcha Safo contra o rei Tafari Makonnen (o futuro Imperador Haile Selassie I da Etiópia); a revolta nunca atingiu mais do que uma demonstração de força e foi posta abaixo decisivamente por Ras Kassa Haile Darge; Balcha Safo se rendeu e foi preso.
  • Golpe de Estado Etíope contra o rei Tafari Makonnen (o futuro Imperador Haile Selassie I da Etiópia), o golpe de Estado terminou em fracasso.
1929

1930 - 1939[editar | editar código-fonte]

Marcha em apoio à proclamação da República Socialista do Chile, na frente de La Moneda Palace (12 de junho de 1932).
1º tenente Niu Yoshitada e suas tropas rebeldes no Incidente de 26 de fevereiro.
1930
1931
1932
1933
1934
1935
1936
1937
1938
  • Forças de Vargas detectam uma tentativa de golpe Integralista no Brasil. Vargas e os guardas atiram contra os insurgentes no Palácio Guanabara.
1939
  • Golpe de Estado na Espanha contra o Segunda República Espanhola, em 5 de março, para pôr um fim à guerra civil por um acordo entre os militares, o que limitaria a influência do comunismo.

1940 - 1949[editar | editar código-fonte]

A sala de conferências onde Hitler sobreviveu ao atentado de 20 de julho após a explosão.
1940
1941
1942
  • Golpe de resistência francesa em Argel, pelo qual 400 Civil patriotas franceses neutralizaram o XIX Exército de Vichy em Argel, durante 15 horas, são presos generais vichystas (Juin, Darlan, etc), e assim permitiu o sucesso imediato da Operação Tocha.
1943
1944
1945
  • O Governo de Getúlio Vargas no Brasil termina em um golpe liderado pelo general Mourão, um dos seus antigos apoiantes.
  • Isaías Medina Angarita é derrubado em um golpe e Rómulo Betancourt é nomeado para liderar uma junta cívico-militar na Venezuela.
1947
1948
1949

1950 - 1959[editar | editar código-fonte]

Eventos do golpe de estado no Irã de 1953.
1951
1952
1953
1954
1955
1956
1957
1958
1959

1960 - 1969[editar | editar código-fonte]

1960
1961
1962
1963
1964
1965
1966
1967
  • Golpe militar na Grécia. Estabelecimento da Ditadura dos coronéis.
  • Tentativa de golpe militar (Operação Guitar Boy) em Gana.
  • Golpe militar em Togo leva há 38 anos de domínio de Gnassingbé Eyadéma
  • Golpe militar contra o primeiro-ministro da Serra Leoa, Siaka Stevens, e o Governador-Geral de Serra Leoa, pelo brigadeiro David Lansana que se declara líder interino.
  • Coronel do Exército de Biafra, Victor Banjo, trama um golpe contra o presidente de Biafra, Odumegwu Ojukwu. A tentativa de golpe é descoberta por um informante e, posteriormente, Banjo e dois outros golpistas são executados em 22 de setembro.
1968
1969

1970 - 1979[editar | editar código-fonte]

1970
1971
1972
1973
1974
1975
1976
1977
  • Golpe militar no Paquistão, com o apoio dos EUA. O Chefe do Exército, o general Muhammad Zia-ul-Haq, derruba o governo civil e trava o primeiro-ministro Zulfiqar Ali Bhutto, em 1979, depois de um julgamento simulado.
  • 21 golpes fracassados ocorreram durante o período do general Ziaur Rahman, em Bangladesh. O General Ziaur Rahman matou 2.500 soldados e oficiais (Exército, Força Aérea, Marinha) para estes golpes falhados.
  • Em 1977, um golpe de estado bem-sucedido nas Seychelles derrubou o primeiro presidente da república, James Mancham, substituindo-o com o francês Albert René.
1978
1979

1980–1989[editar | editar código-fonte]

1980
1981
1982
1983
1984
1985
1986
1987
1988
1989

1990–1999[editar | editar código-fonte]

1990
1991
1992
1993
1994
1995
  • Tentativa de golpe fracassada no Azerbaijão.
1996
1997
  • Golpe de Estado apoiado de forma indireta pelos militares na Turquia. Foi nomeado um "golpe de Estado pós-moderno" por um dos generais de alto escalão. Embora o parlamento não foi dissolvido, a pressão militar resultou na renúncia do primeiro-ministro.
  • Fracassa golpe na Zâmbia.
1998

Na Albânia, o funeral de Azem Hajdari se torna violento como o Gabinete do Primeiro-Ministro sendo atacado, obrigando Fatos Nano a fugir às pressas e renunciar logo em seguida. Seu partido continua no poder.

1999
  • Golpe militar no Paquistão. O Exército se recusa a obedecer o governo do primeiro-ministro Nawaz Sharif. O General Pervez Musharraf se torna presidente (com o título de "Chefe do Executivo") e exila Sharif para a Arábia Saudita supostamente em um autoexílio com um contrato 10 anos de não participar na política, depois que foi condenado por sequestro e condenado a prisão perpétua.
  • Golpe militar na Costa do Marfim, o primeiro golpe desde a independência do país.[15]

2000 - 2009[editar | editar código-fonte]

2000
2002
2003
2004
  • Tentativa de golpe de Estado na República Democrática do Congo.
  • A Rebelião no Haiti de 2004, um golpe de Estado que aconteceu após os conflitos que ocorreram durante várias semanas no Haiti em fevereiro de 2004, resultou no fim prematuro do segundo mandato do presidente Jean-Bertrand Aristide, em que deixou o Haiti em um avião americano acompanhado por militares dos EUA / segurança pessoal. A controvérsia permanece sobre o envolvimento dos EUA se a partida do presidente foi ou não foi voluntária. Aristide descreveu sua partida como um seqüestro. Um governo interino liderado pelo primeiro-ministro Gérard Latortue e pelo Presidente Boniface Alexandre foi instalado.
  • Golpe de Estado fracassado contra o presidente do Chade Idriss Déby.
  • Segunda tentativa de golpe na República Democrática do Congo (de Junho).
  • Tentativa de golpe na Guiné Equatorial.
2005
2006
Tanques na rua de Banguecoque em 2006
2007
  • Uma suposta tentativa de golpe pelo general Vang Pao e outros nos Estados Unidos para derrubar o governo do Laos é frustrado.
  • As forças rebeldes filipinas lideradas pelo político da oposição, o senador Antonio Trillanes, fazem uma tentativa de golpe.
  • Tentativa de golpe militar na Turquia, chamada de "e-golpe" (27 de abril), que lembra o "golpe de Estado pós-moderno" de 1997. O gabinete do Chefe do Estado Maior Geral posta um ultimato ao governo do AKP em seu site para bloquear a eleição de Abdullah Gül como presidente. Gül é eleito de qualquer maneira, e as ameaças não se concretizam.
  • Fracassa golpe de Estado no Quênia contra Daniel Arap Moi
2008
2009

2010 - presente[editar | editar código-fonte]


Golpes de Estado e tentativas de golpe a partir de 2010
Evento Ano Data Tipo País Líder do Golpe Chefe de governo Notas
Golpe de Estado no Níger em 2010 2010 18 de fevereiro golpe Níger chef d'escadron Salou Djibo Presidente Mamadou Tandja Presidente seqüestrado
Distúrbios militares em Guiné-Bissau de 2010 2010 1 de abril tentativa de golpe Guiné-Bissau Almirante Bubo Na Tchuto e Chefe Adjunto do Estado-Maior do Exército Antonio Ndjai primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior O chefe do exército foi capturado e o primeiro-ministro foi brevemente detido por militares.[26]
Crise no Equador de 2010 2010 Setembro tentativa de golpe Equador desconhecido Presidente Rafael Correa O Presidente Correa foi atacado, depois temporariamente preso em um hospital em que o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos chamou de "um golpe de Estado em formação". Mais tarde foi resgatado por tropas leais.[27][28]
Crise em Madagáscar de 2010 2010 17-18 de novembro tentativa de golpe Madagascar O ex-ministro da Defesa Noel Rakotonandrasanana e o coronel Charles Andrianasoaviana, o chefe da Força de Intervenção Especial Presidente da Alta Autoridade de Transição de Madagáscar Andry Rajoelina [29]
Tentativa de golpe de Estado na República Democrática do Congo em 2011 2011 27 de fevereiro tentativa de golpe República Democrática do Congo desconhecido Presidente da República Democrática do Congo Joseph Kabila Seis pessoas foram mortas em um ataque a uma residência do presidente da República Democrática do Congo.[30]
Tentativa de golpe de Estado no Niger em 2011 2011 26 de Julho tentativa de golpe Níger desconhecido Presidente Mahamadou Issoufou Cinco soldados foram presos.[31]
Tentativa de golpe de Estado em Guiné-Bissau em 2011 2011 26 de Dezembro tentativa de golpe Guiné-Bissau Chefe da Marinha Natchuto Bubo Presidente Malam Bacai Sanha [32]
Tentativa de golpe de Estado em Bangladesh em 2011 2011 Dezembro tentativa de golpe Bangladesh Major Syed Ziaul Haque Prime Minister Sheikh Hasina [33]
crise constitucional na Papua Nova Guiné em 2011-2012 2012 26 de Janeiro tentativa de golpe Papua Nova Guiné Ex-primeiro-ministro Sir Michael Thomas Somare Primeiro-Ministro Peter O'Neill [34]
Golpe de Estado no Mali em 2012 2012 22 de Março Golpe Mali Soldados do Mali, capitão Amadou Sanogo Presidente Amadou Toumani Touré [35]
Tentativa de golpe de Estado em Malawi em 2012 2012 5 de Abril tentativa de golpe Malawi Peter Mutharika Presidente Joyce Banda [36]
Golpe de Estado na Guiné-Bissau em 2012 2012 12 de Abril Golpe Guiné-Bissau Vice-Chefe do Estado-Maior do Exército General Mamadu Ture Kuruma Presidente Interino Raimundo Pereira e ex-primeiro-ministro e candidato presidencial Carlos Gomes Júnior [37]
Tentativa de contra-golpe em Mali em 2012 2012 30 de Abril - 1 de Maio tentativa de golpe Mali partidários de Amadou Toumani Touré Presidente interino Dioncounda Traoré, primeiro ministro interino Cheick Modibo Diarra e o líder golpista e Presidente do Comitê Nacional para a Restauração da Democracia e do Estado de Mali, o capitão Amadou Sanogo [38][39]
Tentativa de golpe de Estado na Costa do Marfim em 2012 2012 13 de Junho tentativa de golpe Costa do Marfim partidários de Laurent Gbagbo Presidente Alassane Ouattara [40]
Tentativa de golpe de Estado no Sudão em 2012 2012 22 de Novembro tentativa de golpe Sudão desconhecido Presidente Omar al-Bashir [41]
Tentativa de golpe de Estado em Benin em 2013 2013 4 de Março tentativa de golpe Benin Col. Pamphile Zomahoun Presidente Boni Yayi [42]
(primeira) tentativa de golpe de Estado na Líbia em 2013 2013 17 de Abril tentativa de golpe Líbia partidários de Muammar Gaddafi Primeiro Ministro Ali Zeidan [43]
Tentativa de golpe de Estado em Comores em 2013 2013 20 de Abril tentativa de golpe Comoros desconhecido Presidente Ikililou Dhoinine [44]
Tentativa de golpe de Estado no Chade em 2013 2013 1 de Maio tentativa de golpe Chade desconhecido Presidente Idriss Déby Pelo menos quatro soldados mortos. Detenção de dois generais e um policial.[45][46]
Golpe de Estado no Egito em 2013 2013 3 de Julho Golpe Egito General Abdul Fatah al-Sisi Presidente Mohamed Morsi Revolução e subsequente golpe militar derrubam o presidente Mohamed Morsi e seu governo eleito.[47]
(segunda) tentativa de golpe de Estado na Líbia em 2013 2013 10 de outubro tentativa de golpe Líbia Abdel-Moneim al-Hour Primeiro Ministro Ali Zeidan [48]
Golpe de Estado na Tailândia em 2014 2014 22 de maio Golpe Tailândia General Prayuth Chan-ocha Primeiro Ministro Niwatthamrong Boonsongpaisan Crise política tailandesa de 2013-2014 e subsequente golpe militar derrubam o governo tailandês eleito, substituindo pelo Conselho Nacional para a Manutenção da Paz e da Ordem.[49]
Revolução Abecásia 2014 27 de maio - 1 de junho tentativa de golpe Abecásia Raul Khadjimba Presidente Aleksandr Ankvab Levou Ankvab a renunciar e Valeri Bganba tornou-se presidente interino.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal Guerra

Referências

  1. «Birth of the Roman Republic». UNRV History. Consultado em 2 de outubro de 2008 
  2. «100-50 BC». History Central. Consultado em 2 de outubro de 2008 
  3. «50-0 BC». History Central. Consultado em 2 de outubro de 2008 
  4. «History of the Plot». The Gunpowder Plot Society. Consultado em 2 de outubro de 2008 
  5. U.S. foreign policy in perspective: clients, enemies and empire By David Sylvan, Stephen Majeski, p.121
  6. National Security Archive, http://www.gwu.edu/~nsarchiv/NSAEBB/NSAEBB126/index.htm, citing "Muhammad Mosaddeq and the 1953 Coup in Iran", Edited by Mark J. Gasiorowski and Malcolm Byrne, Syracuse University Press 2004
  7. New York Times Special Report: Secret History of the CIA in Iran, http://www.nytimes.com/library/world/mideast/041600iran-cia-index.html
  8. Cullather, Nick (1999). Secret History: The CIA's classified account of its operations in Guatemala, 1952–1954. [S.l.]: Stanford University Press. ISBN 0-8047-3311-2 
  9. DePalma, Anthony (6 de março de 2008). «Ramón Barquín, Cuban Colonel, Dies at 93». New York Times. Consultado em 31 de março de 2008 
  10. Sullivan, Patricia (6 de março de 2008). «Ramón M. Barquín, 93; Led Failed '56 Coup in Cuba». Washington Post. Consultado em 31 de março de 2008 
  11. Szulc, pg. 78
  12. Szulc, pgs. 80-81
  13. Szulc, pg. 81
  14. Szulc, pgs. 80-81
  15. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v «ÁFRICA CELEBRA MEIO SÉCULO DE INDEPENDÊNCIA : MAIS DE SESSENTA GOLPES DE ESTADO DE 1952 A 2010». Gazeta de Notìcias 
  16. The Middle East and North Africa 2004. Col: Regional surveys of the world Middle East and North Africa Europa Regional Surveys of the World 2004 Series 50, illustrated ed. [S.l.]: Routledge. 2004. ISBN 1857431847, 9781857431841 Verifique |isbn= (ajuda) 
  17. Szulc, pg. 75
  18. Szulc, pgs. 82-83
  19. Asia Times, June 26, 2007, http://atimes.com/atimes/Middle_East/IF26Ak08.html. New York Times March 14, 2003 "A Tyrant 40 Years in the Making", free archived article at: http://readthese.blogspot.com/2003_12_15_readthese_archive.html "Again, this coup...came with C.I.A. backing"
  20. Falcoff, Mark, Kissinger and Chile, Commentary, 2003.
  21. http://educ.ar/educar/site/educar/Alzamientos%20militares%20despu%E9s%20de%201983.html?uri=urn:kbee:38e173e0-0ae9-11dd-888e-00163e000043&page-uri=urn:kbee:ff9221c0-13a9-11dc-b8c4-0013d43e5fae
  22. Association of Former Intelligence Officers (19 de maio de 2003), US Coup Plotting in Iraq, Weekly Intelligence Notes 19-03 
  23. «Second South Pacific Coup». The Guardian. 2 de junho de 2000 
  24. «Coup In Honduras: Army Expels President». CBS/AP. 29 de junho de 2009. Consultado em 7 de outubro de 2010 
  25. «General Assembly condemns coup in Honduras». UN News. 30 de junho de 2009. Consultado em 7 de outubro de 2010 
  26. «Guinea-Bissau leaders held in apparent coup». BBC News. BBC. 1 de abril de 2010. Consultado em 1 de abril de 2010 
  27. Bronstein, Hugh; Valencia, Alexandra (Fri Oct 1), Ecuador's Correa asserts control as police chief quits, Reuters, consultado em Tue Oct 5  Verifique data em: |acessodata=, |data=, |ano= / |data= mismatch (ajuda)
  28. COBA, TATIANA (Thu Sep 30). «Protesting police throw Ecuador into chaos». Associated Press. Yahoo! News. Consultado em Tue Oct 5  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  29. «Madagascar coup attempt fails». The Guardian. London. 21 de novembro de 2010 
  30. «DR Congo: Six killed in 'coup bid' against Kabila». BBC News. 27 de fevereiro de 2011 
  31. «Niger 'foils plot against President Mahamadou Issoufou'». BBC News. 26 de julho de 2011 
  32. Guinea-Bissau army official: forces quelled attempted coup as ill leader seeks treatment
  33. «Bangladesh army 'foils coup' against Sheikh Hasina». BBC News. 19 de janeiro de 2012 
  34. «PM - Failed coup in PNG 27/01/2012». Abc.net.au. 4 de abril de 1975. Consultado em 20 de fevereiro de 2014 
  35. «Malian Soldiers Attack Capital in Suspected Coup Attempt». Agence France-Presse via The New York Times. 21 de março de 2012 
  36. «Malawi arrests ex-ministers over 'coup plot'». GlobalPost. Consultado em 20 de fevereiro de 2014 
  37. «Military: Guinea-Bissau prime minister arrested». 13 de abril de 2012 
  38. «Mali junta says "strangers" behind counter-coup». Reuters. 1 de maio de 2012 
  39. «Gunfire erupts in Mali's Bamako, junta claims control». Reuters. 1 de maio de 2012 
  40. «Behind Paraguay's coup». Al Jazeera - English. 26 de julho de 2012. Consultado em 16 de abril de 2016 
  41. «International News | World News - ABC News». Abcnews.go.com 
  42. «BBC News - Benin foils 'coup attempt' against President Yayi». Bbc.co.uk. 4 de março de 2013 
  43. Libyan forces foil coup attempt (15 de abril de 2013). «Libyan forces foil coup attempt». Middleeastmonitor.com 
  44. «Comores: coup d'État déjoué (autorités)». Lefigaro.fr. 22 de abril de 2013 
  45. «At least 4 dead in Chad coup attempt: security sources». Reuters. 2 de maio de 2013 
  46. «Two generals, pro-Deby MP arrested for Chad coup plot: prosecutor». Reuters. 2 de maio de 2013 
  47. «Coup topples Egypt's Morsy; supporters reportedly rounded up». CNN.com. 4 de julho de 2013 
  48. «BBC News - Libya PM Zeidan's brief kidnap was 'attempted coup'». Bbc.co.uk. 11 de outubro de 2013 
  49. «Thai military says it's taken over the country in a coup». CNN.com. 22 de maio de 2014 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Szulc, Tad (1965). "Latin America", The New York Times Company, Library of Congress 65-27528