Lista de jogos históricos do Náutico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Este artigo contém uma lista dos jogos mais importantes da história do Clube Náutico Capibaribe.[1][2]


Década de 1900
Década de 1910
Década de 1930
Década de 1940
Década de 1960
  • 1966: Santos 3 x 5 Náutico (Pacaembu) - O artilheiro Bita marca 4 gols e o poderoso Santos de Pelé se rende ao Timbu. O jogo foi válido pela Taça Brasil de 1966.[3]
  • 1967: Palmeiras 2 x 0 Náutico (Estádio do Maracanã) - Final da Taça Brasil. Náutico vice-campeão e com a vaga para a Taça Libertadores da América de 1968 garantida.
  • 1968: Náutico 1 x 0 Deportivo Galícia-VEN (Aflitos) - 1ª vitória do Náutico na Taça Libertadores da América.
  • 1968: Náutico 3 x 2 Deportivo Portugués-VEN (Aflitos) - 2ª vitória do Náutico na Taça Libertadores da América.
  • 1968: Náutico 1 x 0 Sport (Aflitos) - Jogo marcado pela conquista do hexacampeonato estadual, feito jamais alcançado por outro time pernambucano.
Década de 1970
  • 1974: Náutico 1 x 0 Santa Cruz (Aflitos) - Náutico é campeão pernambucano e impede o hexacampeonato do Santa Cruz, que já era penta. Jorge Mendonça e Vasconcelos eram destaques da equipe campeã, considerada uma das melhores da história alvirrubra.
  • 1977: Náutico 5 x 0 Treze (Aflitos) - Jogo válido pela Campeonato Brasileiro. Foi uma das maiores goleadas do Náutico em competições nacionais.
  • 1980: Itabaiana 0 x 5 Náutico (Estádio Presidente Médici) - Maior goleada do Náutico em jogos realizados longe dos Aflitos. Jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.
Década de 1980
  • 1983: Náutico 3 x 0 Palmeiras (Arruda) - Maior público da história do Náutico em Brasileiros (44.424 pessoas).
  • 1983: Náutico 1 x 1 Santa Cruz (Arruda) - Maior público da história do Clássico das Emoções (76.636 pessoas).
  • 1989: Náutico 3 x 2 Atlético-MG (Aflitos) - Jogo onde Nivaldo, atacante alvirrubro, marcou o gol mais rápido da história da Série A do Brasileirão, aos 8 segundos.
  • 1989: Internacional 0 x 1 Náutico (Estádio Beira Rio) - Jogo que garantiu a classificação do Náutico à próxima fase da Série A do Campeonato Brasileiro em pleno Beira Rio.
Década de 1990
  • 1997: Náutico 0 x 2 América-MG (Aflitos) - Jogo com o maior público da história do Aflitos contra clubes de outros estados (28.022 pessoas).
  • 1998: Náutico 0 x 2 Sport (Arruda) - Maior público da história do Clássico dos Clássicos (80.203 pessoas).
Década de 2000
  • 2001: Santa Cruz 0 x 2 Náutico (Arruda) - O Náutico conquistava o seu 19º título estadual no ano do seu Centenário.
  • 2002: Santa Cruz 2 x 1 Náutico (Arruda) - O chamado jogo do "Penta-bi", onde o Náutico, mesmo perdendo, foi bi campeão pernambucano no mesmo dia em que a Seleção Brasileira conquistou o penta mundial no Japão.
  • 2002: Náutico 5 x 4 União São João (Aflitos) - Jogo emocionante, válido pela Série B e marcado por vários gols. Vitória do time alvirrubro com gol nos minutos finais da partida.
  • 2004: Santa Cruz 0 x 3 Náutico (Arruda) - O Náutico, mesmo perdendo o 1º jogo nos Aflitos por 1 a 0, conseguiu reverter o placar em pleno Arruda, calando a torcida tricolor. O Timbu era campeão pernambucano pela 21ª vez.
  • 2005: Náutico 0 x 1 Grêmio (Aflitos) - o jogo foi marcado por constantes paralisações, e, após a perda de dois pênaltis, sofreu um gol no final da partida. O jogo ficou conhecido como A Batalha dos Aflitos.
  • 2006: Náutico 2 x 0 Ituano (Aflitos) - Jogo marcado pelo acesso do Náutico à Série A, competição que não disputava desde 1994, quando foi rebaixado. Os gols de Capixaba e Felipe sacramentaram a vitória e garantiram a festa dos alvirrubros. O Timbu dava a volta por cima!
  • 2007: Corinthians 0 x 2 Náutico (Morumbi) - O Náutico eliminava o Corinthians da Copa do Brasil.
  • 2007: Náutico 4 x 1 Botafogo (Aflitos) - Jogo marcado pelos 4 gols do atacante uruguaio Beto Acosta, que garantiram a vitória do time do Náutico.
  • 2007: Náutico 5 x 0 Atlético-PR (Aflitos) - Maior goleada do Náutico em Campeonatos Brasileiros.
  • 2007: Náutico 1 x 0 Corinthians (Aflitos) - O Campeonato Brasileiro estava nas rodadas finais e os 2 times brigavam desesperadamente contra o rebaixamento. Com gol de pênalti do meia Geraldo nos últimos minutos, o Timbu respirava aliviado e garantiria a permanência na Série A nas rodadas seguintes.
  • 2008: Atlético Roraima 1 x 7 Náutico (Vivaldão, Manaus) - 1ª fase da Copa do Brasil. Maior goleada do Náutico numa competição nacional.
  • 2008: Fluminense 0 x 2 Náutico (Estádio do Maracanã) - Resultado que deixou o Náutico momentaneamente na 1ª colocação da Série A, na 2ª rodada. O alvirrubro se tornava o primeiro time nordestino a liderar um Campeonato Brasileiro de pontos corridos.
  • 2008: Vasco 1 x 3 Náutico (Estádio de São Januário) - O Timbu vencia o Vasco no Rio de Janeiro pela 1ª vez.
  • 2008: Internacional 1 x 1 Náutico (Estádio Beira Rio) - O Náutico perdia o jogo por 1 a 0 mas, no último minuto, o goleiro Eduardo foi para a área e deu a assistência para o gol do zagueiro Vágner. O empate deu ânimo ao Timbu na luta contra o rebaixamento.
  • 2008: Náutico 5 x 2 Cruzeiro (Aflitos) - O Cruzeiro era um dos favoritos ao título da Série A, mas o Náutico não quis saber disso e goleou a Raposa tirando, praticamente, as chances de título do time mineiro.
  • 2008: Náutico 2 x 1 Atlético-PR (Aflitos) - O Timbu virava a partida, com 2 gols do sempre criticado atacante Clodoaldo. Foi um dos resultados que ajudou o time pernambucano a permanecer na Série A.
  • 2008: Santos 0 x 0 Náutico (Estádio da Vila Belmiro) - Jogo conhecido como "O Milagre da Vila", que garantiu a permanência do Timbu na Série A.
  • 2009: Atlético-PR 2 x 3 Náutico (Arena da Baixada) - O Náutico virava o jogo para 3 a 2 após estar perdendo por 2 a 0. Foi a 1ª vitória do time pernambucano sobre o Atlético em Curitiba. Virada histórica!
  • 2009: Sport 3 x 3 Náutico (Ilha do Retiro) - Jogo do Centenário do Clássico dos Clássicos, válido pelo 1º Turno do Brasileirão Série A.
  • 2009: Corinthians 2 x 3 Náutico (Estádio do Pacaembu) - Mesmo com Ronaldo em campo, o Corinthians não conseguiu superar o Náutico em pleno Estádio do Pacaembu. O time paulista vencia o jogo por 2 a 1 até os 40 do 2º Tempo, quando o Náutico conseguiu uma virada espetacular fazendo 2 gols, e ainda estava com 2 jogadores a menos nesse curto intervalo de tempo. Resultado final: 3 a 2 e mais uma vitória do Timbu em cima do Timão.
  • 2010: Figueirense 1 X 2 Náutico (Estádio Orlando Scarpelli) - Jogo válido pela 4ª rodada do Brasileirão série B, com essa vitória o Náutico quebrou o tabu de nunca ganhar do Figueirense em Santa Catarina.
Década de 2010
  • 2011: Náutico 1 x 0 Sport (Aflitos) - 500º Clássico dos Clássicos. Jogo válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano.
  • 2011: Boa Esporte 2 x 1 Náutico (Estádio Melão) - Jogo do acesso ao retorno para Série A de 2012.
  • 2012: Bahia 1 x 1 Náutico (Estádio do Pituaçu) - Empate que garantiu a permanência do Náutico na Série A do Campeonato Brasileiro.
  • 2012: Náutico 1 x 0 Sport (Aflitos) - Jogo que marcou o rebaixamento do Sport e a classificação do Náutico para a Copa Sul-Americana, após 44 anos sem disputar um torneio internacional.
  • 2013: Náutico 2x0 Sport (Arena Pernambuco) - 3ª Vitória do Náutico em torneios continentais pela Copa Sul-Americana 2013. O Náutico foi eliminado na disputa por pênaltis.
  • 2013: Náutico 1 x 0 Corinthians (Arena Pernambuco) - Náutico vence o Corinthians e evita a pior campanha da era dos pontos corridos[4]
  • 2014: Sport 0 x 1 Náutico (Ilha do Retiro) - no jogo realizado pela Copa do Nordeste o Náutico quebra um tabu de 9 anos sem vencer o rival na Ilha do Retiro. Dois meses depois voltaria a vencer de novo na casa do adversário pelo mesmo placar, em partida realizada pelo Campeonato Pernambucano.
  • 2018: Náutico 2x1 Central (Arena de Pernambuco) - O Náutico quebrou 13 anos de jejum ao conquistar o 22° título pernambucano com um público recorde na Arena (42.352 pagantes) e gols de Ortigoza e Jobson.

Referências