Lista de governadores das unidades federativas do Brasil (1995–1999)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Brasil.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde dezembro de 2009.

Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Política.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde dezembro de 2009.

Esta é uma lista dos governadores das 27 unidades federativas do Brasil durante o mandato 1995-1999.

Para efeito de informação foi considerada a extensão dos mandatos originalmente previstos em lei. No caso em tela eles se estenderam de 1º de janeiro de 1995 a 1º de janeiro de 1999. Nesse interregno foi promulgada a Emenda Constitucional nº 16 de 04 de junho de 1997 que instituiu o direito a reeleição para os ocupantes de cargos executivos.

Bandeira Estado Abreviação Governador Partido Mandato Notas
Bandeira do Acre.svg Acre AC Orleir Cameli PPR 1995-1999
Bandeira de Alagoas.svg Alagoas AL Divaldo Suruagy PMDB 1995-1999 Renunciou em 1997
Bandeira do Amapá.svg Amapá AP João Capiberibe PSB 1995-1999
Bandeira do Amazonas.svg Amazonas AM Amazonino Mendes PPR 1995-1999
Bandeira da Bahia.svg Bahia BA Paulo Souto PFL 1995-1999 Eleito senador em 1998
Bandeira do Ceará.svg Ceará CE Tasso Jereissati PSDB 1995-1999
Bandeira do Distrito Federal (Brasil).svg Distrito Federal DF Cristovam Buarque PT 1995-1999
Bandeira do Espírito Santo.svg Espírito Santo ES Vitor Buaiz PT 1995-1999
Flag of Goiás.svg Goiás GO Maguito Vilela PMDB 1995-1999 Eleito senador em 1998
Bandeira do Maranhão.svg Maranhão MA Roseana Sarney PFL 1995-1999
Bandeira de Mato Grosso.svg Mato Grosso MT Dante de Oliveira PDT 1995-1999
Bandeira de Mato Grosso do Sul.svg Mato Grosso do Sul MS Wilson Martins PMDB 1995-1999
Bandeira de Minas Gerais.svg Minas Gerais MG Eduardo Azeredo PSDB 1995-1999
Bandeira do Pará.svg Pará PA Almir Gabriel PSDB 1995-1999
Bandeira da Paraíba.svg Paraíba PB Antônio Mariz PMDB 1995-1999 Faleceu em 1995
Bandeira do Paraná.svg Paraná PR Jaime Lerner PDT 1995-1999
Bandeira de Pernambuco.svg Pernambuco PE Miguel Arraes PSB 1995-1999
Bandeira do Piauí.svg Piauí PI Mão Santa PMDB 1995-1999
Bandeira do estado do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro RJ Marcelo Alencar PSDB 1995-1999
Bandeira do Rio Grande do Norte.svg Rio Grande do Norte RN Garibaldi Alves Filho PMDB 1995-1999
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Rio Grande do Sul RS Antônio Brito PMDB 1995-1999
Bandeira de Rondônia.svg Rondônia RO Valdir Raupp PMDB 1995-1999
Bandeira de Roraima.svg Roraima RR Neudo Campos PTB 1995-1999
Bandeira de Santa Catarina.svg Santa Catarina SC Paulo Afonso Vieira PMDB 1995-1999
Bandeira do estado de São Paulo.svg São Paulo SP Mário Covas PSDB 1995-1999
Bandeira de Sergipe.svg Sergipe SE Albano Franco PSDB 1995-1999
Bandeira do Tocantins.svg Tocantins TO Siqueira Campos PPR 1995-1999 Renunciou em 1998

A partir de 1994 as eleições brasileiras passaram a coincidir (exceto pelas refregas municipais) graças a redução do mandato presidencial e a instituição do direito a reeleição para os ocupantes de cargos executivos. Naquele ano o pleito foi marcado pelo Plano Real cujos efeitos sobre a economia foram capazes de eleger o senador Fernando Henrique Cardoso presidente em primeiro turno revertendo o favoritismo inicial de Luiz Inácio Lula da Silva.

Embora derrotado nas eleições presidenciais o PMDB elegeu o maior número de governadores ao passo que o PSDB triunfou nos maiores estados do país: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Na Paraíba o titular faleceu no exercício do cargo sendo substituído por José Maranhão.

Seis antigos governadores retornaram ao poder nesse ano sendo que Divaldo Suruagy renunciou ao cargo em meio a uma grave crise político-administrativa.

Ver também[editar | editar código-fonte]